Deus Hades

Daniela Diana

Hades é o deus grego do submundo, do reino dos mortos, e na mitologia romana, ele é chamado de Plutão.

Também é chamado de deus da riqueza porque possui todos os metais preciosos do planeta.

Reside e governa o lugar mais sombrio da Terra, para onde vão as almas dos mortos.

Dono de uma personalidade impiedosa, Hades era repugnante, insensível, monstruoso e poucos tinham coragem de pronunciar seu nome. Assim, na mitologia grega ele é considerado o mais temido dos deuses.

Representação de Hades

Hades e Cérbero
Hades e Cérbero

Hades é retratado como um homem de pele morena e que usa barba. É adornado com uma coroa, e carrega a chave do submundo e um cetro.

Em sua companhia anda um cão de três cabeças, o cérbero. Esse animal tinha o objetivo de guardar a entrada do reino dos mortos.

Geralmente, Hades usava uma carruagem para se locomover e, muitas vezes, ele é retratado na carruagem em companhia de sua esposa Perséfone.

História

Hades é filho de Cronos, rei dos Titãs, e Reia. Ele possuía mais quatro irmãos: Poseidon, Zeus, Deméter, Héstia e Hera.

Cronos, o pai deles e o mais novo dos titãs, devorava seus filhos ao nascerem, com receio de ser destronado.

Com a vitória dos filhos sob Cronos, Hades teve direito de governar o submundo. Já seus irmãos, Zeus e Poseidon, ficaram com a posse do céu e do mar, respectivamente.

Assim, ele era o único que não morava no Monte Olimpo, uma vez que residia em um palácio debaixo da Terra. Seu símbolo era um capacete confeccionado por Hefesto cujo adorno o tornava invisível.

O mesmo capacete foi usado por Atena em uma luta contra Ares na Guerra de Troia. A batalha é descrita em a Ilíada.

Conforme os relatos de a Odisseia, era preciso atravessar o oceano para chegar ao reino secreto de Hades.

Hades e Perséfone

Entre as histórias que retratam Hades está sua paixão pela deusa Perséfone, filha de Zeus e Deméter. Ela foi raptada por Hades e levada ao submundo.

Rapto de Perséfone
Rapto de Perséfone, escultura de Gian Lorenzo Bernini

Hades a seduziu e a enganou, fazendo com que comesse uma romã, o fruto proibido. Caso não se alimentasse no submundo, Perséfone poderia voltar ao mundo dos vivos. Como ela ingeriu a romã, só teve o direito de voltar 9 meses por ano.

Esse ciclo é descrito como o regime das estações do ano por representar o humor de Deméter. Ou seja, o inverno era a estação em que a mãe ficava triste com a ausência de sua filha.

Por sua vez, no verão, na primavera e no outono, Perséfone voltava ao mundo dos vivos, momentos estes que refletem a alegria de sua mãe.

Filhos de Hades

Os filhos de Hades são:

  • Zagreu: deus da religião órfica;
  • Macária: deusa da morte abençoada;
  • Melinoe: deusa dos fantasmas, pesadelos e da loucura.

Segundo a mitologia grega, Zagreu é, na verdade, filho de Zeus, que estuprou a filha enquanto ela dormia.

Há, contudo, referências de Zagreu como um dos filhos de Hades, cujos poderes estão ligados à morte e o controle de almas.

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.