Petróleo

Carolina Batista

O petróleo é uma mistura complexa de compostos orgânicos gerada pela decomposição lenta de pequenos animais marinhos, que foram soterrados, em um ambiente com pouco oxigênio.

Esse combustível fóssil é encontrado no fundo dos oceanos, bem como no solo, em rochas sedimentares. As jazidas datam entre 10 milhões e 500 milhões de anos.

As principais características do petróleo são: líquido escuro, viscoso, inflamável e menos denso que a água.

Petróleo, do latim petroleum, é a união das palavras petrus (pedra) e oleum (óleo) que significa literalmenteóleo de pedra.

Pelo fato de ser uma das principais fontes de energia a nível mundial, o petróleo é conhecido como ouro negro.

Origem do petróleo

Muitas teorias giram em torno de sua origem, contudo, a mais aceita diz que o petróleo é oriundo da sedimentação de matéria orgânica (animal e vegetal), que foi soterrada na orla marítima há milhões de anos.

A formação do petróleo ocorre pela pressão da água, onde os fitoplânctons se transformam em petróleo, num processo demorado e em condições especiais.

petróleo

É importante destacar que, segundo estudiosos, uma jazida de petróleo pode levar entre dez e quatrocentos milhões de anos para se constituir. Por isso, não se conseguiria produzir novas jazidas, o que caracteriza o petróleo como uma fonte não renovável.

Composição química do petróleo

O petróleo é uma substância natural formada por vários compostos orgânicos, especialmente, hidrocarbonetos.

Alguns dos hidrocarbonetos encontrados no petróleo são: metano (CH4), butano (C4H10) e octano (C8H18).

De acordo com sua composição, o petróleo é classificado em:

Base parafínica Alta concentração de hidrocarbonetos parafínicos, que correspondem aos alcanos.
Base naftênica Alta concentração de hidrocarbonetos naftênicos, que correspondem aos ciclanos.
Base aromática Alta concentração de hidrocarbonetos aromáticos.
Base mista Mistura de hidrocarbonetos parafínicos e naftênicos.

Vale lembrar que essa classificação ocorre por meio da predominância de alguma substância encontrada na composição do petróleo e que varia conforme a sua procedência. Por isso, o petróleo pode ser classificado em: parafínico, naftênico, misto ou aromático.

Em termos de porcentagem, a proporção dos elementos químicos presentes no petróleo é:

Elemento Porcentagem
Carbono 84 - 87%
Hidrogênio 11 - 14%
Enxofre 0,06 - 2%
Nitrogênio 0,1 - 2%
Oxigênio 0,1 - 2%

Para que serve o petróleo?

O petróleo é um combustível fóssil, empregado principalmente para geração de energia pela facilidade com que seus componentes sofrem combustão.

Veja a reação de combustão do butano:

2C4H10 + 13O2 → 8CO2 + 10H2O + Calor

A reação do hidrocarboneto com o oxigênio do ar é extremamente exotérmica, liberando energia de 2.873,3 kJ/mol.

O petróleo também é utilizado como matéria-prima para inúmeros materiais que fazem parte do nosso cotidiano.

O craqueamento térmico do petróleo quebra moléculas maiores, como a querosene (C12H26), e transforma em frações comercializáveis.

C12H26 → C8H18 + 2C2H4

A gasolina (C8H18) é usada como combustível e o eteno (C2H4) é a matéria-prima para fabricação de plástico.

Para saber mais, não deixe de ler esses textos:

Derivados do Petróleo

O petróleo cru é levado para as refinarias, a fim de separá-lo em vários componentes, que serão transformados em produtos derivados do petróleo.

Primeiramente, o petróleo passa por processos físicos, como filtração e decantação, que retiram a água e impurezas, por exemplo, areia, argila e pedaços de rocha.

Após isso, os derivados do petróleo são obtidos no processo de refino. As frações são separadas em torres de destilação, sob pressão atmosférica e a vácuo.

refino do petróleo

O petróleo é matéria prima de muitos combustíveis, produtos, óleos, a saber: gás natural, gasolina, gás liquefeito de petróleo (GLP), querosene, óleo diesel, nafta petroquímica, solventes, asfalto, dentre outros.

Vejamos alguns:

Fração Informações
Gasolina

O que é: produto líquido, volátil e inflamável, composta por mais de 400 hidrocarbonetos. São classificadas em gasolina comum, aditivada e premium, diferenciadas pela qualidade e melhor aproveitamento.

Para que serve: a gasolina é um dos subprodutos do petróleo utilizada, em sua maioria, como combustível para veículos.
Gás liquefeito de petróleo - GLP

O que é: composto de hidrocarbonetos (propano, butano, propeno e buteno) encontrado em temperatura ambiente no estado gasoso.

Para que serve: popularmente conhecido como o gás de cozinha, o GLP além de ser utilizado como combustível doméstico, é também produto de alguns combustíveis industriais e aerossóis.
Querosene

O que é: chamado popularmente de óleo de parafina, o querosene é produzido pelo processo de destilação de petróleo, sendo um produto intermediário entre a gasolina e o óleo diesel.

Para que serve: composto de hidrocarbonetos é utilizado como combustível doméstico (iluminação) e de aviação, solventes, produto de limpeza, dentre outros.
Óleo diesel

O que é: subproduto do petróleo, o óleo diesel é uma substância inflamável, viscosa, volátil e tóxica composta, em grande parte, de hidrocarbonetos.

Para que serve: é utilizado como combustível industrial, de veículos e embarcações marítimas, além de ser empregado na produção de energia elétrica.
Nafta petroquímica

O que é: composto proveniente do petróleo, de aspecto incolor, produzido na primeira etapa do refino.

Para que serve: é utilizada principalmente, como matéria-prima básica para a produção de plástico, borracha, solventes e combustível.
Asfalto

O que é: substância sólida, escura, constituída de hidrocarbonetos, no qual o betume é o elemento ativo, que confere as propriedades de impermeabilizante e aglutinante.

Para que serve: é utilizado desde a antiguidade e, atualmente, o asfalto é empregado na pavimentação de estradas, como impermeabilizante, fabricação de tintas e baterias eletroquímicas, dentre outros.

História do petróleo

Pesquisadores afirmam que o petróleo já era utilizado por povos antigos da Mesopotâmia, Egito, Pérsia e China para fins de pavimentação, iluminação, lubrificantes, dentre outros.

Entretanto, apenas em 1859 na Pensilvânia, o primeiro poço foi perfurado pelo coronel Edwin Drake.

A descoberta do primeiro poço de petróleo ocorreu nos Estados Unidos, enquanto que no Brasil, foi descoberto na Bahia, em 1939.

Exploração e extração do Petróleo

A obtenção do petróleo ocorre através da execução de três etapas básicas. São elas:

Prospecção

Localização do petróleo com a detonação de explosivos e análise das ondas de choque que se propagam no solo.

Outro meio de conhecer o terreno, é com a utilização de satélites para estudar possíveis áreas que detém petróleo.

Perfuração

É feita após um estudo detalhado e marcação do local.

Mesmo após a perfuração são realizadas mais análises para dimensionar a viabilidade do poço.

Extração

Através de bombas de extração, o óleo é sugado das jazidas.

Se a pressão do gás é suficiente para expelir a substância, não se inclui as bombas de sucção, colocando-se apenas uma tubulação para a extração do petróleo bruto.

Quando é encontrado petróleo em alto mar, são utilizadas bombas em plataformas marítimas de vários tipos, que diferem de acordo com a profundidade dos poços, com o seu posicionamento, entre outros.

Dentre os primeiros colocados na produção de petróleo a nível mundial estão a Rússia, a Arábia Saudita e os Estados Unidos.

O Brasil também representa um papel bastante significativo nesse setor ocupando, ao longo dos anos, por volta da décima quinta colocação.

Petróleo no Brasil

A primeira descoberta de Petróleo no Brasil ocorreu nas proximidades da capital baiana, Salvador, no ano de 1939, próximo ao Recôncavo Baiano.

Entretanto, a primeira sondagem em busca de petróleo no país, foi realizada no interior do estado de São Paulo, na cidade de Bofete, no final do século XIX, por iniciativa Eugênio Ferreira de Camargo. O trabalho realizado não teve sucesso, já que o poço jorrou somente água sulfurosa.

Pouco antes da descoberta de petróleo nas terras brasileiras, em 1932, foi instalada a primeira refinaria de petróleo do país, denominada Refinaria Rio-grandense de Petróleo, em Uruguaiana (RS). O complexo utilizava petróleo importado de outros países.

A Bacia de Campos, no estado do Rio de Janeiro, é a principal região petrolífera do país desde 1976, ano em que a Petrobras confirma a presença de petróleo na região.

Nessa região se localiza a cidade de Macaé, principal produtora de petróleo do Brasil e, por isso, conhecida como Capital Nacional do Petróleo.

A Petrobras e o Pré-Sal

A Petrobras, criada em 1953, no governo de Getúlio Vargas, é uma empresa brasileira com atuação na área petroleira e está entre as maiores empresas petrolíferas do mundo.

O Pré-sal, descoberto em 2007, corresponde a uma camada de rochas com potencial acúmulo de petróleo que se estende abaixo de uma camada de sal.

Localizada a 7 mil metros abaixo do nível do mar é encontrada em grande parte no litoral brasileiro.

A abrangência é de 200 quilômetros de largura e 800 quilômetros de extensão, que vai desde o estado do Espírito Santo até Santa Catarina.

A produção do Pré-Sal, recorde do desempenho da Petrobras, pode beneficiar significativamente o Brasil, cuja expectativa de crescimento torna o país o maior produtor mundial de petróleo.


Saiba mais sobre outras fontes de energia em:

Carolina Batista
Carolina Batista
Técnica em Química pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (2011) e Bacharelada em Química Tecnológica e Industrial pela Universidade Federal de Alagoas (2018).