Tipos de Solo


O Solo é a camada superficial da crosta terrestre. Trata-se de um complexo composto de materiais minerais e orgânicos.

Formação e Composição do Solo

O solo é resultado da ação de vários elementos: água, clima, organismos vivos, relevo, tipo de rocha e o tempo de atuação desses fatores. Em função da ação conjunta dos diversos fatores, originam-se diversos tipos de solo.

A decomposição das rochas por ação dos agentes físicos, químicos ou biológicos dão origem aos componentes minerais. A incorporação e a decomposição de elementos orgânicos animais e vegetais (húmus), dão fertilidade ao solo.

Classificação dos Solos

Com relação a cor a maior parte dos solos podem ser agrupadas em três tipos:

Tipos de Solo

  • avermelhados e amarelos - indicam forte presença de óxido de ferro
  • escuros - indicam forte presença de materiais orgânicos
  • claros - indicam a fraca presença ou ausência de materiais orgânicos.

Com relação a textura os solos pedem se apresentar:

Tipos de Solo

  • arenoso - retém pouca água e nutrientes, pois possuem grandes poros, facilitando o escoamento da água
  • argiloso - o solo argiloso retém mais água e nutrientes (cálcio, potássio, ferro)
  • orgânico - é composto de materiais orgânicos em processo de decomposição, além de areia e argila

Complemente sua pesquisa com a leitura dos artigos:

Solo no Brasil

Entre os solos mais comuns encontrados no Brasil, destacam-se o massapê e a terra roxa:

  • Massapê - é um solo escuro, argiloso e orgânico, originado da desagregação e decomposição da rocha gnaisse. Aparece em grande trecho do Nordeste Brasileiro, na região chamada de Zona da Mata, onde desde o século XVI se cultiva a cana-de-açúcar, que se adapta muito bem a esse tipo de solo.
  • Terra roxa - é um solo avermelhado e vulcânico, originado da decomposição do basalto. Aparece no oeste do estado de São Paulo e no norte do Paraná. É excelente para a agricultura e, desde o século passado é utilizado para a cultura do café.

Curiosidade: Você Sabia?

A terra roxa, na verdade é vermelha e não roxa. O nome surgiu com os colonos italianos das lavouras do café que falavam "terra rossa", que em italiano quer dizer vermelho. O povo confundiu rossa com roxa.