Mata dos Cocais


A Mata dos Cocais representa um dos ecossistemas brasileiros situado no nordeste do país (meio-norte do Brasil), entre os biomas da Amazônia, a oeste, a Caatinga, a leste e Cerrado, ao sul.

Características

Mata dos CocaisCarnaúba

A Mata dos Cocais é considerada uma “mata de transição” e está localizada entre as florestas úmidas da Amazônia e o clima semiárido do sertão (caatinga). Assim, o clima dessa região varia de acordo com o local, sendo equatorial úmido a oeste e semiárido a leste, com temperatura média anual de aproximadamente 26 °C, marcado, em sua maioria, por inverno seco e verão chuvoso.

Está localizada no Planalto do Maranhão-Piauí, ocupando parte dos estados do Maranhão, Piauí, Ceará, Pará e o norte do Tocantins. O nome desse ecossistema aponta para a presença de muitos cocais donde o extrativismo vegetal é a fonte de renda de muitas famílias.

Da flora desse rico ecossistema, dois tipos de palmeiras se destacam, o babaçu (popularmente coco-de-macaco), árvore símbolo da Mata de Cocais, nos estados do Maranhão e Piauí, e, nas regiões mais úmidas, e a carnaúba (Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte), nas regiões mais secas, de forma que aproveitam para extrair dessas plantas, a cera, a glicerina, o óleo, o álcool, as fibras, considerados produtos essenciais para a sobrevivência da população local.

Assim, os produtos extraídos do babaçu e da carnaúba detém importante valor comercial, posto que são utilizados em indústrias farmacêuticas, de cosméticos, alimentícias, de celulose, dentre outras. Além do extrativismo vegetal, a economia dessa região é baseada na criação de gado, pecuária e nas culturas de arroz, soja e algodão. Importante ressaltar que a Mata dos Cocais possui a maior produção extrativista vegetal do país.

Fauna

Por ser uma mata de transição, a fauna das Mata dos Cocais é muito diversa com presença de animais dos biomas da Amazônia, Caatinga e Cerrado. Apresenta diversas espécies de aves, mamíferos, répteis, anfíbios, insetos, donde se destacam a arara-vermelha, gavião-rei, ariranha, gato-do-mato, macaco-prego, lobo-guará, boto, jacu, paca, cotias, acará-bandeira, dentre outros.

Flora

Grande ocorrência de palmeiras donde as mais emblemáticas são árvores de grande porte como o babaçu, o buriti, o açaí, a carnaúba e a oiticica, importantes no desenvolvimento econômico da região. Outras frutas como caju, manga e tamarindo são comuns na região; diversas árvores que surgem na paisagem são: Caneleiro, Aroeira, Ipê, Sapucaia, dentre outras.

Leia Biomas Brasileiros e Vegetação do Brasil.

Questões Ambientais

A Mata dos Cocais é considerada uma floresta secundária posto que esse ecossistema surgiu do desmatamento anteriores. Mesmo assim, o local, que corresponde a menos de 3% do território do país, vem sofrendo com o desmatamento para a criação de pastagens para pecuária e, sobretudo, pela cultura da soja, que aumenta a cada ano. Com isso, diversas espécies (algumas endêmicas) estão perdendo seu habitat e correm o risco de extinção.

Curiosidades

  • A Mata dos Cocais é a região com maior concentração de plantas oleaginosas do mundo.
  • A Carnaúba, é uma planta endêmica (somente se desenvolve ali) da Mata dos Cocais sendo popularmente chamada de “árvore da vida”, uma vez que possui muitas propriedades e utilidades, além de ser a fonte de renda das populações locais, empregada nas construções, dietas e artesanatos.