Músicas Folclóricas


As músicas folclóricas são canções populares e tradicionais que fazem parte da sabedoria popular.

A música folclórica é aquela transmitida pela tradição oral e, muitas das vezes, o autor da mesma já foi esquecido ou nem mesmo chegou a ser conhecido.

De qualquer modo, estes músicos anônimos dificilmente serão profissionais, independentemente do talento.

Principais Características

As melodias folclóricas refletem o estilo local e preservam uma herança cultural regional durante longos períodos, visto que encontramos músicas muito antigas.

As mesmas podem ser interpretadas por um solista num país ou por um coro noutra nação; serem pentatônicas numa localidade ou usar escala maior noutra. É comum a alternância entre um solista e um coro nas canções folclóricas, onde cada um canta um verso da estrofe.

Em todo caso, reconhecemos as músicas folclóricas pela forma de encená-la, aprendê-la e difundí-la. Quase sempre, ela está estreitamente relacionada a grupos étnicos, regionais e nacionais.

Outra característica marcante das canções folclóricas é o fato delas sofrerem mudanças ao serem transmitidas de intérprete para intérprete.

Como são muitas as pessoas envolvidas na criação das músicas, ocorre o que se convencionou chamar de "Recriação Coletiva". Assim, se consolida a função regional de cantigas originadas em locais diferentes.

Em função dessas afinidades, os grupos de canções folclóricas se reúnem segundo famílias melódicas e o número dessas famílias melódicas podem variar muito num mesmo repertório.

Neste processo, essas melodias vão mudando gradualmente e gerando variantes regionais e temporais.

Em termos de classificação conceitual, costuma-se opor a música folclórica àquela feita pela sociedade industrial, nos altos círculos da cultura urbana.

Esta comparação é um fruto da descendência cultural da música tradicional ou folclórica, a qual é essencialmente rural, ou, no mínimo, grandemente influenciada por esse meio.

A música folclórica é comum em comunidades mais isoladas. Ou seja, em locais onde os meios de comunicação de massa e outros fatores da globalização ainda não chegaram de todo para afetar aquelas populações.

Tipos de Músicas Folclóricas

As músicas folclóricas abarcam quase todos os tipos de temáticas humanas. Geralmente as letras são simples e possuem muitas repetições, característica muito notória e que facilita a memorização.

Teremos as "canções de dança", consideradas as mais antigas das cantigas populares e utilizadas para marcar o compasso da dança.

Assim também são as cantigas para as danças e os jogos infantis, mais conhecidas como “cantigas de roda”.

Uma cantiga de roda que merece destaque é a "Ciranda Cirandinha":

"Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar!
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar

O anel que tu me destes
Era vidro e se quebrou
O amor que tu me tinhas
Era pouco e se acabou."

Outras cantigas folclóricas muito conhecidas são as "cações de ninar", utilizadas para embalar o sono das crianças. A mais popular é a "Nana neném":

"Nana neném
Que a cuca vem pegar
Papai foi pra roça
Mamãe no cafezal
Bicho-papão
Saia do Telhado
Deixa o neném
dormir sossegado"

Existem também aquelas músicas que se cantam no trabalho, nos velórios, nas marchas de guerra, dentre outras.

Músicas Folclóricas Brasileiras

Confira abaixo trechos de algumas das principais músicas folclóricas que fazem parte da cultura brasileira:​

Pombinha Branca

Pombinha branca, que está fazendo?
Lavando roupa pro casamento
Vou me lavar, vou me trocar
Vou na janela pra namorar
Passou um moço, de terno branco
Chapéu de lado, meu namorado
Mandei entrar
Mandei sentar
Cuspiu no chão
Limpa aí seu porcalhão!

O Cravo e a Rosa

O cravo brigou com a rosa,
Debaixo de uma sacada,
O cravo saiu ferido,
E a rosa despedaçada.
O cravo ficou doente,
A rosa foi visitar,
O cravo teve um desmaio,
E a rosa pôs-se a chorar.

Marcha Soldado

Marcha soldado
Cabeça de papel
Quem não marchar direito
Vai preso pro quartel
O quartel pego fogo
A policia deu sinal
Acode, acode, acode a bandeira nacional

Alecrim

Alecrim, alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
Oi, meu amor,
Quem te disse assim,
Que a flor do campo
É o alecrim?

Se essa rua fosse minha

Se essa rua
Se essa rua fosse minha
Eu mandava
Eu mandava ladrilhar
Com pedrinhas
Com pedrinhas de brilhante
Para o meu
Para o meu amor passar

Leia também: