Vegetação do Brasil

A vegetação do Brasil compreende as várias manifestações de formações vegetais existentes no país e que surgem conforme o tipo de clima e de relevo.

Divididos entre grupos florestal e campestre, os tipos de vegetação florestal ocupam cerca de 60% do território brasileiro, enquanto a área restante é campestre.

O grupo florestal é constituído por mata atlântica, mata das araucárias, mata dos cocais, amazônia e mangue. Enquanto isso, o grupo campestre é constituído por cerrado, caatinga, pampa e pantanal.

Tipos de vegetação do Brasil

Floresta Amazônica

Imagem de Vegetação da Amazônia

A floresta amazônica apresenta clima equatorial, quente e úmido, o que permite a existência de uma grande variedade de espécies vegetais como castanheiro, cipó, guaraná, jatobá, palmeira, seringueira e vitória-régia.

A vegetação é dividida basicamente em mata de várzea, mata de igapó e mata de terra firme. Trata-se da vegetação brasileira mais atingida pelo desmatamento.

A Amazônia abrange toda a região Norte, além de partes dos estados do Mato Grosso e do Maranhão e alguns países que fazem fronteira com o Brasil.

Mata Atlântica

Imagem de vegetação da Mata Atlântica

A Mata Atlântica é formada por florestas ombrófilas e estacionais. A paisagem é de uma floresta densa e fechada, marcada pela presença de árvores de grande e médio porte.

Nela ainda é possível encontrar vegetação nativa em 8% da sua área. As espécies vegetais incluem cedro, imbaúba, ipê, jambo, palmiteiro, pau-brasil e peroba.

Localizada principalmente na costa do Brasil, o clima da Mata Atlântica é tropical quente e úmido. É esse clima e as chuvas que propiciam a sua grande biodiversidade, a maior do mundo considerando cada hectare.

Cerrado

Imagem de Vegetação do tipo Cerrado

O tipo de vegetação presente na área de Cerrado é caracterizado pelo clima tropical sazonal, em que o inverno é seco e chove no verão.

A vegetação é bem diversificada devido à sua extensão, podendo ser observado campos e florestas densas. Nele, é possível encontrar arbustos, árvores retorcidas e gramíneas.

O cerrado predomina na região central do Brasil e apresenta um aspecto seco, tal como o das savanas encontradas principalmente na África.

Caatinga

Imagem de Vegetação da Caatinga

A Caatinga ocupa o sertão nordestino, onde o clima é semiárido e chove pouco. Em decorrência disso, nela surgem as plantas que se mantém com pouca água, as quais são chamadas de xerófitas.

Outras características das plantas são cascas grossas, espinhos, folhas pequenas e raízes tuberosas. Em geral, podemos observar uma vegetação de pequeno porte, como arbustos e cactos.

Também surgem plantas como o facheiro e o mandacaru, mas no favorecimento de umidade, podem crescer na caatinga árvores como aroeira, baraúna e juazeiro.

Pantanal

Imagem de vegetação do Pantanal

É nas áreas alagadas que surgem as gramíneas, enquanto os arbustos e palmeiras crescem nas áreas onde o alagamento acontece de forma ocasional.

Há espécies da floresta tropical, por sua vez, que crescem nas áreas onde não há alagamentos.

A área do Pantanal compreende parte dos estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul, chegando ao Paraguai.

Pampa

Imagem de Vegetação do tipo Pampa

Encontrada no sul do país, o pampa é formado, principalmente, por arbustos, árvores pequenas, gramíneas e plantas rasteiras.

Os Pampas apresentam formações vegetais como savana, estepe e florestais estacionais.

Essa vegetação surge no Brasil, exclusivamente no Rio Grande do Sul, em virtude do clima subtropical.

Mata dos Cocais

Imagem de Vegetação da Mata dos Cocais

Considerada uma “mata de transição”, surge em climas equatorial úmido e equatorial semiárido. Pode ser observado entre a floresta amazônica e a caatinga.

É lá que estão os babaçus, árvore típica desse local, e outras árvores de grande porte, tais como açaí, buriti e carnaúba.

A Mata dos Cocais localiza-se entre os estados do Maranhão, Piauí e Tocantins.

Mata das Araucárias

Imagem de Vegetação da Mata das Araucárias

Também chamada de Floresta com Araucária ou Floresta Ombrófila Mista onde há uma grande amplitude térmica.

Nela surgem várias espécies vegetais, com predominância o pinheiro-do-paraná, árvore alta que mede mais de 30 metros. Daí resulta a formação de uma floresta bastante densa.

Localizada no sul do Brasil e em partes do estado de São Paulo, o clima da Mata das Araucárias é subtropical.

Mangue

Imagem de vegetação no mangue

A vegetação do mangue é constituída por vegetais halófilos, os quais compreendem arbustos e plantas adaptados à salinidade da água e solo lodos, e pneumatóforas, que respiram pelas raízes acima da água.

Os manguezais apresentam três espécies principais: Mangue-branco, Mangue-vermelho e Mangue siriúba.

Trata-se de um tipo de vegetação litorânea, que surge em regiões alagadiças, e onde o clima é tropical e subtropical.

Saiba mais sobre os biomas brasileiros:

Leia também: