Mitologia Nórdica

Juliana Bezerra

A mitologia nórdica ou germânica foi desenvolvida nos países escandinavos ou nórdicos, como as atuais Suécia, Noruega, Finlândia, Islândia e Dinamarca.

Da mesma forma que a mitologia grega, romana e egípcia, a mitologia nórdica possui grande importância na configuração da cultura dos antepassados desses povos. Até hoje, ela inspira filmes, quadrinhos, vídeos, jogos, etc.

Constituída de deuses, heróis, anões, gigantes, serpentes, lobos e feiticeiros, as lendas relatam acontecimentos que procuram explicar a origem da humanidade, a vida após a morte, fenômenos da natureza, dentre outros.

Por ser crença entre vários povos é também chamada de mitologia viking ou germânica.

Mundos

A mitologia nórdica é composta por 9 mundos:

MItologia Nordica
O mundo, segundo a mitologia nórdica
  • Midgard: terra média e reino dos humanos, que corresponde ao planeta terra (mundo físico). Jord é a deusa guardiã desse mundo.
  • Asgard: separado do mundo dos humanos por imensos muros, Asgard é reino dos deuses (mundo superior, os céus) e seu guardião é Heimdall. Seus líderes são Odin, o deus maior da mitologia nórdica e Frigga, a deusa da fertilidade.
  • Niflheim: governada pela deusa Hel, deusa do inferno e filha de Loki, Niflheim corresponde ao reino do gelo e do frio onde se encontram gigantes e anões do gelo.
  • Vanaheim: mundo de repouso dos deuses Vanir, local onde nasceu Njord, deus protetor dos navegadores e o principal do clã dos Vanir.
  • Svartalfheim: local onde os deuses subterrâneos, chamados de svartálfar, moravam. Seu líder é Hoder, deus cego, irmão de Balder, deus da justiça e filho de Odin e Frigga.
  • Jotunheim: reino dos gigantes, chamados de Jotuns, sendo que sua principal cidade é Utgard. Seu líder é Thrym, rei dos gigantes.
  • Nidavellir: reino dos anões que está localizado nos subterrâneos de Midgard. Seu líder é Vidar, deus da vingança e filho de Odin.
  • Muspelheim: reino do fogo, onde vivem os gigantes de fogo. Seu líder é Surtr, o gigante de fogo.
  • Álfheim: reino dos elfos, seres mágicos de aparência humana e enorme beleza.

Bifrost

Bifrost é o nome dado a ponte de ligação entre o reino dos deuses, Asgard, e o reino dos homens, Midgard.

Yggdrasil

Árvore mítica e sagrada da mitologia nórdica, considerada a árvore da vida e que sustenta os nove mundos. Ela é o eixo do mundo e suas profundas raízes os conectam.

Valhalla

Valhalla, chamada de “Salão dos Mortos”, corresponde a residência dos deuses, ou seja, o local onde eles eram recebidos após a morte honrada nas batalhas.

Ragnarök

Na mitologia nórdica, Ragnarök corresponde ao local do destino final dos deuses. A batalha de Ragnarök aconteceu na região de Midgard entre as forças do bem e do mal, resultando no fim do mundo e de todas as criaturas sejam deuses, heróis, gigantes, monstros.

Note que, diferente das outras mitologias, na mitologia nórdica, os deuses não são eternos e com a batalha de Ragnarök, muitos deles morrerão, dando origem a outros novos.

Mitologia Nórdica
Odin lutando na Batalha de Ragnarök

Deuses da Mitologia Nórdica

Veja abaixo os principais deuses que compõem a mitologia nórdica:

  • Odin: maior dos deuses vikings, o pai dos deuses.
  • Freyr: deus da abundância e irmão de Freyja.
  • Frigga: deusa da fertilidade e mulher de Odin.
  • Tyr: deus do combate e filho de Odin e Frigg.
  • Vidar: deus da vingança, filho de Odin.
  • Thor: deus do trovão e filho de Odin.
  • Bragi: deus mensageiro da poesia e sabedoria, filho de Odin.
  • Balder: deus da justiça e filho de Odin e Frigga.
  • Njord: deus protetor dos navegadores.
  • Freya: deusa mãe, do amor e da luxúria; e filha de Njord e Skadi.
  • Loki: meio gigante e meio deus, ele é considerado o pai das mentiras.
  • Hel: deusa do inferno e filha de Loki.

Destacamos três deuses e suas estórias:

Odin: é maior dos deuses nórdicos, o pai dos deuses. Odin é representado como um homem velho, mas forte e vestido com suas armas de guerreiro, pois ele é o deus da sabedoria, da guerra e da morte. Também é conhecido como Wotan na mitologia germânica.

Para obter a sabedoria, Odin ofereceu um dos olhos a Mimir, o guardião e ainda ficou nove dias ferido por um flecha e pendurado na árvore Yggdrasil, para ser iniciado nas runas. Nos campos de batalha, Odin costumava cavalgar montado em seu cavalo de oito patas, Sleipnir.

Odin era casado com Frigga e teve vários filhos dentre os quais Thor e Vidar. Também são suas filhas as Valquírias, que Odin manda aos campos de batalha, a fim de recolher os corpos daqueles que morreram lutando bravamente.

Os guerreiros escolhidos pelas Valquírias viverão felizes no palácio de Valhalla até o dia da Batalha de Ragnarök quando Odin será morto. Não será, porém, o fim. A terra ressurgirá fértil e será repovoada por dois seres humanos e uma era de felicidade será instaurada.

Frigga: deusa da fertilidade e mulher de Odin. Frigga é representada como mãe, guerreira e sábia que conhece os segredos dos homens, mas não os revela. Seus símbolos são a roca, o fuso e as chaves que significam a duração da vida e a sabedoria.

Mitologia Nórdica Odin Frigga
Odin e Frigga, a única que podia sentar-se ao seu lado. Os corvos permitiam a Odin ver o que acontecia nos Nove Mundos.

Quando os guerreiros morrem em combate, as Valquírias escolhem aqueles que irão para Valhalla, junto a Odin e a outra metade ficará em Folkvang, perto da deusa.

Ali, passarão o resto dos dias exercitando-se e participando de alegres banquetes, até o fim dos tempos, na Batalha de Ragnarök.

Thor: deus do trovão e filho de Odin. Talvez seja o deus nórdico mais popular até hoje, pois seu culto foi levado para a Inglaterra pelos Vikings. Também os romanos o conheceram quando lutavam contra os germânicos e acabaram descrevendo-o em seus relatos.

Thor é filho de Odin e Jord, a personificação da Terra, e é um guerreiro que utiliza o martelo mágico, Mjölnir, que nunca erra o alvo e pode ter seu tamanho reduzido.

Os antigos acreditavam que os trovões eram a prova que Thor estaria usando o martelo, daí a crença em considerá-lo como deus do Trovão.

Thor foi casado duas vezes e gerou quatro filhos. O segundo casamento, o mais importante, foi com Sfi que lhe deu três filhos.

Sfi era uma deusa belíssima e também guerreira habilidosa. No fim dos tempos, durante a Batalha de Ragnarök, diz-se que Thor matará e será morto por Jörmundgander, a grande serpente.

Criaturas Nórdicas

Além dos deuses (entidades superiores), diversas criaturas fazem parte da mitologia nórdica, a saber:

  • Heróis: possuíam alguns poderes e realizavam grandes feitos.
  • Anões: seres que possuíam elevada inteligência superior.
  • Jotuns: gigantes que tinham poderes especiais
  • Monstros: também chamados de bestas, possuíam poderes sobrenaturais.
  • Valquírias: são as servas do maior dos deuses: Odin.
  • Elfos: belas criaturas imortais e com poderes mágicos que se assemelham aos humanos. São habitantes das florestas, fontes e bosques.

Leia mais:

Juliana Bezerra
Juliana Bezerra
Bacharelada e Licenciada em História, pela PUC-RJ. Especialista em Relações Internacionais, pelo Unilasalle-RJ. Mestre em História da América Latina e União Europeia pela Universidade de Alcalá, Espanha.