O que é Mitologia?

Pedro Menezes

A mitologia é um sistema de crenças composta por uma série de narrativas chamadas de mito. Essas histórias buscam explicar tudo o que existe e é importante para uma sociedade.

Os mitos são histórias que explicam a existência de diversos elementos da natureza, assim como ensinam sobre o comportamento humano. Essas narrativas e lendas compõem o imaginário coletivo de um determinado povo.

Formam uma tradição oral, suas histórias são contadas de geração a geração. Esses relatos fabulosos se transformam na história das coisas e em uma crença comum compartilhada por um grupo de pessoas.

O que é mito?

A palavra mito possui sua origem no termo grego mythos que significa "narrativa". Assim, a mitologia pode ser compreendida como um conhecimento oral que visa explicar o mundo.

O mito é história contada oralmente composta de seres fantásticos: heróis, deuses e criaturas mitológicas. Essas são repletas de ensinamentos e formam um tipo de conhecimento.

Leia mais em: O que é mito?

O significado de mito atualmente

Ao longo da história, o termo mito passou a designar eventos ou personagens que parecem romper com a lógica. Quando utilizado para pessoas, a palavra mito assume o sentido de identificar aquela pessoa a um herói, algo que está acima das pessoas comuns.

Entretanto, quando é utilizado para definir eventos do passado, os mitos significam algo possivelmente falso, sem confirmação, mas que algumas pessoas acreditam.

Quantas mitologias existem?

Não é possível precisar a quantidade exata de mitos ou mitologias existentes. Diversos povos construíram diferentes e complexos sistemas mitológicos.

Entretanto, todas as mitologias possuem uma característica comum: servir de explicação para o surgimento do mundo, para os elementos da natureza e as relações entre os seres humanos.

Os principais exemplos são:

Muitas sociedades que possuíam uma consciência mítica foram extintas, outras sofreram um processo de transformação em que os mitos foram sendo substituídos por outros conhecimentos: a filosofia e a religião.

Exemplos de mitos

Na mitologia grega, o Mito de Cronos explica o surgimento do mundo. Segundo o mito, os deuses e os seres humanos seriam filhos do tempo (Cronos), mas ele tinha o hábito de comê-los com medo de que algum tomasse seu trono.

Um dia, sua esposa, a deusa Reia, o engana com pedras enroladas em tecido e consegue libertar uma criança, Zeus. Zeus cresce, derrota Cronos e passa a governar e organizar o mundo tal como ele existe, assumindo-se como o deus dos deuses.

Cronos e Reia
Reia e Cronos por Karl Friedrich Schinkel (Sec. XIX).

Outros mitos importantes e que possuem um legado na construção da cultura ocidental são:

Seres mitológicos, deuses, animais, plantas, sentimentos humanos e o que mais for relevante para determinado povo entrelaçam-se numa teia de histórias que explicam tudo o que existe no mundo.

Essas explicações são simples de compreender, por utilizar imagens, metáforas e uma narrativa com começo meio e fim.

Mesmo assim, mitologia grega tende a ser uma das mais complexas, composta de uma série de deuses e seres que se relacionam e dão sentido a tudo o que existe. Alguns deuses gregos são:

Seres mitológicos

Cada mitologia possui sues próprios seres. Eles possuem características que humanas e sobre-humanas, mesclados com elementos da natureza, constroem uma narrativa que ajuda a compreender a cultura de um povo.

Alguns exemplos de seres mitológicos são:

  • Medusa - Na mitologia grega, a Medusa era uma figura feminina com serpentes no lugar dos cabelos e capaz de transformar em pedra quem olhasse diretamente em seus olhos.
  • Minotauro - Criatura com corpo de homem, cabeça e cauda de touro. Era responsável por guardar o labirinto e proteger a entrada da cidade de Minos, na Grécia.
  • Cérbero - O cão de três cabeças que guardava a entrada do mundo dos mortos.
  • Hidra - Monstro aquático semelhante a um dragão de múltiplas cabeças. Vivia no pântano de Lerna e foi derrotada pelo herói Hércules.
  • Kraken - Lula gigante da mitologia nórdica, atacava as embarcações que ousavam navegar pelo Atlântico Norte.
  • Elfo - Criaturas das mitologias nórdica e celta, responsável por guardar as florestas, possuíam também poderes de cura.
  • Curupira - Criatura protetora da floresta na mitologia brasileira, seus pés virados para trás formam pegadas que confundem os caçadores e aqueles que tentam persegui-lo.

Se interessa por mitologia? Estes textos podem te ajudar:

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).