Carta Pessoal


A Carta Pessoal é um tipo de texto epistolar utilizado geralmente entre indivíduos que apresentem certa aproximação (amigos, familiares, etc.).

Ainda que seja pouco utilizada atualmente, visto a expansão da tecnologia (e-mail, redes sociais, etc.), há pessoas que preferem escrever no papel (texto manuscrito) e enviar as cartas via correio.

Carta PessoalCarta Manuscrita

Assim, quando enviamos pelo correio, o nome do destinatário e as informações do endereço, CEP, cidade e Estado aparecem na frente do envelope.

Já na parte de trás, deverá estar o nome do remetente, seguido do endereço (rua, avenida, número e bairro), além do CEP (Código de Endereçamento postal), cidade e Estado.

Dependendo da pessoa a quem se destina, a linguagem utilizada na carta pessoal pode ser uma linguagem mais despretensiosa (coloquial e informal) ou mais preocupada com as normas gramaticais (linguagem formal).

Assim, se a carta for destinada a uma pessoa próxima é provável que apresente vícios e figuras de linguagem, bem como gírias e expressões populares.

No entanto, se for uma carta destinada ao diretor da escola, por exemplo, expressões de formalidade serão incluídas, por exemplo, frases de cordialidade (atenciosamente, cumprimentos, etc.), além de seguir as normas gramaticais da língua.

Características

As principais características da carta pessoal é:

  • Presença de destinatário (interlocutor) e remetente (locutor)
  • Uso de linguagem formal ou informal
  • Texto de ordem sentimental e subjetiva
  • Texto geralmente breve
  • Escritos na primeira pessoa do singular
  • Tema livre (seja fatos do cotidiano, acontecimentos)

Estrutura

Dependendo da proximidade entre o destinatário e o remetente, as cartas pessoais não seguem uma estrutura padrão. No entanto, vale lembrar que como gênero epistolar ela apresenta uma estrutura básica:

  • Local e Data: são colocados acima de qualquer informação.
  • Vocativo: o nome do destinatário aparece logo abaixo do local e da data. Pode também ser substituído (ou estar junto ao nome) por expressões de saudações (caro amigo, tia querida, etc.).
  • Corpo do texto: conta com a introdução, desenvolvimento e conclusão do que se pretende informar.
  • Despedida: saudações do remetente que podem ser de cunho formal ou informal, por exemplo, “atenciosamente” ou “beijos carinhosos e forte abraço”
  • Assinatura: para finalizar a carta, o remetente assina seu nome abaixo das saudações de despedida. Nas cartas pessoais geralmente é escrito somente o primeiro nome.

Exemplos

Para compreender melhor esse tipo de texto, segue abaixo dois exemplos de Carta Pessoal. A primeira é destinada a um amigo e por isso contém uma linguagem informal, e a segunda destinada ao diretor da escola apresenta a linguagem culta ou formal:

Exemplo 1

São Paulo, 12 de janeiro de 2015

Amiga querida,

Estive pensando muito em você esses dias e resolvi lhe mandar uma carta para falar sobre o ocorrido naquela noite. Antes de mais nada, quero ressaltar que a Ana estava de olho no Adriano desde o início da festa (e já sabemos que antes disso!!!).

Como você não estava presente, ele aproveitou o momento para chegar nela. Todo mundo viu eles ficando e isso foi uma surpresa para todos. Quero que saiba que quando precisar conversar conte comigo. Estarei aqui sempre que precisar! Podemos combinar um cafezinho esses dias. O que acha? Tenho muitas saudades de nossas conversas Bia!

Te adoro demais!!!

Beijos grandes e enormes abraços!!!

Espero ansiosa sua resposta!!!

Carol

PS: Até quando você fica na cidade? O Davi está agora na praia, mas chega dia 15. Uhuuu!!!

Exemplo 2

Brasília, 15 de fevereiro de 2014

Caro Diretor,

Venho por meio desta solicitar o espaço exterior para realizar a feira de ciências organizada pela turma do 9° ano que ocorrerá dia 20 de fevereiro na Escola Estadual José Alvim.

Visto a importância desse evento e a impossibilidade de o realizar na sala de aula, pedimos encarecidamente o espaço externo.

Desde já agradecemos a atenção!

Atenciosamente,

Aluno Representante do 9° ano.

Curiosidade: Você sabia?

A Sigla "P.S." que apresenta uma informação abaixo de todo o texto, significa pós-escrito ou escrito depois (em latim, Post Scriptum).

Trata-se, portanto, de uma observação que o escritor não acrescentou ao corpo de texto e deseja adicionar.

Para complementar sua pesquisa, leia também os artigos:

Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.