Como se Formam os Gêmeos?


Os gêmeos nascem a partir de um fenômeno embriológico, donde a gestação de uma mãe resulta na formação de duas (ou mais) crianças ao invés de uma, chamada de gravidez gemelar.

Ou seja, trata-se de fecundações que geram dois ou mais embriões. No entanto, podem nascer três (trigêmeos), quatro (quadrigêmeos), cinco (quíntuplos), seis (sêxtuplos), sete (sétuplos) ou oito (óctuplos) filhos. Geralmente o parto de gêmeos é a cesariana devido a posição dos bebês e eles podem nascer com diferenças de horas.

A formação dos gêmeos podem ocorrer de duas maneiras, ou seja, se nascerem idênticos são monozigóticos, se nascerem com caraterísticas físicas diferentes, são dizigóticos. Muitas histórias giram em torno desse tipo de formação, por exemplo, das sensações que compartilham durante a vida.

Tipos de Gêmeos

Há dois tipos de gêmeos, a saber:

Gêmeos Univitelinos

Como se Formam os Gêmeos?Gêmeas Univitelinas

Os gêmeos univitelinos (monozigóticos) ou verdadeiros são aqueles que nascem idênticos e portanto, são sempre do mesmo sexo. Para que isso ocorra, um único óvulo é fecundado por um só espermatozoide com posterior divisão do zigoto (célula-ovo), donde o óvulo se divide, formando assim dois (ou mais) embriões.

Esses gêmeos de semelhança fisionômica apresentam o mesmo genoma (DNA), sendo assim, clones um do outro, além de compartilharem a mesma placenta (somente de 10% a 15% dos gêmeos idênticos têm placentas separadas). No entanto, eles possuem digitais e personalidades diferentes.

Algumas complicações podem ocorrer com a divisão do óvulo dos gêmeos monozigóticos, o qual para no meio do processo de divisão celular e os embriões acabam se fundindo, resultando no compartilhamento de partes do corpo (seja cabeça, tronco, nádegas ou membros) e muitas vezes de órgãos internos.

Esse evento muito raro é denominado de gêmeos conjuntos, coligados, xifópagos ou siameses, entretanto, com o avanço da medicina, atualmente muitos deles podem ser separados.

Gêmeos Bivitelinos

Como se Formam os Gêmeos?Gêmeos Bivitelinos

Os gêmeos bivitelinos (dizigóticos) ou multivitelinos são aqueles que nascem com aparências distintas. Também chamados de gêmeos fraternos ou falsos, eles são gerados por dois óvulos e dois espermatozoides e por isso são dizigóticos (apresentam dois zigotos ou células-ovo), formando dois embriões.

Curioso notar que eles podem apresentar sexos diferentes, ou seja, nascer uma menina e um menino. Diferente dos gêmeos idênticos, estes podem apresentar cerca de 50% de identificação entre os genomas donde são desenvolvidos geralmente por duas bolsas amnióticas e duas placentas.