Período Simples e Composto

Márcia Fernandes

O período pode ser caracterizado pela presença de uma ou de mais orações, por isso, pode ser simples ou composto.

Período Simples - apresenta apenas uma oração, a qual é chamada de oração absoluta.

Exemplos:

  • acordamos.
  • Hoje está tão quente!
  • Preciso disto.

Período Composto - apresenta duas ou mais orações.

Exemplos:

  • Conversamos quando eu voltar.
  • É sua obrigação explicar o que aconteceu.
  • Descansou, passeou e fez o que mais quis nas férias.

O número de orações depende do número de verbos presentes num enunciado.

Classificação do Período Composto

Conforme a sua formação, o período composto é classificado em:

Período Composto por Coordenação - quando as orações são independentes entre si, ou seja, cada uma delas têm sentido completo.

Exemplos:

Levantou e começou a trabalhar.
Assaltou a loja e correu pela porta dos fundos.

Período Composto por Subordinação - quando as orações relacionam-se entre si.

Exemplos:

Espero terminar os enfeites até que os convidados comecem a chegar.
Fiz a receita mesmo sem saber quais ingredientes levava.

Período Misto - quando há a presença de orações coordenadas e subordinadas.

Exemplos:

Levantei, embora ainda estivesse cheio de sono.
Enquanto ele falar, nós vamos escutar.

Orações Coordenadas

As orações coordenadas podem ser sindéticas ou assindéticas, respectivamente, conforme são utilizadas ou não conjunções.

Exemplos:

Ora fala, ora não fala. (oração coordenada sindética, marcada pelo uso da conjunção “ora...ora”).
As aulas começaram, os deveres começaram e a preguiça deu lugar à determinação. (orações coordenadas assindéticas: “As aulas começaram, os deveres começaram”, oração coordenada sindética: “e a preguiça deu lugar à determinação”.)

As orações coordenadas sindéticas podem ser:

  • Aditivas: quando as orações expressam soma. Exemplo: Gosta de praia, mas também gosta de campo.
  • Adversativas: quando as orações expressam adversidade. Exemplo: Gostava do curso, contudo não havia vaga na sua cidade.
  • Alternativas: quando as orações expressam alternativa. Exemplo: Vai ele ou vou eu.
  • Conclusivas: quando as orações expressam conclusão. Exemplo: Estão de acordo, então vamos.
  • Explicativas: quando as orações expressam explicação. Exemplo: Fizemos o trabalho hoje porque tivemos tempo.

Orações Subordinadas

As orações subordinadas podem ser substantivas, adjetivas ou adverbiais, conforme a sua função.

Exemplos:

  • Substantivas: quando as orações têm função de substantivo. Exemplo: Espero que vocês consigam.
  • Adjetivas: quando as orações têm função de adjetivo. Exemplo: Os concorrente que dormem mais têm um desempenho melhor.
  • Adverbiais: quando as orações têm função de advérbio. Exemplo: À medida que crescem, aumentam as preocupações.

Leia também Período Composto e Frase, Oração e Período.

Exercícios

1. (UNIRIO) No período “Ah, arrulhou de repente a pomba, quando distinguiu, indignada, o pombo que chegava (...)”, as duas orações subordinadas são respectivamente:

a) adjetiva e adverbial temporal
b) substantiva predicativa e adjetiva
c) adverbial temporal e adverbial temporal
d) adverbial temporal e adverbial consecutiva
e) adverbial temporal e adjetiva

Alternativa e: adverbial temporal e adjetiva.

2. (FGV) Leia atentamente: “O vigilante guarda-noturno e o seu valente auxiliar, nunca esmoreceram no cumprimento do dever.” No período acima, a vírgula está mal colocada, pois separa:

a) o sujeito e o objeto direto
b) o sujeito e o predicado
c) a oração principal e a oração subordinada
d) o sujeito e o seu adjunto adnominal
e) o predicado e o objeto direto

Alternativa b: o sujeito e o predicado

3. (FUVEST) No período: “Era tal a serenidade da tarde, que se percebia o sino de uma freguesia distante, dobrando a finados.”, a segunda oração é:

a) subordinada adverbial causal
b) subordinada adverbial consecutiva
c) subordinada adverbial concessiva
d) subordinada adverbial comparativa
e) subordinada adverbial subjetiva

Alternativa b: subordinada adverbial consecutiva

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.