Hidrografia do Brasil


A Hidrografia do Brasil reúne um dos mais extensos e diversificados recursos hídricos do planeta. Possui 15% do total da água doce existente em todo o mundo.

Cada rio ou curso d'água brasileiro possui características próprias e complexas que resultam da combinação de vários aspectos geográficos da região onde estão localizados, entre eles, o clima, o relevo, a cobertura vegetal, como também da ação do homem na natureza.

Resumo da hidrografia brasileira

Hidrografia do Brasil
Regiões Hidrográficas do Brasil

No Brasil as águas estão distribuídas em 12 regiões hidrográficas, onde foram agrupadas por bacias com rios de grande vazão, e micro bacias do litoral brasileiro, formadas por rios com pequena extensão e vazão.

Região Hidrográfica Amazônica

A Região Hidrográfica Amazônica ou Bacia Amazônica é formada pelo rio Amazonas e seus afluentes.

Ocupa uma área 3.843.402 km², que corresponde a 44,63% do território nacional.

Compreende os estados do Acre, Amazonas, Amapá, Rondônia, Roraima, Pará e Mato Grosso.

O rio Amazonas é o maior rio do mundo em volume de água e o segundo em extensão.

Entre seus afluentes estão o Javari, Juruá, Jutaí, Purus, Madeira, Tapajós e Xingu, na sua margem direita; e os rios Iça, Japurá, Negro, Trombetas e Jari, na sua margem esquerda.

Região Hidrográfica Tocantins Araguaia

A Região Hidrográfica Tocantins Araguaia ou Bacia Tocantis-Araguaia, se estende por uma área de 967.059 km² o que representa 11,36% do território nacional.

Compreende os Estados de Goiás, Tocantins, Pará, Maranhão, Mato Grosso e Distrito Federal.

Na Região Tocantins, com uma extensão de 2.600 km, o rio Araguaia abriga a maior ilha fluvial do mundo, a Ilha do Bananal.

Os principais afluentes da Bacia Tocantins Araguaia são: Formoso, Garças, Bagagem, Tocantizinho, Paraná, Manuel Alves Grande, Rio Sono e Santa Tereza.

Região Hidrográfica do Paraná

A Região Hidrográfica do Paraná ou Bacia do Paraná ocupa uma área de 879.860 km², o que corresponde a 10,33% do território nacional.

Compreende os estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Santa Catarina e o Distrito Federal, área de maior desenvolvimento econômico do país.

O rio Paraná, com uma extensão de 2.750 km, até sua foz, nasce entre os estados de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul e corre na fronteira do Brasil e Paraguai, até o rio Iguaçu.

Entre seus afluentes estão o rio Grande, Iguaçu, Paranaíba, Paranapanema, Paraná e Tietê.

Região Hidrográfica do São Francisco

A Região Hidrográfica do São Francisco ou Bacia do Rio São Francisco ocupa uma área de 641.000 km², o que corresponde a 7,52% do território nacional.

Abrange os estados de Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e também o Distrito Federal.

O rio São Francisco atravessa o Sertão nordestino, a região mais seca do Brasil. Suas águas são usadas para abastecimento, lazer e irrigação. Tem mais de 2.000 km de trecho navegáveis.

Entre seus 158 afluentes 90 são perenes e 68 são temporários. Entre eles estão o rio Das Velhas, Abaeté, Correntes, Jequitaí, Rio Verde Grande, Paracatu.

Região Hidrográfica do Paraguai

A Região Hidrográfica do Paraguai ou Bacia do Paraguai ocupa uma área de 361,35 km² nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

O rio Paraguai, nasce na Chapada dos Parecis, no estado do Mato Grosso. Ao longo do seu percurso em direção ao sul, recebe vários afluentes, entre eles, o rio Cuiabá, Taquari, São Lourenço, Negro e Miranda.

O rio atravessa o Pantanal Mato-Grossense, considerado uma das maiores áreas úmidas contínuas do planeta.

O Pantanal funciona como um grande reservatório que retém a maior parte da água oriunda do planalto e regula a vazão do rio Paraguai.

Região Hidrográfica do Uruguai

A Região Hidrográfica do Uruguai ou Bacia do Uruguai ocupa uma área de 174.612 km², o que corresponde a 2,05% do território nacional.

Marca a divisa dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina e também entre o Brasil e a Argentina.

Seus principais afluentes são o rio Chapecó, Passo Fundo, Peixe e Várzea.

Região Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental

A Região Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental ou Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Ocidental ocupa uma área de 254.100 km², que corresponde a 2,98% do território nacional.

Compreende o Estado do Maranhão e uma pequena porção do Pará. Fazem parte da região os rios Gurupi, Turiaçu, Pericumã, Mearim e Itapecuru.

Região Hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental

A Região Hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental ou Bacia Hidrográfica Atlântico Nordeste Oriental ocupa uma área de 287.348 km², que corresponde a 3,37% do território nacional.

Compreende os Estados do Ceará, Rio Grande do Norte Paraíba, Pernambuco e Alagoas. A região apresenta baixa disponibilidade de água principalmente no período de estiagem, são eles, o Capibaribe, Paraíba, Jaguaribe e Acaraú.

Região Hidrográfica do Parnaíba

A Região Hidrográfica do Parnaíba ou Bacia do Parnaíba ocupa uma área de 344.112 km², que corresponde a 4,04% do território nacional. Compreende os estados do Piauí, Maranhão e Ceará.

A maioria de seus afluentes são perenes e supridos por águas pluviais e subterrâneas.

Região Hidrográfica Atlântico Leste

A Região Hidrográfica do Atlântico Leste ou Bacia Hidrográfica do Atlântico Leste ocupa uma área de 374.677 km², que corresponde a 4,4% do território nacional.

Compreende parte dos estados de Sergipe, Bahia, Minas Gerais e Espírito Santo. Entre os rios principais estão o Paraguaçu, São Mateus, Pardo, Salinas, Contas, Jequitinhonha e Mucuri.

Região Hidrográfica Atlântico Sudeste

A Região Hidrográfica do Atlântico Sudeste ou Bacia Hidrográfica do Atlântico Sudeste ocupa uma área de 229.972 km², que corresponde a 2,7% do território nacional.

Compreende os estados do Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e o litoral do Paraná. Seus principais rios são o rio Parnaíba do Sul e o rio Doce.

Região Hidrográfica Atlântico Sul

A Região Hidrográfica Atlântico Sul ou Bacia Hidrográfica Atlântico Sul ocupa uma área de 185.856km², que corresponde a 2,18% do território nacional.

Tem início na divisa dos Estados de São Paulo e Paraná e se estende até o Arroio Chuí no extremo sul do país.

Compreende os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Na região predominam rios de pequeno porte que escoam diretamente para o mar.

Com exceção para os rios Itajaí e Capivari em Santa Catarina que apresentam maior volume de água. São encontrados rios de grande porte como Taquari-Antas, Jacuí, Vacacaí e Camaquã.

Saiba mais sobre o tema: Bacia Hidrográfica.