Matriz energética brasileira

Matriz energética brasileira é o conjunto de fontes de energia utilizadas no Brasil. No nosso país, a maior parte da energia consumida tem origem no petróleo e nos seus derivados, uma fonte não renovável.

A proporção de energia renovável utilizada no Brasil, no entanto, é bastante considerável. No conjunto das fontes energéticas, a sua proporção é maior do que a energia a partir do petróleo e derivados.

Consumo das fontes de energia no Brasil

De acordo com dados de 2017 do EPE - Empresa de Pesquisa Energética, a utilização das energias não renováveis resultou em aproximadamente 37%, enquanto a das energias não renováveis em 43%, distribuído da seguinte forma: etanol, correspondeu a 17,0%, seguido da energia hidráulica, com uma média de 12,0%. Na sequência, 8% da energia consumida teve origem em lenha e carvão vegetal e, finalmente, em lixívia e outras energias renováveis, o que correspondeu a 5,9%.

matriz energética do brasil
Fonte: epe.gov.br

O que é matriz energética?

Matriz energética é o parque de fontes de energia utilizados para atender a demanda de energia da sociedade.

As fontes de energia podem ser renováveis e não renováveis.

As energias renováveis provém de recursos naturais, tal como água, vento e sol, e podem ser reabastecidos, ou renovados, de forma mais ou menos contínua e rápida. Além disso, são pouco poluentes.

As energias não renováveis têm origem na queima de combustíveis fósseis, que demoram milhões de anos para serem formados. São sinônimo de energia suja, pois são altamente poluentes.

Fontes de energia da matriz energética do Brasil

Energias renováveis

Biomasssa: tem origem na matéria orgânica, tal como o etanol, que é feito a partir do processamento da cana-de-açúcar. Exemplo: Usina São Martinho, em São Paulo.

Eólica: tem origem na energia do vento. Exemplo: Usina Eólica de Prainha, localizada no Ceará.

Hidráulica: tem origem na energia das correntes de água. Exemplo: Usina Hidrelétrica de Itaipu, localizada entre o Brasil e o Paraguai.

Solar: tem origem na luz solar, mediante a utilização de placas solares. Exemplo: Usina Megawatt Solar, em Florianópolis.

Energias não renováveis

Carvão mineral: tem origem no carvão, que é um combustível fóssil. Exemplo: Jazida de carvão mineral no vale do rio Jacuí, no Rio Grande do Sul.

Gás natural: tem origem na mistura de derivados de combustíveis fósseis. Exemplo: Gasoduto Bolívia - Brasil, que interliga ambos países.

Petróleo: tem origem na decomposição de matéria orgânica. Exemplo: Bacia de Campos, que se estende do Espírito Santo ao Rio de Janeiro.

Nuclear: tem origem na liberação de núcleos atômicos. Exemplo: Angra 1, a primeira usina nuclear brasileira.

Matriz energética mundial

Enquanto no Brasil, a maior parte da energia utilizada, 43%, ou seja, quase metade, é renovável, no mundo esse número é muito diferente.

As matrizes energéticas dos países têm as energias não renováveis como principal fonte, em que se destacam o petróleo, o carvão e o gás natural. Apenas uma pequena porcentagem da energia utilizada é renovável, o que corresponde a uma média de 14%.

Matriz energética mundial
Fonte: epe.gov.br

Energias renováveis e não renováveis: vantagens e desvantagens

A matriz energética não renovável tem como vantagem um esforço financeiro inferior ao das energias renováveis. A sua grande desvantagem é a alta emissão de poluentes e a degradação das espécies causada em decorrência de acidentes como derramamento de petróleo.

Por sua vez, a maior vantagem de uma matriz energética renovável é a redução na poluição. O aumento da biomassa tem como resultado a emissão de menos gases poluentes; milhões de toneladas de gás carbônico deixam de ser lançados para a atmosfera.

Em contrapartida, essa fonte energética exige um alto investimento financeiro, que é consequentemente a sua maior desvantagem. A construção de usinas, além de dispendiosas, envolvem questões ambientais, uma vez que implicam na alteração do curso de rios e, com isso, surgem danos para a fauna e para a flora.

Matriz elétrica brasileira

A matriz elétrica brasileira tem como principal fonte a energia hidráulica. Isso acontece graças à disponibilidade de água no país, que o coloca numa situação bastante confortável no que respeita à produção de eletricidade.

No Brasil, a produção da energia elétrica com fonte renovável representa 80,4%, dos quais 65,2% tem origem hidráulica.

Em termos comparativos, importa referir que apenas 24% da energia elétrica no mundo é renovável.