Constante de Faraday


A Constante de Faraday é uma das constantes elementares da Física que representa a carga molecular A.

Representada pela letra F, a Constante de Faraday recebeu este nome em homenagem ao físico e químico inglês Michael Faraday (1791-1867).

A Constante de Faraday é o resultado da multiplicação do Número de Avogadro (NA) pela carga elétrica do elétron (e) e o seu valor em unidades.

F = 96485,33289(59) C mol-1

Leis de Faraday

O cientista Michael Faraday propôs regras para a compreensão da eletrólise a partir de experimentos divulgados em 1834. A eletrólise é o processo em que a corrente elétrica determina reações químicas. Pelo conhecimento desse processo, o cientista propôs as chamadas leis da eletrólise ou Leis de Faraday.

As Leis de Faraday ajudam na compreensão da massa corroída e do processo de eletrodecomposição dos minérios.

Primeira Lei de Faraday

A Primeira Lei de Faraday aponta que "a massa de um elemento, depositada durante o processo de eletrólise, é diretamente proporcional à quantidade de eletricidade que atravessa a célula eletrolítica".

Constante de Faraday

Na equação, Q representa a carga elétrica medida em coulombs (C). A letra i representa a corrente elétrica, cuja unidade de medida o ampère (A). E, por fim, a letra t está representando o intervalo de tempo da passagem da corrente elétrica em segundos (s).

Segunda Lei de Faraday

A Segunda Lei de Faraday indica que "as massas de vários elementos, quando depositadas durante a eletrólise pela mesma quantidade de eletricidade, são diretamente proporcionais aos respectivos equivalentes químicos".

Constante de Faraday

Michael Faraday

O físico e químico Michael Faraday nasceu em Newington, na Inglaterra, em 22 de setembro 1791 e morreu em Hampton Court em 25 de agosto de 1896. Seus estudos possibilitaram o conhecimento de fenômenos da eletricidade, eletroquímica e magnetismo.

Atuou no campo da matemática avançada e seus estudos serviram como base para o desenvolvimento da engenharia. Entre suas principais contribuições está a invenção do gerador elétrico e do transformador elétrico.

Em seus trabalhos na Química, descobriu o benzeno. Além disso, produziu os primeiros cloretos, o C2C16 e o C2C14, compostos importantes que contribuíram para os avanços da metalurgia e da metalografia.

Ainda na Química, foi o responsável pela fundação da eletroquímica e criou os termos eletrólito, ânodo, catodo, eletrodo e íon.

Entenda o que é Gaiola de Faraday.