Dia da Língua Portuguesa

Márcia Fernandes

O Dia da Língua Portuguesa, também chamado de Dia da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, é comemorado em 5 de maio.

Esse é o dia internacional, pois todos os países cuja a língua materna é o português (os chamados lusófonos) celebram essa data.

São eles: Brasil, Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

bandeira da CPLP
Bandeira dos países que fazem parte da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa)

Além desse, há o Dia Nacional da Língua Portuguesa, que também é o dia da cultura brasileira, comemorado em 5 de novembro no Brasil.

Como surgiu a data?

A escolha da data decorre do dia do nascimento de Rui Barbosa, escritor e político brasileiro que se dedicou profundamente ao estudo da língua.

É assim desde a entrada em vigor da Lei n.º 11.310, de 12 de junho de 2006, a qual instituiu essa data comemorativa.

A comemoração do dia 5 de maio, por sua vez, foi criada em Cabo Verde no ano 2009.

Em Portugal, os portugueses reservam o dia 10 de junho, Dia de Portugal e feriado nacional, para celebrar a língua portuguesa. Foi nesse dia que, em 1580, um dos maiores poetas da nossa língua, Luís de Camões, faleceu.

Atividades para o dia

Com o objetivo de celebrar o uso de um dos idiomas mais falados no mundo, os países lusófonos costumam desenvolver atividades que têm como centro a valorização da língua portuguesa.

Assim, são promovidos encontros com escritores, conferências, apresentação de peças de teatro, transmissão de filmes, recitação de poesia, entre outros.

Nas escolas, os professores podem organizar atividades como:

  • realizar a semana da língua portuguesa, com uma gama de atividades
  • passar filmes ou documentários sobre história da língua portuguesa
  • propor alguns desafios de trava-línguas
  • fazer concursos de redação ou poesia
  • reunir os estudantes e realizar encenações teatrais sobre o tema

Homenagens à Língua Portuguesa

Frases

  • "Minha pátria é a língua portuguesa." (Fernando Pessoa)
  • "Suas palavras, mesmo em alto e bom português, parecem não mais falar minha língua." (Gabito Nunes)
  • “A língua fala por si. A importância de tratar da língua seja através dos museus, dos programas, dos acordos ortográficos, seja através dos processos de liberalização das falas novas, a língua é importante. A língua é nossa mãe. O museu cuida de todos os aspectos da língua escrita, falada, da língua dinâmica, a língua da interação, a língua do afeto, a língua do gesto, e de tudo isso este museu vai cuidar.” (Gilberto Gil)

Poema

Língua Portuguesa

“Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela

Amo-se assim, desconhecida e obscura
Tuba de algo clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela,
E o arrolo da saudade e da ternura!

Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,

Em que da voz materna ouvi: "meu filho!",
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem brilho!”

(Olavo Bilac)

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.