Perséfone

Daniela Diana

Perséfone é a deusa do submundo na mitologia grega. Também é considerada a deusa da agricultura, das estações, das flores, dos frutos, das ervas e da fertilidade. Na mitologia romana, ela é chamada de Proserpina.

Representação de Perséfone

Perséfone era uma mulher muito bonita que atraiu a atenção de muitos deuses. Assim, sua representação mais comum é de uma mulher jovem, usando um vestido e, muitas vezes, ela aparece segurando uma romã, o fruto proibido que ela comeu no submundo.

Perséfone

Ali, ela aprendeu a governar o mundo de seu marido Hades e ainda, ficou conhecendo muitos de seus mistérios. Dessa maneira, a deusa tornou-se a guardiã do mundo dos mortos.

História

Filha de Zeus, o senhor dos deuses e dos homens, e Deméter, deusa da colheita e da fertilidade, Perséfone nasceu e foi criada no Monte Olimpo.

Como era muito bela, Perséfone chamou a atenção de muitos deuses. Virgem e protegida por sua mãe, ela foi raptada pelo seu tio e deus do submundo Hades, enquanto colhia narcisos.

A partir desse momento, os alimentos e os campos foram atingidos pela tristeza de Deméter, deusa responsável pela agricultura. Receosos das consequências que isso poderia acarretar, os deuses logo interviram para encontrar sua filha.

Ao revelarem onde estava Perséfone, Deméter foi pedir a ajuda de Zeus. No entanto, Hades não permitiu o retorno de Perséfone. O deus do submundo ludibriou a deusa e fez com que ela comesse o fruto que selaria o casamento: a romã. E, como consequência desse ato, ela ficaria com ele um terço do ano.

Assim, durante os meses do outono, primavera e verão ela retornaria à Terra e ficaria ao lado de sua mãe. Nos meses do inverno, por sua vez, ela ficaria no submundo, ao lado de Hades.

Esse mito foi muito utilizado para explicar as mudanças das estações do ano. Assim, quando Perséfone estava ao lado de sua mãe, os campos floresciam. Por outro lado, no inverno, o solo ficava infértil e a falta de alimentos afetava a população. Isso refletia a tristeza de sua mãe quando ela não estava ao seu lado.

Perséfone e Hades

O mito de Perséfone e Hades é um dos mais emblemáticos da mitologia grega. Muitos artistas retrataram em telas e esculturas essa história. Confira abaixo alguns exemplos:

O Rapto de Proserpina de Gian Lorenzo Bernini, na Galleria Borghese, Roma

O rapto de proserpina de Gian Lorenzo Bernini

O Rapto de Proserpina de Luca Giordano, no Palazzo Medici Riccardi, Florença

O Rapto de Proserpina, de Luca Giordano

Estátuas de Perséfone e Hades no Museu Arqueológico de Heraklion, Creta

Perséfone e Hades

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.