Bacia do Rio São Francisco


A Bacia do Rio São Francisco é uma das mais importantes Bacias Hidrográficas do Brasil.

Está localizada nas regiões Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste do país e recebe esse nome visto que o rio mais importante que a compõe é o Rio São Francisco.

Características e Importância

Bacia do Rio São Francisco
Região Hidrográfica do São Francisco

A Bacia do Rio São Francisco é totalmente brasileira e ocupa uma área de 640 mil km² aproximadamente, o que corresponde a quase 8% do território nacional.

Ela abrange diversos estados do País: Minas Gerais, Goiás, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Distrito Federal.

O Rio São Francisco, chamado popularmente de “Velho Chico” possui uma extensão de aproximadamente 2.800 km e devido seu tamanho é dividido em 4 trechos: Alto, Médio, Sub-Médio e Baixo São Francisco.

É considerado um rio de planalto que nasce na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e escoa no sentido Sul-Norte do país, atravessando o Sertão nordestino, a região mais seca do Brasil, desaguando no Oceano Atlântico.

Além da Caatinga, a Bacia do Rio São Francisco abrande os biomas brasileiros do Cerrado e da Mata Atlântica, e apresenta regiões de climas úmidos, árido e semi-árido.

O Rio São Francisco é um rio perene, ou seja, mesmo nas épocas com poucas chuvas, ele não seca.

Isso possibilita a navegação, embora muitos problemas ambientais que vem sofrendo atualmente, tem deixado alguns trechos impossibilitados como o assoreamento. Ou seja, a perda das matas ciliares que possibilitam o acúmulo de resíduos sólidos.

Vale lembrar que a Bacia do Rio São Francisco é formado pelo Rio São Francisco e seus 158 afluentes, dos quais 90 são rios perenes e 68 deles são rios temporários.

A expansão da urbanização e da industrialização, desmatamento, queimadas e atividades como a mineração, agricultura, pecuária e a pesca, tem resultado num grande impacto ambiental para a região, desde a poluição das águas, assoreamento dos rios, perda da biodiversidade, falta de saneamento básico das populações que ali vivem, dentre outros.

O Bacia do Rio São Francisco tem uma enorme importância econômica, social e cultural para a região, uma vez que suas águas servem para abastecer e fornecer energia para grande parte da população circundante (cerca de 520 municípios), além de servir de transporte e comunicação entre as cidades.

De tal modo, na Bacia do Rio São Francisco muitas usinas foram instaladas na medida em que apresenta muitos rios caudalosos com diversas quedas de água, as quais são aproveitadas para geração de energia.

As Usinas Hidrelétricas que merecem destaque são: Três Marias, Queimado, Paulo Afonso, Sobradinho, e Luiz Gonzaga (Itaparica), Xingó e Moxotó.

Saiba mais sobre o tema nos artigos: Bacia Hidrográfica e Hidrografia do Brasil.

Transposição do Rio São Francisco

O Rio São Francisco é um dos rios mais importantes do país, com mais de 2.000 km de trecho navegáveis.

A Transposição do Rio São Francisco é um projeto do Governo Federal, que visa a criação de 600 km de canais aproximadamente, com o intuito de abastecer diversas regiões do nordeste do país que sofrem com o fenômeno da seca.

Concebido em 1985, a obra do projeto está dividida em dois grandes eixos para captação das águas: o Eixo Norte, na cidade de Cabrobó e o Eixo Leste na cidade de Floresta.

Rios

Os principais rios que compõem a Bacia do Rio São Francisco são:

  • Rio São Francisco
  • Rio das Velhas
  • Rio Abaeté
  • Rio Indaiá
  • Rio Correntes
  • Rio Jequitaí
  • Rio Jequitibá
  • Rio Grande
  • Rio Verde Grande
  • Rio Preto
  • Rio Pardo
  • Rio Paracatu
  • Rio Paraopeba
  • Rio Carinhanha
  • Rio Urucuia