Crase facultativa

Márcia Fernandes

Você já sabe que existem regras para usar a crase. Ela pode ser usada em certas situações, no entanto, não deve ser empregada em outras.

Agora, vamos falar quando o uso da crase é facultativo. É simples, porque são apenas três os casos. Vamos a eles?

Quando a crase é facultativa

1. Depois da preposição “até”

Exemplos:

  • Vou até a faculdade agora. OU Vou até à faculdade agora.
  • Vamos até a feira? OU Vamos até à feira?
  • Fui até a loja de manhã. OU Fui até à loja de manhã.

Explicação:

A crase é a junção da preposição "a" com o artigo "a". Para não escrever “Vou a a praia”, usamos o acento grave para indicar essa soma (a + a).

Bem, “até” é preposição e, sendo assim, não há soma de “a + a”: Vou até a faculdade.

Mas, também podemos dizer “até a”. “Até a” é uma locução prepositiva e, neste caso, há a soma de “a + a”: “Vou até a a faculdade” é o mesmo que “Vou até à faculdade”.

Por isso, as duas formas estão corretas: “até a” ou “até à”.

Leia:

1.1. “Até” antes de horas

Antes da indicação de um horário usamos crase, mas se antes das horas vier a preposição “até”, o seu uso é facultativo.

Exemplos:

  • Chegarei ao restaurante até as 20h. OU Chegarei ao restaurante até às 20h.
  • O médico atenderá o paciente até as 14h. OU O médico atenderá o paciente até às 14h.
  • Até as 11h devo ligar para você. OU Até às 11h devo ligar para você.

2. Antes dos nomes próprios femininos

Exemplos:

  • Custa a Maria ver o filho sofrer. OU Custa à Maria ver o filho sofrer.
  • Obedeça a Joana! OU Obedeça à Joana!
  • Informou a Ana. OU Informou à Ana.

Explicação:

O uso do artigo é facultativo antes de nomes próprios femininos:

  • Maria é uma simpatia. OU A Maria é uma simpatia.
  • Joana é inglesa. OU A Joana é inglesa.
  • Ana está atrasada. OU A Ana está atrasada.

Uma vez que não haja artigo “a” haverá apenas a presença da preposição “a”, logo, não há crase.

No entanto, se considerarmos a preposição e o artigo (a + a), então há crase. Ambas opções estão corretas.

3. Antes dos pronomes possessivos

Exemplos:

  • Não iremos a tua casa. OU Não iremos à tua casa.
  • Querem assistir a nossa reportagem? OU Querem assistir à nossa reportagem?
  • Vamos a minha casa! OU Vamos à minha casa!

Explicação:

O uso do artigo também é facultativo antes dos pronomes possessivos. É por isso que antes deles o uso ou não da crase está correto:

  • Tua casa é bonita. OU A tua casa é bonita.
  • Nossa reportagem está ótima. OU A nossa reportagem está ótima.
  • Minha casa está uma bagunça! OU A minha casa está uma bagunça!

Para lembrar: os pronomes possessivos femininos são: minha(s), tua(s), sua(s), nossa(s), vossa(s).

Exercícios

Indique as frases em que o uso da crase é facultativo.

  1. Hoje vou à faculdade.
  2. Entregou o livro à Maria?
  3. Ofereceram flores à sua mãe.
  4. A briga foi prejudicial à nossa relação.
  5. Acho que vamos chegar após as 2h.
  6. Regressamos até às 11 da noite.
  7. Que tal irmos até à casa do João?
  8. Ficou frente a frente com a sua cantora favorita.
  9. Vou à Itália nas férias.
  10. Passa a vida a falar mal.

O uso da crase é facultativo nas seguintes frases:

  • 2 - porque vem antes de um nome próprio feminino (Maria).
  • 3 e 4 - porque vem antes de pronomes possessivos (sua e nossa).
  • 6 e 7 - porque vem depois da preposição "até".

Saiba mais sobre a crase:

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.