Mitologia Romana

Daniela Diana

A mitologia romana é o conjunto de crenças, estórias, mitos e lendas que foram contadas pelos romanos na antiguidade. Elas foram passadas oralmente de geração em geração.

As lendas que compunham a mitologia romana estavam baseadas em relatos sobre a origem de Roma, dos deuses, dos homens e dos fenômenos da natureza.

Lembre-se que antes da expansão do Cristianismo, na Roma Antiga a religião do povo era politeísta, ou seja, incluía diversos deuses.

Eles eram cultuados em rituais, festas, danças, invocações, procissões, orações e sacrifícios que ocorriam geralmente nos templos dedicados aos deuses.

Nessa época, a vida dos romanos estava intimamente relacionada com a religião e, portanto, com os deuses do panteão romano.

Eram eles que favoreciam as colheitas, a saúde, a proteção, a harmonia e a prosperidade entre os homens.

Vale lembrar que alguns deuses eram inseridos na história da mitologia assim que os romanos iam conquistando os territórios e mesclado sua cultura com outras.

Foi assim que aconteceu quando eles conquistaram as regiões da Grécia. Por isso, há os deuses gregos correlatos e a denominação que designa essa união: “mitologia greco-romana”.

Esse sincretismo religioso ocorreu não somente com os gregos, mas com os etruscos, egípcios, fenícios e frísios. Isso resultou na mitologia romana, tal qual a conhecemos hoje.

Classificação

A mitologia romana está dividida em dois períodos:

  • Mitologia Antiga: de teor mais ritualístico e mitológico.
  • Mitologia Tardia: de teor mais literário.

Além disso, está dividida em 2 grupos:

  • Di Indigetes”: Deuses originais do território de Roma.
  • Di Novensides”: Deuses de origem estrangeira, sendo a maioria de origem grega

Deuses Romanos

Estátua de Netuno, o Deus dos Mares
Estátua de Netuno, o Deus dos Mares

Os deuses romanos eram imortais, no entanto, possuíam diversas características humanas relacionados aos sentimentos, comportamentos e aparências físicas.

Entretanto, diferente da mitologia grega, os deuses romanos não tinham contato com os seres humanos.

Para não confundir os nomes entre os deuses gregos e romanos, segue abaixo uma lista dos principais deuses romanos e seus correlatos gregos.

Nomes dos Deuses RomanosCorrelatos GregosPrincipais Características
SaturnoCronosfilho do céu e da Terra e pai de Júpiter, deus do tempo e das sementeiras.
JúpiterZeuspai dos deuses, deus dos céus, da chuva, da luz e do raio.
JunoHeradeusa dos deuses, protetora do casamento e dos filhos.
MarteArespai de Rômulo e do povo romano, deus das colheitas e da guerra.
VênusAfroditedeusa do amor e da beleza.
VulcanoHefestodeus do fogo, marido de Vênus e filho de Júpiter e Juno.
CupidoErosfilho de Vênus e de Marte, deus do amor e da paixão.
DianaÁrtemisirmã gêmea de Apolo, deusa da caça, da lua e da castidade.
ApoloApolodeus da música, da poesia, da adivinhação (oráculos) e do sol.
BacoDionísiodeus das festas, do vinho, dos excessos, dos vícios e do delírio místico.
Faunodeus da fertilidade dos campos, da fecundidade e dos animais.
MercúrioHermesdeus mensageiro do comércio, das estradas e da eloquência.
FloraClórisesposa de Zéfiro, deusa das flores e de tudo o que floresce.
MinervaAtenadeusa das artes e da sabedoria. Era considerada a protetora do comércio e da indústria.
CeresDeméterdeusa dos frutos, da agricultura, da terra e dos cereais.
NetunoPoseidondeus dos mares e das tempestades.
PlutãoHadesdeus do submundo, dos infernos.

Outras Divindades

Além dos deuses, outras divindades menores eram cultuadas entre os romanos:

  • Ninfas: divindades femininas da natureza, as ninfas eram belas donzelas seminuas habitantes dos lagos, bosques, florestas e montanhas.
  • Bacantes: chamadas de mênades na mitologia grega, as bacantes eram uma espécie de ninfas que adoravam o deus Baco e nos rituais se mostravam de maneira selvagem e libidinosa.
  • Faunos: originados do deus Fauno, os faunos eram entidades místicas dos bosques e dos trabalhos rurais. Eles possuíam patas, chifres e pelos de bode com um corpo metade humano e metade bode, e sempre estavam perseguindo as ninfas. Na mitologia grega correspondem aos sátiros.

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.