Exercícios sobre a República Velha

Juliana Bezerra

A República Velha, também conhecida como Primeira República ou República Oligárquica, é o período compreendido entre 1889 a 1930, na história do Brasil.

Foi um momento de importantes mudanças políticas, sociais e econômicas, onde o país deixava de ser rural para urbano, monáquico para republicano.

Por isso é um conteúdo sempre cobrado nas questões de vestibular e no Enem. Pensando nisso preparamos uma série de dez questões com o gabarito comentado para você revisar o conteúdo e testar seus conhecimentos sobre o tema. Bom estudo!

Questão 1

“O Brasil entra no século XX como 17 318 556 milhões de habitantes (...) e deles faz parte um elemento recente, os mais de 800 mil imigrantes europeus que ingressaram no país só nas últimas décadas.” (100 Anos de República - Um retrato Ilustrado da História do Brasil. 1889-1903. vol.1. Ed. Abril. São Paulo, 1989)

A imigração marcou a fisionomia do Brasil e os contingentes de imigrante, nesta época, vieram principalmente dos seguintes países:

a) Itália e Alemanha
b) Espanha e Irlanda
c) Estados Unidos e Japão
d) Itália e França

Alternativa correta: a) Itália e Alemanha

Por conta das guerra de unificação, muitos italianos e alemães tiveram que deixar suas terras e buscar outro país para viver. Vários deles se dirigiram à Argentina, Estados Unidos e Brasil.

b) ERRADA. A migração de espanhóis só ocorreu de forma intensa após a Primeira Guerra e a de irlandeses nunca foi expressiva no Brasil.
c) ERRADA. Os japoneses sim foram uma nacionalidade que migrou com força ao Brasil, mas não os estadunidenses.
d) ERRADA. Os italianos vieram em grandes ondas ao Brasil para se fixar no país, mas não os franceses que vinham de forma pontual e nunca em quantidades significativas.

Questão 2

A República Velha (1894-1930) foi caracterizada por:

a) Por um período de paz completa em todo território nacional.
b) Pela alternância de poder entre os partidos estaduais realizado pelo sufrágio universal masculino.
c) Por uma ascensão social dos libertos pela lei de 13 de maio de 1888.
d) Pela dominação das elites agrárias estaduais, especialmente as de São Paulo e Minas Gerais.

Alternativa correta: d) Pela dominação das elites agrárias estaduais, especialmente as de São Paulo e Minas Gerais.

As oligarquias estaduais paulista e mineira dominaram a cena política do Brasil durante todo período da República Velha ou Primeira República, de 1889-1930.

a) ERRADA. Nunca houve um período de paz completa no país, pois aconteceram várias revoltas neste período.
b) ERRADA. Minas Gerais e São Paulo dominavam o cenário político no Brasil neste período e não houve alternância de poder entre os diferentes estados brasileiros.
c) ERRADA. Os libertos pela Lei Áurea (assinada em 13.05.1888) não foram incorporados à República como cidadãos de pleno direito.

Questão 3

Observe atentamente o cartaz abaixo:

Cartaz de uma fábrica de café do Rio Grande do Sul

Assinale a alternativa correta sobre a economia no Brasil neste período:

a) As atividades econômicas principais eram o cultivo do café e a fabricação da borracha, sem espaço para a indústria.
b) Observa-se um movimento de migração da cidade para o campo, por conta da malha ferroviária desenvolvida desde o séc. XIX.
c) O café era o principal produto de exportação e as primeiras indústrias se implantavam nas grandes cidades.
d) A principal atividade industrial deste período era a pesada.

Alternativa correta: c) O café era o principal produto de exportação e as primeiras indústrias se implantavam nas grandes cidades.

a) ERRADA. Apesar do café e da borracha serem os grandes produtos de exportação neste período, a indústria começava dar os primeiros passos no Brasil.
b) ERRADA. O movimento de migração ocorria do campo para a cidade e não o contrário.
d) ERRADA. A principal atividade industrial nesta época foi a de transformação e não a pesada.

Questão 4

"Ao fim de uma madrugada e confusa, de 14 para 15 de novembro de 1889, vários grupos militares de oposição concentraram-se diante do Ministério do Exército do Rio de Janeiro (onde estava reunido o governo imperial) e seu protesto culminou com a proclamação da República pela mais importante figura militar do país, o marechal Deodoro da Fonseca." (100 Anos de República - Um retrato Ilustrado da História do Brasil. 1904-1918. vol.2. Ed. Abril. São Paulo, 1989)

O início da República no Brasil foi descrito, desde sua fundação, como uma “proclamação”. No entanto, cada vez mais, os historiadores preferem o termo “golpe de Estado”, pois:

a) A república foi implantada por grupos apoiados por forças internacionais.
b) Não houve participação popular e foi dirigido contra um governo constitucional.
c) A intenção primeira era derrubar o gabinete do visconde Ouro Preto e não proclamar um novo regime.
d) Foi realizada durante a madrugada e não à luz do dia.

Alternativa correta: b) Não houve participação popular e foi dirigido a um governo constitucional.

Um golpe de estado é definido quanto um governo legitimamente constituído é destituído de forma violenta e sem participação dos cidadãos, como foi o caso da República do Brasil.

a) ERRADA. A República não foi implantada com auxílio de grupos estrangeiros.
c) ERRADA. A intenção primeira dos militares era esta, mas o motivo pelo qual é considerado um golpe de estado não está explicado nesta sentença.
d) ERRADA. Esta frase está incompleta, pois o fato da monarquia ter sido derrubada de dia ou de noite, não seria suficiente para ser classificada como um golpe de estado.

Questão 5

As revoltas de Canudo e Contestado, durante a República Velha, apesar de acontecerem em pontos distantes da geografia nacional, são semelhantes em suas causas. Assinale a alternativa correta que expressa esta coincidência:

a) Tanto Canudos, na Bahia, quanto Contestado, no sul, lutavam pela derrubada no regime republicano.
b) Ambas as revoltas foram causadas por pessoas que se sentiam excluídas da República e que não notaram melhorias em suas condições de vida.
c) Tratou-se de um levante organizado por ex-escravos que pediam equiparação de direitos civis com os brancos.
d) Os dois acontecimentos foram capitaneados por militares que insuflaram a população pobre contra a República recém-instaurada.

Alternativa correta: b) Ambas as revoltas foram causadas por pessoas que se sentiam excluídas da República e que não sentiram melhorias em suas condições de vida.

As revoltas de Canudos e Contestado foram a resposta da população marginalizada contra o novo regime que nada fez para melhorar a situação dos latifúndios no campo e que perpetuava péssimas condições de vida.

a) ERRADA. Embora houvesse elementos antirrepublicanos nestas revoltas, este não foi o motivo principal do levante.
b) ERRADA. Estas revoltas não foram realizadas exclusivamente por ex-escravos e estes sempre tiveram, no papel, os mesmos direitos que os brancos.
d) ERRADA.As lideranças de ambos os movimentos eram populares e não militares.

Questão 6

O tenentismo dominou a cena política brasileira na década de 20. Um dos movimentos que podemos ver sua influência é:

a) Revolta da Chibata
b) Revolta da Vacina
c) Revolta da Armada
d) Revolta dos 18 do Forte

Alternativa correta: d) Revolta dos 18 do Forte

Esta revolta foi realizada por tenentes aquartelados no Rio de Janeiro,em 1922, que se revoltaram e pediam maior participação política dos oficiais do Exército, tal qual pregava o tenentismo. Terminaram presos e fuzilados.

a) ERRADA. Este levante foi realizado por marinheiros contra as más condições trabalho e os castigos físicos na Marinha, em novembro de 1910, no Rio de Janeiro.
b) ERRADA. Revolta popular contra a imposição da vacina obrigatória, no Rio de Janeiro, em 1904.
c) ERRADA. Ocorrida no Rio de Janeiro, em 1891-1894, contra os governos de Marechal Deodoro e Floriano Peixoto.

Questão 7

A Semana de Arte de São Paulo, em 1922, provocou uma inflexão nas artes do Brasil, porque:

a) Introduziu conceitos da vanguarda europeia no cenário artístico brasileiro.
b) Reafirmou a estética do realismo socialista na obra de artistas como Tarsila do Amaral e Anita Mafalti.
c) Impôs a reflexão nacionalista ligada aos movimentos de direita que começavam a surgir na Europa como o fascismo.
d) Consagrou a estética do saudosismo ao privilegiar o passado como tema das obras artísticas.

Alternativa correta: a) Introduziu conceitos da vanguarda europeia no cenário artístico brasileiro.

A Semana de Arte Moderna de 1922 foi uma grande mostra dos artistas brasileiros que haviam incorporado as ideias das vanguardas europeias às artes brasileiras.

a) ERRADA. O realismo socialista ainda não havia sido criado e, portanto, não participou da Semana de Arte de 1922.
c) ERRADA. O fascismo engatinhava na Europa e embora já houvesse alguns adeptos no Brasil, não teve participou neste evento.
d) ERRADA. O modernismo olhava para o futuro e não para o passado.

Questão 8

Descontentes com os candidatos apoiados pelo presidente Washington Luís, um grupo de oligarcas dissidentes criou uma chapa eleitoral chamada Aliança Liberal, encabeçada por Getúlio Vargas que prometia reformas.

Júlio Prestes, natural sucessor do presidente, acabou ganhando as eleições, mas a Aliança Liberal e parte do Exército pegaram em armas no acontecimento batizado de “Revolução de 30”. Assinale a consequência deste levante para o Brasil:

a) Instituição do Estado Novo.
b) Começo da ditadura militar.
c) Fim do governo das oligarquias estaduais.
d) Ascensão de um regime de centro-esquerda.

Alternativa correta: c) Fim do governo das oligarquias estaduais.

O golpe de estado liderado por Getúlio Vargas, em 1930, inaugurou uma época de centralização política e afastamento das oligarquias estaduais do governo federal no Brasil.

a) ERRADA. O Estado Novo começaria em 1937 e não em 1930.
b) ERRADA. A ditadura militar se iniciou em 1964 e não em 1930.
d) ERRADA. O governo que começou com a Revolução de 30 não era de centro-esquerda e sim nacionalista e de direita.

Questão 9

"Trata-se de uma estratégia muito usada em hábitos políticos coronelistas, em que, por exemplo, os eleitores trocavam seu voto por um favor, como um bem material (sapatos, roupas, chapéus etc.) ou algum tipo de serviço (atendimento médico, remédios, verba para enterro, matrícula em escola, bolsa de estudos etc.)."

Adaptado de JusBrasil. Consultado em 05.08.2020.

O trecho acima descreve uma prática eleitoral da República Velha denominada:

a) Voto secreto
b) Voto de cabresto
c) Voto censitário
d) Voto aberto

Alternativa correta: b) Voto de cabresto

O voto de cabresto era uma prática recorrente na Primeira República. "Cabresto" é um instrumento utilizado para submeter um animal e os "coronéis" faziam exatamente isso com o eleitorado, indicando qual deveria ser o candidato que estes deveriam votar nas eleições. Em troca, ganhavam algo que necessitavam de forma imediata, como descrito no texto.

a) ERRADA. O voto secreto não encaixa na descrição do texto, que fala de troca de favores por votos.
c) ERRADA. Era uma prática que existia no Brasil Império e em algumas repúblicas onde o direito ao voto estava condicionado à renda, algo que não é mencionado no texto.
d) ERRADA: Pressupõe um voto não-secreto, onde todos sabem qual candidato foi votado.

Questão 10

Quando a Primeira Guerra Mundial (1914-1918) é deflagrada, o Brasil adora uma postura de neutralidade. No entanto, três anos mais tarde, decide declarar guerra à Alemanha. Assinale a alternativa que explique esta postura do Brasil:

a) O Brasil segue a postura de neutralidade dos Estados Unidos, porém muda de opinião quando este é atacado pelos alemães.
b) O governo brasileiro prefere não contrariar a numerosa colônia germânica no sul do país e se declara neutro, contudo opta pela beligerância quando navios mercantes são atacados pelos submarinos alemães.
c) O Brasil prefere a neutralidade seguindo as recomendações dos chanceleres da América. No entanto, entra na guerra ao ver suas águas territoriais ameaçadas com a proximidade da Marinha alemã.
d) O país escolhe a neutralidade por causa dos negócios que mantinha com a Alemanha, mas declara a guerra quando esta afunda navios brasileiros.

Alternativa correta: d) O país escolhe a neutralidade por causa dos negócios que mantinha com a Alemanha, mas declara a guerra quando esta afunda navios brasileiros.

O Brasil tinha uma boa relação com o Império alemão e não teria porque declarar-lhe guerra. Porém, quando submarinos alemães afundam navios mercantes brasileiros, passam ao estado beligerante e entram no confronto.

a) ERRADA. O Brasil mudou de opinião porque navios mercantes brasileiros foram afundados e, por isso, declarou guerra à Alemanha.
b)ERRADA. O fato de possuir uma grande colônia de origem germânica não influenciou a decisão do Brasil em manter-se neutro no conflito.
c) ERRADA. A recomendação dos chanceleres só veio na Segunda Guerra e o Brasil não se viu ameaçado pela Marinha alemã.

Temos mais textos sobre o assunto para você:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.