Bacia Platina


A Bacia Platina ou a Bacia do Rio da Prata corresponde a uma das grande região hidrográfica do Brasil. Ela está localizada na América do Sul sendo formada pelas bacias:

Bacia PlatinaRegiões Hidrográficas do Brasil

Características

A Bacia Platina é a segunda maior bacia hidrográfica do Brasil (depois da Bacia Amazônica) e da América do Sul. Além disso, é considerada uma das maiores bacias hidrográficas do mundo em extensão e volume de água, com cerca de 3 milhões Km2, donde quase metade, cerca de 1,4 milhão Km2, está localizada na região sul do território brasileiro.

Possui rios navegáveis com grande potencial hidrelétrico e está localizada no sul da América do Sul. Além do Brasil, a Bacia Platina está presente no Uruguai, Bolívia, Paraguai e Argentina. Por isso, ela é um importante meio de comunicação entre os países do Mercosul.

A principal usina hidrelétrica instalada na Bacia Platina é a Usina Binacional de Itaipu no Rio Paraná, uma das maiores do mundo, construída em parceria entre Brasil e Paraguai. Além dela, muitas hidrelétricas fornecem energia para as cidades circundantes, e muitos trechos fluviais colaboram com a atividade econômica pesqueira.

No entanto, é uma das bacias hidrográficas mais ameaçadas do planeta devido a intensa atividade humana, desde poluição dos rios, construção de hidrovias, barragens, dentre outros.

Saiba mais sobre a Hidrografia do Brasil.

Rios

Os rios mais importantes que formam a Bacia Platina são:

  • Rio da Prata: com extensão de 290 Km aproximadamente, o rio da Prata é um estuário (local de transição entre um rio e o mar) formado pelos rios Paraná e Uruguai e separa os países da Argentina e Uruguai. Além dos rios Paraná e Uruguai, seus principais afluentes são os rios: Salado do Sul, Lujan, Matanza e Samborombón.
  • Rio Paraná: com extensão de 4.880 km aproximadamente, o rio Paraná é o segundo maior rio da América do Sul e um dos maiores do mundo. Passa pelo Brasil, Paraguai e Argentina, marcando a fronteira entre o Paraguai e o Brasil e da Argentina com o Paraguai. Ademais, ele separa as fronteiras dos estados brasileiros de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Seus principais afluentes são os rios: Tietê, Paraguai, Iguaçu, Verde e Pardo.
  • Rio Uruguai: com extensão de 1.770 Km aproximadamente, o Rio Uruguai passa pelo Brasil, Argentina e Uruguai, estabelecendo a fronteira entre esses países. Seus principais afluentes são os rios: Negro, Chapecó, Passo Fundo, Ijuí, Várzea, Peperi-Guaçu, Quaraí, Ibicuí e Peixe.
  • Rio Paraguai: com extensão de 2.620 km aproximadamente, o Rio Paraguai nasce no estado do Mato Grosso, passando por 4 países da América do Sul: Brasil, Paraguai, Argentina e Bolívia. Ele é um importante afluente do rio Paraná, rio onde deságua. Seus principais afluentes são os rios: Negro, Novo, São Lourenço, Paraguai Mirim, Pacú, Velho, Negrinho, Taquari e Miranda.
  • Rio Iguaçu: com cerca de 1.320 km de extensão, o rio Iguaçu é um dos importantes afluentes do rio Paraná e passa pelo Brasil (estados do Paraná e Santa Catarina) e Argentina (Missiones). As Cataratas do Iguaçu, uma das maiores quedas de água do mundo, faz parte da Bacia do Iguaçu. Seus principais afluentes são os rios: Negro, Várzea, Areia, Pinhão, Guarani, Jangada e Passa Dois.
  • Rio Paranaíba: com área de 1.170 km aproximadamente, o rio Paranaíba nasce no estado de Minas Gerais e percorre os estados do Mato Grosso do Sul e Goiás. Ao lado do rio Grande é um dos formadores do rio Paraná. Seus principais afluentes são os rios: Claro, Verde, Corrente, Aporé, São Bartolomeu e Peixe.

Outros rios que formam a Bacia Hidrográfica são: Canoas, Pelotas, Grande, Tietê, Taquari e Paranapanema.