Deus Apolo

Daniela Diana

Apolo é um deus da mitologia greco-romana, considerado um dos maiores deuses do Olimpo.

Ele é venerado como o deus do Sol, da profecia, da poesia, das artes, da música, da cura, da justiça, da lei, da ordem, do tiro ao alvo e da peste.

Apolo é um dos mais amados deuses olímpicos, sendo visto com um deus justo, que defendia a tolerância. Também é conhecido como o deus dos rebanhos e das colheitas.

Representação de Apolo

A representação mais comum de Apolo é de um homem nu, jovem, bonito e brilhante, na qual remete a ideia de ele fosse o próprio Sol. Seus objetos tradicionais são o arco de prata, a lira, o ramo de louro e a palmeira.

Estátua do Deus Apolo
Estátua de Apolo exposta no museu Pio Clementino, no Vaticano

História de Apolo

Filho de Zeus e Leto, Apolo nasceu na ilha de Delos, quando sua mãe se escondia da esposa de Zeus, Hera.

Foi irmão gêmeo de Ártemis, a deusa da caça, da magia, do deserto e dos animais selvagens. Além disso, Apolo era irmão de Hermes, Hefesto, Ares e Atena.

Assim que nasceu, ele foi alimentado com néctar dos deuses e ambrosia. O alimento o transformou diretamente de bebê para homem. Com apenas um ano de idade, ele derrotou a serpente píton, que tentava atacar sua mãe.

Auxiliou os troianos na Guerra de Troia salvando em mais de uma ocasião os guerreiros Eneias, Glauco e Hector.

Sua força ajudou a destruir as muralhas de Troia e por seu intermédio, Paris conseguiu acertar com uma flecha o calcanhar de Aquiles, que foi derrotado.

Em sua homenagem, coroas de louros foram jogadas ao seus pés. O louro é, ainda hoje, a representação do triunfo nos jogos olímpicos.

Apolo e Dafne

Apolo foi pai de muitos deuses, entre eles Aristeu e Asclépios, embora não tenha tido muita sorte no amor. Teve diversos envolvimentos amorosos tanto com mulheres, quanto com homens.

Uma de suas histórias de amor mais emblemáticas é com a ninfa Dafne, filha do rei Peneu.

Como Apolo era um ótimo deus arqueiro, ele desafio o deus Cupido do amor, afirmando que suas flechas eram mais poderosas que as dele.

Para provar seu poder, Cupido acerta seu coração com uma flecha de ouro, que o levou a amar perdidamente Dafne. Por sua vez, ele atirou nela uma flecha de chumbo e como consequência, ela passou a repudiar Apolo.

Assim, Apolo foi desprezado por Dafne, que contrariada por suas constantes investidas, pediu para seu pai, Peneu, que a transformasse em um loureiro.

Apolo e Dafne
Escultura de Gian Lorenzo Bernini que traduz o momento de transformação de Dafne

Curiosidade

  • Apolo o único deus a ter o mesmo nome na mitologia grega e romana.
  • Ele foi um personagem protagonista da obra "Odisseia" e citado no poema "Ilíada", ambos do poeta grego Homero.

Saiba mais:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.