Habitat

Lana Magalhães

O habitat é o lugar onde um organismo vive e se desenvolve, representado pelo conjunto de fatores bióticos e abióticos.

Geralmente, o habitat é caracterizado por uma forma vegetal ou característica física predominante.

Na ecologia, os habitats são diferenciados em terrestres e aquáticos. Entre os aquáticos temos ainda, os de água doce e marinho.

Cada habitat apresenta características únicas que permitem a existência das mais variadas formas de vida.

Por exemplo, considere o habitat de floresta tropical e o fundo marinho. Cada um deles possui diferentes condições de luminosidade, temperatura, concentração de oxigênio, umidade e disponibilidade de recursos alimentares.

Nenhum organismo pode viver em todos os tipos de ambiente da Terra. Assim, cada um se especializou para viver sob determinados tipos de habitats.

O habitat não possui um tamanho definido, pode ser desde um tronco de árvore até toda extensão de uma floresta tropical.

Exemplos

Dentro de seu habitat natural, os organismos encontram as condições necessárias para sua sobrevivência como abrigo, alimento e parceiros para reprodução.

Habitats de alguns animais

Leão: savanas africanas;
Onça-pintada: florestas da América do Norte, Central e Sul;
Girafa: savanas africanas;
Peixe-boi: rios amazônicos;
Caranguejos: manguezais;
Raposas: florestas temperadas;
Tucanos: florestas tropicais;
Camelos: desertos.

Habitat do leãoO habitat do leão é a savana africana

Não confuda habitat e nicho ecológico. O habitat é o local onde a espécie vive e o nicho ecológico é a função que a espécie desenvolve nesse local.

Saiba mais sobre a diferença entre Habitat e Nicho Ecológico.

Habitats naturais e artificiais

Os habitats podem ser classificados em naturais e artificiais.

  • Habitat Natural: como o próprio nome diz são os encontrados na natureza, sem intervenção do homem.
  • Habitat Artificial: são aqueles construídos pelo homem.

Os habitats artificiais foram criados com o objetivo de recriarem o ambiente de algumas espécies. Um exemplo são os zoológicos.

Destruição dos habitats

A destruição dos habitats é uma das principais causas da perda de biodiversidade. Cabe ressaltar que esse processo ocorre em decorrência de atividades humanas.

As causas desse processo são:

  • Crescimento das cidades;
  • Desmatamento;
  • Abertura de estradas;
  • Expansão agropecuária.

Quando o habitat é destruído, uma população é obrigada a migrar para outra região. Entretanto, nem sempre o novo ambiente é adequado as suas condições de vida.

Existem ainda espécies que não podem migrar, como as plantas, que ficam sujeitas a ação da modificação dos ecossistemas pelo homem.

A floresta amazônica é o habitat de diversas espécies, um dos ambientes com maior diversidade da Terra. Apesar da extraordinária diversidade, estima-se que a cada ano é perdido cerca de 20 mil km2 de floresta, o que equivale ao estado de Sergipe.

Aprenda mais, leia também:

Ecossistema
Meio Ambiente
Fatores Bióticos e Abióticos

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.