Xenófanes

Juliana Bezerra

Xenófanes de Cólofon foi poeta e filósofo grego pré-socrático. É considerado um dos fundadores da Escola Eleática.

Biografia

XenófanesEstátua de Xenófanes em Viena, Áustria

Xenófanes nasceu em 570 a.C. na cidade de Cólofon (atual Turquia), na Jônia, na região da Ásia menor. Passou a viver sua vida na Sicília, quando os persas invadiram a Grécia.

Permaneceu exilado no sul da Itália, visitando diversas cidades. Na sua longa caminhada, tornou-se um homem muito sábio e admirado.

Escreveu diversas poesias as quais atualmente, podemos encontrar alguns trechos. Estudos afirmam que ele visitava os lugares e recitava suas poesias.

Foi portanto, no sul da Itália que ele e outros pensadores fundaram a Escola Eleática. Além dele, destacam-se na escola os filósofos gregos Parmênides e Zenão.

Xenófanes foi mestre de Parmênides de Eleia, um dos mais importantes filósofos da filosofia antiga. Os pré-socráticos recebem esse nome pois antecederam um dos maiores filósofos gregos: Sócrates.

Esse período, chamado de naturalista, foi o primeiro de desenvolvimento da Filosofia Grega, que ocorreu entre os séculos VII ao V a.C. Xenófanes teve uma vida longa, falecendo por volta de 475 a.C., com mais de 90 anos.

Principais Ideias

Xenófanes, como a maioria dos filósofos pré-socráticos, focou seus estudos na natureza e por esse motivo, são também chamados de “filósofos da physis”.

Decerto que os pré-socráticos buscavam encontrar respostas para a origem do mundo e dos homens nos elementos e fenômenos da natureza. Segundo Xenófanes, o ser humano era composto de terra e água.

Desenvolveu diversas ideias relacionadas com a teologia. Sendo assim, defendeu a Unidade de Deus, o qual seria a essência de todas as coisas.

Segundo ele, Deus era um ser perfeito, absoluto, superior e diferente dos homens, argumentando que ele era abstrato e não possuía formas humanas.

Diante disso, criticou o antropomorfismo (forma humana) e os deuses da mitologia grega. Xenófanes não conseguia acreditar na ideia de proximidade entre Deus e o homem.

Portanto, para ele era incoerente a ideia de que Deus fosse descrito com características humanas (físicas e psicológicas)

Disseminou a importância do saber, que segundo ele, era mais importante que a aparência. De acordo com Xenófanes, o progresso somente seria conquistado pela sabedoria dos homens. Ademais, ele era a favor dos prazeres humanos, contanto que fossem moderados.

Saiba mais sobre outros Filósofos Pré-Socráticos.

Frases

Confira abaixo algumas frases de Xenófanes que traduzem parte de seu pensamento:

  • É preciso um sábio para reconhecer um sábio.”
  • Não é justo usar a força contra a sabedoria.”
  • O que de belo e honesto os deuses não concedem aos homens senão o poder de muito trabalho e persistência.”
  • Os etíopes dizem que os seus deuses são de pele escura e possuem o nariz achatado, os trácios, que os seus são loiros e de olhos azuis.”
  • Se os bois e os cavalos tivessem mãos e pudessem pintar e produzir obras de arte similares às do homem, os cavalos pintariam os deuses sob forma de cavalos e os bois pintariam os deuses sob forma de bois.”

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.