Rio São Francisco


O rio São Francisco, com quedas d'água e cânions que chegam a 80 metros de altitude, apresenta uma das mais belas paisagens naturais do Brasil.

O Rio da Integração Nacional liga o Centro Sul ao Nordeste do país.

Principais características

Localização do rio São Francisco

O rio São Francisco se estende pelos estados de Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas, Sergipe e o Distrito Federal.

Mapa rio São Francisco

Onde ele nasce?

O rio São Francisco nasce na Serra da Canastra, no estado de Minas Gerais, no Parque Nacional da Serra da Canastra.

Com 2.820 km, corre para o norte, atravessa o estado da Bahia, segue até o estado de Pernambuco, onde muda o percurso para o sudeste, na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe para desaguar no Oceano Atlântico.

Nas áreas próximas da nascente, as chuvas são relativamente abundantes e apresenta rios perenes, porém, nas áreas do semiárido os rios são temporários.

Afluentes do rio São Francisco

Rio São Francisco

O rio São Francisco e seus 158 afluentes, dos quais 90 são perenes e 68 temporários, formam a Bacia do São Francisco, com extensão de 641.000 km².

Entre os afluentes do rio São Francisco que banham o estado de Minas Gerais estão: o rio Pará, Abaeté, Rio das Velhas, Jequitibá, Paracatu, Urucuia, Preto e Verde Grande.

O rio Preto banha o Distrito Federal, na altura do município de Formosa. Serve de divisor entre Minas Gerais e o Distrito Federal.

Entre os afluentes do rio São Francisco, no estado da Bahia, destacam-se o rio Corrente e o rio Grande, que banha o oeste do estado, onde as chuvas são abundantes.

Quedas de Água

O Salto de Casca d'Anta, na Serra da Canastra, com 186 metros de queda livre, é a primeira cachoeira do rio São Francisco, distante 2 km de sua nascente.

Cachoeira Casca d'anta
Cachoeira Casca D'Anta, primeira queda d'água no rio São Francisco após sua nascente

O rio percorre a região entre a Serra da Canastra e a Serra do Espinhaço, onde apresenta cachoeiras e corredeiras.

Foz do rio São Francisco

A foz do rio São Francisco, entre a cidade de Piaçabuçu no estado de Alagoas e a cidade de Brejo Grande no estado de Sergipe, abriga um rico ecossistema em mangue, mata atlântica e dunas, onde o rio se encontra com o Oceano Atlântico.

Foz do Rio São Francisco
Foz do rio São Francisco em Piaçabuçu, Alagoas

Importância econômica do rio São Francisco

A Usina Hidrelétrica de Três Marias, situada na parte central de Minas Gerais, abastece uma parte da Região Sudeste do Brasil.

Entre Minas Gerais e o Distrito Federal está instalada a Usina Hidrelétrica de Queimado.

No trecho mais plano do curso do rio São Francisco, os portos das cidades de Pirapora em Minas Gerais, Juazeiro na Bahia e Petrolina em Pernambuco, fazem da Hidrovia do São Francisco um meio de transporte dos produtos agrícolas da região.

O rio São Francisco faz a divisa dos estados da Bahia e Pernambuco, atravessa o semiárido nordestino, tornando-se fundamental para a economia da região.

Ele favorece a agricultura irrigada, com destaque para as cidades de Petrolina e Lagoa Grande, onde se desenvolve para exportação, a cultura da uva, manga, melão etc.

Em suas margens estão ainda as cidades de Belém do São Francisco, Cabrobó, Floresta, Santa Maria da Boa Vista, Itacoruba, Petrolândia, entre outras.

A Usina Hidrelétrica Luís Gonzaga, antes conhecida como Itaparica, está localizada no estado de Pernambuco, próximo da cidade de Petrolândia.

O rio São Francisco corre na divisa dos estados de Alagoas e Sergipe, banha cidades históricas, povoados, praias fluviais e atravessa cânions.

No estado de Alagoas estão instaladas as Usinas Hidrelétricas Delmiro Gouveia, Moxotó e Xingó, que fornecem energia para grande parte da Região Nordeste.

Os lagos, formados pelas hidrelétricas são explorados pelo turismo, com passeios de barcos entre os cânions que em algumas regiões atinge 80 metros.

Transposição do Rio São Francisco

Transposição do rio são Francisco
Transposição do rio São Francisco

A Transposição do rio São Francisco é um projeto do Governo Federal para levar águas do rio São Francisco, através de canais, para diversas regiões que sofrem o fenômeno da seca. São eles os estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

O projeto prevê a construção de 600 km de canais e nove estações de bombeamento de água. A obra está dividida em dois grandes eixos para captação das águas, o Eixo Norte, na cidade de Cabrobó e o Eixo Leste na cidade de Floresta, ambos no estado de Pernambuco.