Tempos Verbais


Os tempos verbais indicam quando ocorre a ação, estado ou fenômeno expressado pelo verbo, em suma:

Presente - não só indica o momento atual, mas procedimentos regulares ou situações permanentes.

Exemplos:

  • Estou aqui!
  • Tomo medicamentos.
  • O que eu posso fazer se ele é assim?

Passado (Pretérito) - indica momentos anteriores, decorridos ou acabados.

Exemplos:

  • Eles fizeram mesmo isso?
  • Eu não acreditava no que meus olhos viam.
  • Acabei!

Futuro - indica acontecimentos que se realizarão.

Exemplos:

  • Ganharei na loteria!
  • Dormirei o dia todo se for preciso.

A partir desses três momentos, surgem todos os tempos e modos existentes (Indicativo, Subjuntivo e Imperativo).

Tempos do Indicativo

Os tempos do indicativo são: Presente, Pretérito Perfeito, Pretérito Imperfeito, Pretérito mais-que-perfeito, Futuro do Presente e Futuro do Pretérito.

Presente

O presente do indicativo exprime uma ação na atualidade.

Exemplo:
Leio o jornal todos os dias pela manhã.

Pretérito Perfeito

O pretérito perfeito exprime uma ação concluída.

Exemplo:
Porém, ontem não li o jornal.

Pretérito Imperfeito

O pretérito imperfeito exprime uma ação anterior ao presente, mas ainda não concluída.

Exemplo:
Antes não lia nenhum tipo de publicação.

Pretérito mais-que-perfeito

O pretérito mais-que-perfeito exprime uma ação anterior a outra já concluída.

Exemplo:
Quando saí para trabalhar, já lera o jornal de hoje.

Esse tempo está em desuso. Em vez dele, utilizamos o pretérito mais-que-perfeito composto, porém embora não seja empregado, é importante conhecer o pretérito mais-que-perfeito.

Exemplo:
Quando saí para trabalhar, já tinha lido o jornal de hoje.

Futuro do Presente

O futuro do presente exprime uma ação que irá se realizar.

Exemplo:
Amanhã lerei o jornal na hora do almoço.

Futuro do Pretérito

O futuro do pretérito exprime uma ação futura em relação a outra já concluída.

Exemplo:
Leria mais se houvera (ou se tivesse havido) tempo.

Tempos do Subjuntivo

Os tempos do subjuntivo são: Presente, Pretérito Imperfeito e Futuro.

Presente

O presente do subjuntivo exprime uma ação na atualidade que é incerta ou duvidosa.

Exemplo:
Que eles leiam!

Pretérito Imperfeito

O pretérito imperfeito exprime um verbo no passado dependente de uma ação também já passada.

Exemplo:
Se eles lessem estariam informados.

Futuro do Subjuntivo

O futuro do subjuntivo exprime uma ação que irá se realizar dependendo de outra ação futura.

Exemplo:
Quando eles lerem ficarão informados.

Imperativo

O modo imperativo pode ser: Afirmativo ou Negativo.

Afirmativo

O imperativo afirmativo expressa uma ordem na forma positiva.

Exemplo:
Eu estou cansada. Leia ele o relatório.

Negativo

O imperativo negativo expressa uma ordem na forma negativa.

Exemplo:
Precisamos de uma apresentação natural. Não leia ele o trabalho.

Conjugação do Verbo Ler

O verbo ler é um verbo irregular que pertence à 2.ª conjugação. Vejamos sua conjugação em todos os modos e tempos estudados acima:

  • Presente do Indicativo: (Eu) leio, (tu) lês, (ele) lê, (nós) lemos, (vós) ledes, (eles) leem.
  • Pretérito Perfeito: (Eu) li, (tu) leste, (ele) leu, (nós) lemos, (vós) lestes, (eles) leram.
  • Pretérito Imperfeito do Indicativo: (Eu) lia, (tu) lias, (ele) lia, (nós) líamos, (vós) líeis, (eles) liam.
  • Pretérito mais-que-perfeito: (Eu) lera, (tu) leras, (ele) lera, (nós) lêramos, (vós) lêreis, (eles) leram.
  • Futuro do Presente: (Eu) lerei, (tu) lerás, (ele) lerá, (nós) leremos, (vós) lereis, (eles) lerão.
  • Futuro do Pretérito: (Eu) leria, (tu) lerias, (ele) leria, (nós) leríamos, (vós) leríeis, (eles) leriam.
  • Presente do Subjuntivo: (Que eu) leia, (que tu) leias, (que ele) leia, (que nós) leiamos, (que vós) leiais, (que eles) leiam.
  • Pretérito Imperfeito do Subjuntivo: (Se eu) lesse, (se tu) lesses, (se ele) lesse, (se nós) lêssemos, (se vós) lêsseis, (se eles) lessem.
  • Futuro do Subjuntivo: (Quando eu) ler, (quando tu) leres, (quando ele) ler, (quando nós) lermos, (quando vós) lerdes, (quando eles) lerem.
  • Imperativo Afirmativo: Lê tu, leia ele, leiamos nós, lede vós, leiam eles.
  • Imperativo Negativo: Não leias tu, não leia ele, não leiamos nós, não leiais vós, não leiam eles.

Observe que nos imperativos afirmativo e negativo a 1.ª pessoa do singular (eu) não é conjugada, uma vez que não damos ordens a nós próprios.

Tempos Simples e Compostos

Os tempos simples e os tempos compostos são a forma como os verbos exprimem ação, estado, mudança de estado ou fenômeno da natureza.

Se são expressos por apenas um verbo são tempos simples, mas se são expressos por uma combinação de verbos são tempos compostos.

Exemplos:

  • Lerei o livro até que o sono chegue. (Tempo simples)
  • Teria lido o livro, mas o sono chegou. (Tempo composto)