William Shakespeare

Daniela Diana

William Shakespeare foi um grande escritor e dramaturgo inglês. É considerado o poeta nacional da Inglaterra e o maior dramaturgo da literatura mundial.

Biografia

Retrato de Shakespeare

William Shakespeare nasceu na pequena cidade de Stratford-upon-Avon, Inglaterra, no dia 23 de abril de 1564.

Filho de John Shakespeare, subprefeito de Stratford, e de Mary Arden, William foi um dos mais influentes dramaturgos e poetas do mundo.

Ele foi agraciado com uma boa educação manifestando, desde cedo, seu talento artístico.

Casou-se com 18 anos, em 1582, com Anne Hathaway, e juntos tiveram três filhos: Susanna, Judith e Hamnet.

Foi na cidade de Londres que Shakespeare buscou oportunidades na área cultural. Após anos de trabalho, ele adquire a posição de escritor, dramaturgo e ator, tornando-se um homem rico e influente.

Em 1594, entrou para a "Companhia de Teatro de Lord Chamberlain" e, anos mais tarde, torna-se sócio do “Globe Theatre” (Shakespeare's Globe Theatre ou New Globe Theatre).

Esse teatro, próximo ao rio Tâmisa, em Londres, foi fundado por James Burbage, ator e empresário. Ele foi responsável por construir o primeiro Teatro de Londres o “TheTheatre”.

Teatro de Shakespeare

Globe Theatre em Londres, Inglaterra

Nesse espaço, erguido em 1899 em formato octogonal, Shakespeare encenou algumas de suas peças de teatro mais importantes, a saber: Hamlet e Rei Lear.

Entretanto, em 1613, durante a apresentação de uma peça, o Globe Theatre foi destruído pelo fogo.

Após o ocorrido, Shakespeare decide voltar para Stratford-upon-Avon e viver com sua família. Falece em sua cidade natal, no dia de seu aniversário de 52 anos, em 1616.

Obras e Características

Shakespeare possui uma vasta obra com cerca de 40 peças, divididas entre comédias, tragédias e peças históricas, bem como poemas narrativos e sonetos.

Embora sua obra poética seja muito conhecida, o artista adquiriu maior destaque na dramaturgia.

Durante 20 anos, abordou temas como o amor, os sentimentos, as questões humanas, sociais, políticas, sendo sua produção dramática dividida em três fases:

  • Primeira fase (1590-1602): escreveu peças históricas, tragédias em estilo renascentista e algumas comédias;
  • Segunda fase (1602-1610): ocupou-se em escrever tragédias e comédias;
  • Terceira fase (1610-1616): fase caracterizada por peças menos trágicas, de caráter conciliatório.

Na tragédia merece destaque as peças:

  • Romeu e Julieta
  • A Tempestade
  • Júlio César
  • Antônio e Cleópatra
  • Hamlet
  • Otelo
  • Rei Lear
  • Macbeth

Na comédia merecem destaque as peças:

  • A Comédia dos Erros
  • Os Dois Cavalheiros de Verona
  • Sonho de Uma Noite de Verão
  • O Mercador de Veneza
  • Muito Barulho Por Nada
  • Cimbelino
  • Noite de Reis
  • Como Quiserdes
  • A Megera Domada

Nas peças históricas destacam-se:

  • Ricardo II
  • Ricardo III
  • Henrique IV - Partes I e II
  • Henrique V
  • Henrique VI - Partes I, II e III
  • Henrique VIII
  • Rei João
  • Eduardo III

Na poesia destacam-se os poemas:

  • Vênus e Adônis (1593)
  • O Rapto de Lucrécia (1594)
  • Sonetos (1609)

Leia mais sobre o Teatro Renascentista.

Poemas de Shakespeare

Confira abaixo três sonetos de Shakespeare:

Soneto 10

Envergonha-te de negar que não ames,
Tu que és tão imprudente;
Aceita, se quiseres, ser amada por tantos,
Mas é certo que não ames ninguém;

Pois tens um ódio tão mortal,
Que apenas contra ti mesma não conspiras,
Buscando arruinar este nobre teto,
Que tanto desejas consertar:

Ah, muda teu pensamento que mudarei o meu!
Deve o ódio ter mais reservas do que o amor?
Sê como tua presença, gentil e graciosa;

Ou a ti, ao menos, te proves amável,
Sê outra pelo amor que tens por mim,
Para que a beleza continue a viver em ti.

Soneto 12

Quando conto as horas que passam no relógio,
E a noite medonha vem naufragar o dia;
Quando vejo a violeta esmaecida,
E minguar seu viço pelo tempo embranquecida;

Quando vejo a alta copa de folhagens despida,
Que protegiam o rebanho do calor com sua sombra,
E a relva do verão atada em feixes
Ser carregada em fardos em viagem;

Então, questiono tua beleza,
Que deve fenecer com o vagar dos anos,
Como a doçura e a beleza se abandonam,

E morrem tão rápido enquanto outras crescem;
Nada detém a foice do Tempo,
A não ser os filhos, para perpetuá-lo após tua partida.

Soneto 53

De que substância és feita,
Que milhões de estranhas sombras te envolvem?
Como todos têm, cada um, a sua sombra,
E tu, sozinha, podes emprestar a elas.

Descreve Adônis, cuja imitação
É parcamente feita à tua imagem;
E sobre o rosto de Helena toda arte da beleza se define,
E tu, em mosaicos gregos, de novo és pintada;

Fala da primavera, e do frescor do ano;
Aquela que exibe a sombra de tua formosura,
E o outro, como teu coração se assemelha,

E tu, em toda forma abençoada e conhecida.
Tomas parte de toda graça visível,
Mas, nem tu, nem ninguém mantém fiel o coração.

Frases de Shakesperare

  • Somos feitos da mesma matéria que nossos sonhos.”
  • Herege não é aquele que arde na fogueira e sim aquele que a acende.”
  • O destino é o que baralha as cartas, mas nós somos os que jogamos.”
  • O amor é a única loucura de um sábio e a única sabedoria de um tolo.”
  • Eu aprendi, que ninguém é perfeito, até que você se apaixone por essa pessoa.”
  • Aprendi que deveríamos ser gratos a Deus por não nos dar tudo que lhe pedimos.”

Curiosidades

  • Visto sua influência até os dias atuais, as peças escritas por Shakespeare são as mais encenadas no mundo.
  • A célebre frase filosófica “Ser ou não ser, eis a questão” (em inglês “To be, or not to be, that is the question”) foi escrita por Shakespeare na tragédia Hamlet (1599-1601).

Leia também: 10 filmes baseados na obra de Shakespeare.

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.