Pretérito Perfeito

Daniela Diana

O pretérito perfeito do indicativo é um tempo verbal utilizado para falar de coisas no passado.

Há mais dois tipos de pretéritos: pretérito imperfeito e o pretérito mais-que-perfeito. Note que esse tempo verbal não é empregado no modo subjuntivo, somente em formação composta.

Pretérito Perfeito, Imperfeito e Mais-que-perfeito

Embora os três tempos verbais são utilizados para indicar o tempo passado, há diferenças no uso de cada um deles.

Enquanto o pretérito perfeito indica uma ação acabada que ocorreu em determinado momento no passado, o pretérito imperfeito, é utilizado para indicar uma ação inacabada. Ou seja, um fato que ainda não foi terminado. Assim, o pretérito imperfeito indica uma continuidade da ação.

Já o pretérito mais-que-perfeito é empregado para uma ação que ocorreu no passado antes de outra ação.

Tanto o pretérito perfeito quando o mais-que-perfeito apresentam formas compostas no modo indicativo e subjuntivo.

No entanto, na forma simples, ambos possuem somente conjugações no modo indicativo, enquanto o pretérito imperfeito, também é conjugado no modo subjuntivo.

Exemplos:

Pretérito Perfeito: caminhou
Pretérito Imperfeito: caminhava
Pretérito Mais-que perfeito: caminhara

Pretérito Perfeito Composto

O pretérito perfeito composto é utilizado para indicar uma ação repetida que ocorreu no passado e que se prolonga até o presente.

Ele é formado pelo verbo auxiliar “ter” conjugado no presente do indicativo e um verbo principal no particípio (-ado, -edo, -ido):

Exemplo: Eu tenho andado triste essa semana.

Pretérito Perfeito Composto do Indicativo
Eu tenho + particípio do verbo principal
Tu tens + particípio do verbo principal
Ele tem + particípio do verbo principal
Nós temos + particípio do verbo principal
Vós tendes + particípio do verbo principal
Eles têm + particípio do verbo principal

Interessante notar que esse tempo verbal quando é composto pode ser conjugado no modo subjuntivo.

Nesse caso, ele indica uma ação anterior que já está concluída, entretanto, que pode se referir a um fato passado ou futuro.

A formação do pretérito perfeito composto do subjuntivo é feita pelo verbo auxiliar “ter” conjugado no presente do subjuntivo mais o particípio (-ado, -edo, -ido) do verbo principal.

Exemplo: Espero que ele tenha conseguido o emprego.

Pretérito Perfeito Composto do Subjuntivo
Eu tenha + particípio do verbo principal
Tu tenhas + particípio do verbo principal
Ele tenha + particípio do verbo principal
Nós tenhamos + particípio do verbo principal
Vós tenhais + particípio do verbo principal
Eles tenham + particípio do verbo principal

Obs: É comum o uso do verbo haver como auxiliar, no entanto, o ter é mais usual.

Leia mais:

Conjugação do Pretérito Perfeito do Indicativo

Para os verbos regulares, ou seja, casos onde os radicais são invariáveis, a terminação do pretérito perfeito no modo indicativo é:

1.ª conjugação (-ar) 2.ª conjugação (-er) 3.ª conjugação (-ir)
(Eu) radical + -ei (Eu) radical + -i (Eu) radical + -i
(Tu) radical + -aste (Tu) radical + -este (Tu) radical + -iste
(Ele) radical + -ou (Ele) radical + -eu (Ele) radical + -iu
(Nós) radical + -amos ou -ámos (Nós) radical + -emos (Nós) radical + -imos
(Vós) radical + -astes (Vós) radical + -estes (Vós) radical + -istes
(Eles) radical + -aram (Eles) radical + -eram (Eles) radical + -iram

Exemplos

Para compreender melhor, vejamos as conjugações de três verbos regulares no pretérito imperfeito do indicativo

1.ª conjugação (-ar) – verbo andar 2.ª conjugação (-er) – verbo vender 3.ª conjugação (-ir) – verbo partir
Eu andei Eu vendi Eu parti
Tu andaste Tu vendeste Tu partiste
Ele andou Ele vendeu Ele partiu
Nós andamos Nós vendemos Nós partimos
Vós andastes Vós vendestes Vós partistes
Eles andaram Eles venderam Eles partiram

Leia também:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.