Negrinho do Pastoreio

Daniela Diana

O negrinho do pastoreio é um personagem do folclore brasileiro muita conhecido na região sul do país.

De origem africana e cristã, a lenda do negrinho do pastoreio surgiu provavelmente no século XIX.

História do Negrinho do Pastoreio

Negrinho do Pastoreio

Ainda no tempo da escravidão no país, reza a lenda que essa personagem foi um pequeno escravo que sofreu muito com os maus tratos de um fazendeiro.

Num determinado dia, o senhor pediu-lhe que cuidasse de alguns cavalos, porém um deles acabou fugindo.

Quando retornou, seu dono sentiu falta de um dos cavalos, denominado Baio e, com isso, resolveu castigar o negrinho.

Após sair em busca do cavalo perdido, o negrinho chega a encontrá-lo, porém, não conseguiu capturá-lo.

Dessa maneira, o senhor resolve castigar o garoto com muitas chibatadas e, além disso, lança-o num formigueiro. Perto da morte, o fazendeiro resolve deixar o garoto ali no formigueiro, certo de que já estava morto.

Entretanto, no dia seguinte, o próprio fazendeiro se depara com o garoto e fica perplexo, pois a criança não apresentava nenhum ferimento no corpo.

Além disso, ele estava montado no Baio, o cavalo perdido, e ao seu lado, estava a Virgem Maria, padroeira do garoto órfão.

Muito arrependido, o fazendeiro resolve pedir perdão, todavia, o negrinho sai galopando feliz e livre no cavalo Baio.

Noutra versão da lenda, o fazendeiro foi avisado por seu filho sádico que o negrinho, responsável por cuidar de 30 cavalos, deixou um deles fugir. Isso porque ele estava muito cansado e decidiu dormir.

Ao acordar, o pequeno escravo sentiu falta do cavalo, porém, o fazendeiro já sabia do ocorrido e resolveu castigar o negrinho.

A Lenda Atualmente

Atualmente, na região sul do país acredita-se que se algum objeto está perdido, o negrinho do pastoreio pode ajudar a encontrá-lo. Basta acender uma vela perto de um formigueiro e pedir com muita fé que objeto reaparecerá.

Veja origem de outras lendas:

Filme

O filme “O Negrinho do Pastoreio” (1973), dirigido por Antônio Augusto da Silva Fagundes, é um drama baseado na obra “Lendas do Sul” de Simões Lopes Neto.

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.