Édipo Rei

Daniela Diana

Édipo Rei é um personagem da mitologia grega e também uma tragédia escrita por volta de 427 a.C. pelo dramaturgo Sófocles (496-406 a.C.).

Trata-se de uma das tragédias gregas mais emblemáticas da história do teatro na Grécia. É baseada no mito de édipo e citada pelo filósofo grego Aristóteles em sua obra “Poética”.

Estátua de Sófocles
Estátua de Sófocles em Atenas, Grécia

Resumo

Na lenda grega, Édipo, filho de Laio e Jocasta, era o rei de Tebas, a cidade que fora assolada por uma peste. Ao consultar o oráculo de Delfos, Édipo descobriu algo trágico sobre sua vida: ele foi amaldiçoado pelos deuses.

Ele estava destinado a casar com sua mãe, com quem teve dois filhos e duas filhas, e a matar seu pai, o rei que governava a cidade antes de Édipo.

Após saber a verdade, sua mãe-mulher se enforcou e Édipo, envergonhado de seus atos, perfurou os próprios olhos.

Tudo começou quando seu pai teve um filho com Jocasta. Um dos oráculos já lhe tinha avisado sobre seu destino trágico: ser morto por seu próprio filho.

Depois do nascimento da criança, Laio se arrepende. Pede para um de seus servos abandonar o bebê no Monte Citerão (entre Tebas e Corinto) com os pés amarrados numa árvore.

Entretanto, ele fora encontrado por um pastor e acabou sobrevivendo, sendo adotado pelo rei de Corinto Pólibo, que o considerou seu próprio filho.

Já adulto, Édipo decide abandonar Corinto e ir à Tebas consultar o oráculo que o revela sobre sua maldição: matar seu pai e casar com sua mãe.

Desconsolado com a revelação, segue em direção a cidade e no meio de sua jornada, acaba matando seu pai por uma discussão que tiveram numa encruzilhada.

Além disso, encontra a Esfinge na porta da cidade de Tebas, ser mitológico metade leão e metade mulher.

A Esfinge, aterrorizava grande parte do povo tebano com seus enigmas, posto que quem não adivinhasse era devorado por ela.

Todavia, Édipo acerta a pergunta feita por ela, e por fim, ela acaba se matando. Esse fato que o tornou um herói e assim, foi eleito o novo Rei de Tebas.

O enigma proposto pela esfinge foi: "Qual é o animal que de manhã tem quatro pés, dois ao meio dia e três à tarde?"

Sem hesitar, Édipo responde que essa figura é o homem. Isso porque na infância engatinha, na idade adulta anda ereto com os dois pés, e na velhice necessita da bengala (o terceiro pé) para se apoiar.

Personagens da Tragédia

A ação trágica passa-se em Tebas (Cadméia) e os personagens que a compõe são:

  • Édipo: Rei de Tebas e personagem principal da trama.
  • Sacerdote: porta-voz da população e sacerdote de Zeus.
  • Creonte: irmão da rainha Jocasta, cunhado de Édipo.
  • Tirésias: ancião cego e profeta.
  • Jocasta: mãe e mulher de Édipo.
  • Mensageiro: quem revela que Édipo tem pais adotivos.
  • Servo: ex-pastor que tenta matar Édipo.
  • Coro: formado por anciões de Tebas. Representa o pensamento da sociedade grega.

Confira a obra na íntegra, fazendo o download do PDF aqui: Édipo Rei.

Psicanálise

Na psicologia, o “Complexo de Édipo” trata-se de um conceito criado por Sigmund Freud inspirado na tragédia grega de Sófocles.

É um transtorno determinado durante uma fase da vida em que o menino sente atração por sua mãe.

O contrário, ou seja, quando a menina se sente atraída pelo seu pai, dá-se o nome de "Complexo de Electra".

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.