Flexão dos Adjetivos

Márcia Fernandes

A Flexão dos Adjetivos pode acontecer de três formas: em gênero (uniforme e biforme), em número (singular e plural) e em grau (comparativo e superlativo).

Flexão de Gênero

Quanto ao gênero, os adjetivos se classificam em uniformes e biformes.

Uniformes

Os uniformes apresentam a mesma forma tanto para o masculino como para o feminino.
Exemplos: inteligente, amável, feliz.

Biformes

Os biformes apresentam uma forma diferente para o masculino e outra para o feminino.
Exemplos: atencioso-atenciosa, engraçado-engraçada, ativo-ativa.

Formação

A flexão de gênero, geralmente, é feita da seguinte forma:

  • os adjetivos terminados em -o (masculino) mudam para -a (feminino).
  • os adjetivos terminados em -ês, -or e -u (masculino) mudam para -a (feminino).
  • os adjetivos terminados em -ão (masculino) mudam para -ã ou -oa (feminino).
  • os adjetivos terminados em -eu (masculino) mudam para -eia (feminino).
  • os adjetivos terminados em -éu (masculino) mudam para -oa (feminino).

Flexão de Número

Quanto ao número, os adjetivos podem assumir a forma singular ou plural. A sua formação se assemelha a dos substantivos.

Formação

O plural dos adjetivos obedece as seguintes regras:

Regras Exemplos
Adjetivos terminados em a, e, o, u, acrescenta-se o -s. bonita-bonitas, leve-leves, comprido-compridos.
Adjetivos oxítonos, plural em -is. azul-azuis, anil-anis, gentil-gentis.
Adjetivos oxítonos terminados em -el, plural em -éis. fiel-fiéis, cruel-cruéis.
Adjetivos não-oxítonos terminados em -el, plural em -eis. incrível-incríveis, invencível-invencíveis, aceitável-aceitáveis.
Adjetivos não-oxítonos terminados em -il, plural em -eis. fácil-fáceis, difícil-difíceis, útil-úteis.
Adjetivos terminados em -m, plural em -ns. bom-bons, jovem-jovens, ruim-ruins.
Adjetivos terminados em r, ês, z, plural em -es. melhor-melhores, cortês-corteses (sem acento no plural), feliz-felizes.
Adjetivos terminados em -al, plural em -ais. leal-leais, rural-rurais, bucal-bucais.
Adjetivos terminados em -ão, plural em -ãos, -ães ou -ões. cristão-cristãos; alemão-alemães; brigão-brigões.

O plural dos adjetivos compostos é feito da seguinte forma:

1. Apenas o segundo elemento é flexionado, no caso de adjetivos compostos formados por dois adjetivos.
Exemplos:

  • pacto sócio-econômico e causa sócio-econômica (flexão de gênero)
  • escola anglo-americana e escolas anglo-americanas (flexão de número)

Exceção: meninos surdos-mudos.

2. Os adjetivos compostos em que o segundo elemento é um substantivo são invariáveis em gênero e número.
Exemplos:

  • Vestido verde-alface e Camisa verde-alface (flexão de gênero)
  • Tinta amarelo-ouro e tintas amarelo-ouro (flexão de número)

Flexão de Grau

Quanto ao grau, os adjetivos se classificam em comparativos e superlativos.

Comparativos

Com grau comparativo comparam-se as características atribuídas aos substantivos. Podem ser de:

  • Igualdade - quando equivale ao adjetivo com o qual se compara. Exemplo: Esse filme é tão engraçado quanto aquele.
  • Superioridade - quando se intensifica mais um adjetivo do que o outro com o qual se compara. Exemplo: Esse filme é mais engraçado do que aquele.
  • Inferioridade - quando se intensifica menos um adjetivo do que o outro com o qual se compara. Exemplo: Esse filme é menos engraçado do que aquele.

Formação

Geralmente, são obedecidas as seguintes formas:

  • Igualdade: tão + adjetivo + quanto, como. Exemplo: Essa Matéria é tão fácil quanto aquela.
  • Superioridade: mais + adjetivo + (do) que. Exemplo: Essa Matéria é mais fácil do que aquela.
  • Inferioridade: menos + adjetivo + (do) que. Exemplo: Essa Matéria é menos fácil do que aquela.

Superlativos

Reforça as características atribuídas aos substantivos. Podem ser:

Relativo - expressa-se em relação a outros elementos de forma superior ou inferior.
Exemplos:

  • O menino é o mais atencioso daquele grupo. (superlativo relativo de superioridade)
  • O menino é o menos atencioso daquele grupo. (superlativo relativo de inferioridade)

Absoluto - não se expressa em relação a outros elementos. Pode apresentar a forma sintética ou analítica.
Exemplos:

  • O menino é muito atencioso. (superlativo absoluto analítico).
  • O menino é atenciosíssimo. (superlativo absoluto sintético)

Formação

A flexão do superlativo relativo é sempre feito de forma analítica. Quanto à flexão do superlativo absoluto:

  • Superlativo absoluto analítico - geralmente, é feita com o auxílio de um advérbio. Exemplo: Esta paisagem é a mais bela.
  • Superlativo absoluto sintético - é feita com o auxílio de sufixos, sendo o mais comum -íssimo. Exemplo: Esta paisagem é belíssima.

Saiba mais sobre Adjetivos:

Exercícios

1. Passe para o feminino:

a) barão cortês
b) tabelião gentil
c) cirurgião espanhol
d) herói ateu
e) homem formoso
f) menino comilão
g) paciente são

a) baronesa cortês
b) tabeliã gentil
c) cirurgiã espanhola
d) heroína ateia
e) mulher formosa
f) menina comilona
g) paciente sã

2. Escreva os adjetivos no grau superlativo absoluto sintético:

a) ágil
b) cruel
c) doce
d) feliz
e) humilde
f) jovem
g) magro
h) pobre
i) sábio
j) terrível

a) agílimo ou agilíssimo
b) crudelíssimo
c) dulcíssimo ou dolcíssimo
d) felicíssimo
e) humílimo
f) juvenilíssimo
g) macérrimo ou magríssimo
h) paupérrimo ou pobríssimo
i) sapientíssimo
j) terribilíssimo

3. Dê o plural das expressões abaixo:

a) operação médico-cirúrgica
b) doença psicossomática
c) tratado luso-brasileiro
d) camisa verde-abacate
e) menina surda-muda

a) operações médico-cirúrgicas
b) doenças psicossomáticas
c) tratados luso-brasileiros
d) camisas verde-abacate
e) meninas surdas-mudas

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.