Bacia do Paraná


A Bacia do Paraná é uma das bacias hidrográfica do Brasil que está localizada na região sudeste e centro-sul do país e no centro-leste da América do Sul.

No Brasil, a Bacia do Paraná abrange os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

A Bacia Platina, Também chamada de Bacia do Rio da Prata, é formada pela união das bacias hidrográficas brasileiras: Paraguai, Paraná e Uruguai.

Principais características

Bacia do Paraná
Região Hidrográfica do Paraná

A Bacia do Paraná possui uma área total de 1,5 milhões Km2, onde 800.000 Km2 estão localizadas no território brasileiro. Além do Brasil, ela faz parte da Argentina (nordeste), do Paraguai (leste) e do Uruguai (norte).

O principal rio da bacia é o rio Paraná (onde é derivado seu nome) que recebe as águas de muitos afluentes com destaque para os rios: Grande, Tietê, Paranapanema.

A Bacia do Paraná possui grande potencial hidrelétrico decorrente do grande volume de água e do relevo acidentado que apresenta, do qual se destaca a Usina Binacional de Itaipu, uma das maiores do mundo. Além disso, apresenta um solo muito rico e por isso, possui elevada atividade agropecuária.

É uma das regiões mais desenvolvidas do país, com alta biodiversidade, rica em recursos naturais, água e solos férteis.

No entanto, a região vem sofrendo com a exploração desenfreada dos recursos naturais, a urbanização e industrialização acelerada, a poluição, o desmatamento, o assoreamento dos rios, o uso de agrotóxicos e fertilizantes nas atividade agrícolas.

Saiba mais nos textos:

Geologia e Estratigrafia

Também chamada de Bacia Geológica do Paraná, ela é uma ampla bacia sedimentar intracratônica, localizada no interior de regiões tectônicas estáveis. Formada na pré-história, nos períodos Paleozoico e Mesozoico, apresenta rochas sedimentares e ígneas (vulcânicas ou magmáticas),

Vale ressaltar que a estratigrafia é o ramo da geologia que estuda as camadas de rochas que se sedimentaram com o passar do tempo.

No caso da Bacia do Paraná, formada na pré-história, seu desenvolvimento estratigráfico abrange as Eras Mesozoica nos períodos Cretáceo, Jurássico e Triássico; e Paleozoica nos períodos Permiano, Carbonífero, Devoniano, Siluriano e Ordoviciano.

É considerada a maior bacia sedimentar do país, e apresenta uma grande depressão ovalada, formada por rios de planalto, que dificultam a navegação, embora em muitos trechos fluviais o transporte hidroviário seja utilizado, por exemplo, na Hidrovia Tietê-Paraná.

Por apresentar um clima quente e úmido (clima subtropical úmido) com elevada pluviosidade, a taxa de sedimentação da região torna-se bastante elevada e mais rápida que nas regiões de clima árido.

Os recursos naturais encontrados nessa bacia sedimentar são: argila, basalto, calcário, cobre, ouro, ametista, arenito, carvão mineral, gás natural, urânio, betume, dentre outros.

Rios

Os principais rios que compõem a Bacia do Paraná são:

  • Rio Paraná
  • Rio Grande
  • Rio Tietê
  • Rio Paranapanema
  • Rio Ivaí
  • Rio Paranaíba
  • Rio Iguaçu