Origem e Composição do Gás Natural


O gás natural é originado pela degradação da matéria orgânica (restos de vegetais, algas e animais) por bactérias anaeróbias em camadas muito profundas da crosta terrestre ou abaixo dela. Foi sendo formando com o passar de milhões de anos, junto com o processo natural de formação do planeta.

A matéria orgânica proveniente de vegetais, de natureza seca, alcança maiores profundidades e sofre maior aquecimento transformando-se em carvão mineral, xisto e metano. Enquanto que os restos de algas e animais, de natureza gordurosa, não passam por esse cozimento gradual e originam o petróleo.

Nos estágios finais de degradação dessa matéria gordurosa, o petróleo transforma-se em um condensado volátil associado aos hidrocarbonetos gasosos, entre os quais predomina o metano. Por isso é comum encontrar o gás associado ao petróleo, chamado gás natural associado. Quando há pouca ou nenhuma quantidade do petróleo, é dito gás natural não associado.

Veja também o artigo sobre o Petróleo.

Composição

O gás natural bruto tem composição definida por uma série de fatores naturais durante o seu processo de formação e as condições de acumulação nos reservatórios subterrâneos. Isso varia com a localização do reservatório (terra ou mar), do tipo de solo, da geologia do solo, entre outros fatores. Os componentes determinam aspectos como a densidade e o poder calorífico do gás.

O gás natural não associado possui maiores teores de metano, e na forma associada ao petróleo contém quantidades significativas de etano, propano, butano e hidrocarbonetos mais pesados. Fazem parte da composição também gases como dióxido de carbono (CO2), nitrogênio (N2), hidrogênio sulfurado (H2S), água, ácido clorídrico(HCl) e impurezas mecânicas.

A composição do gás natural que é comercializado varia de acordo com a finalidade a que se destina. Para adquirir características adequadas para ser comercializado, o gás natural bruto passa por unidades de processamento, onde são retiradas impurezas e separados os hidrocarbonetos pesados. Alguns exemplos de produtos comercializados são: gás natural (com predomínio de metano ou propano ou etano), gasolina natural (butano), diesel (octano), querosene (tetradecano), entre outros.

Conheça as Vantagens de Desvantagens do Gás Natural.

Produção no Brasil

No Brasil, o gás natural que é comercializado atualmente é obtido dos nossos reservatórios, mas também é importado da Bolívia (vindo através de gasodutos) e de outros fornecedores na forma de gás natural liquefeito(GNL), sendo depois transformado em gás.

A maior parte de nossas reservas petrolíferas está em campos marítimos, o que tem levado as atividades de perfuração a atingirem profundidades cada vez maiores. A Bacia de Campos foi a primeira a entrar em atividade nos anos 1970, permitindo à Petrobrás desenvolver tecnologia de ponta para atuar em áreas do pré-sal e do pós-sal. As plataformas estão espalhadas por diversos estados, mas principalmente no Sudeste, onde se localiza a Bacia de Campos (entre RJ e ES) e no Nordeste. Em terra a produção está concentrada principalmente nas regiões Norte e Nordeste e, em menor escala, no Sudeste, na História da Petrobrás.