Oscar Wilde

Márcia Fernandes

Oscar Wilde (1854-1900), importante escritor e poeta britânico, é autor de clássicos. Escreveu dramas, novelas, poesias, contos infantis e O Retrato de Dorian Gray, o seu único romance, que é considerado notável e que foi publicado em 1891.

Nasceu em Dublin no dia 16 de outubro de 1854. Seu nome completo é Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde. Seu pai, Willian Wilde, era médico e sua mãe, Jane Francesca Elgee, escritora.

Desde cedo mostrou que era brilhante. Se destacou na vida acadêmica ganhando prêmios na escola e, na universidade, recebeu o prêmio Newdigate com o poema Ravenna. Era a maior honra que os estudantes poderiam receber.

Foto de Oscar Wilde sentado

Foi um dos principais preponentes do Esteticismo, também conhecido como Dandismo. O Esteticismo foi um movimento artístico que valorizava a beleza em detrimento de outros valores, tais como os valores morais.

Graduou-se em 1878 e em 1882 viajou para os Estados Unidos da América (EUA), onde esteve durante 9 meses dando palestras.

Em 1884 casou-se com a inglesa Constance Lloyde, filha de um advogado. Dessa relação teve dois filhos e para eles escreveu O Príncipe Feliz, o Gigante Egoísta e O Rouxinol e a Rosa.

Teve uma vida extravagante, o que o teria levado a ser preso em 1895. Sua pena, de dois anos de prisão, incluía trabalhos forçados.

Oscar Wilde teria sido acusado de cometer atos imorais com um rapaz que se suspeitava que fosse seu amante.

Foi enquanto estava preso que escreveu De Profundis, que era uma carta a esse amante.

Após deixar a prisão em 1897 foi viver para Paris. Perdeu a fama e passou a escrever pouco. Lá, usava o pseudônimo Sebastian Melmoth.

Wilde, que tinha um talento brilhante, bebia, tinha sífilis e 3 anos depois morreu em Paris, pobre, após apanhar meningite. Tinha 46 anos.

Obras

  • Ravenna (1878)
  • O Crime de Lord Artur Saville (1888)
  • O Fantasma de Canterville (1888)
  • O Príncipe Feliz (1888)
  • O Retrato de Dorian Gray (1891)
  • A Alma do Homem sob o Socialismo (1891)
  • O Leque de Lady Windermere (1892)
  • Uma Mulher sem Importância (1893)
  • Um Marido Ideal (1895)
  • A Importância de ser Prudente (1895)
  • De Profundis (1895)
  • A Balada do Cárcere de Reading (1898)

Frases

Oscar Wilde era conhecido por criar frases sarcásticas, dentre as quais destacamos:

  • "Falar é ter demasiada consideração pelos outros. Pela boca morrem o peixe e Oscar Wilde."
  • "A cada bela impressão que causamos, conquistamos um inimigo. Para ser popular é indispensável ser medíocre."
  • "A vida é muito importante para ser levada a sério."
  • "Devem-se escolher os amigos pela beleza, os conhecidos pelo caráter e os inimigos pela inteligência."
  • "Quando eu era jovem, pensava que o dinheiro era a coisa mais importante do mundo. Hoje, tenho certeza."

Leia Prosa Gótica.

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.