Processos de formação de palavras

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora licenciada em Letras

A derivação e a composição são os dois processos que servem de base na formação de palavras. Eles são classificados da seguinte forma:

Processo de derivação - prefixal, sufixal, parassintética, imprópria e regressiva.

Processo de composição - justaposição e aglutinação.

A diferença entre derivação e composição está no modo como eles formam as palavras.

Na composição, as palavras são formadas pela junção de radicais, por exemplo: guarda-sol. A palavra guarda-sol é formada por dois radicais: guard + sol. Radical é a parte da palavra que contém o seu significado, ou seja, podemos dizer que é a sua parte mais importante.

Na derivação, uma das formas mais simples de formar palavras é acrescentando prefixos e sufixos, por exemplo: solar. A palavra solar é formada através da junção de um sufixo ao radical: sol é o radical e -ar é o sufixo.

Processos de derivação

Derivação prefixal (ou derivação) - as palavras são formadas pelo acréscimo de prefixos (elemento que vem antes do radical, por exemplo: anti-, des-, -in, -re, sub-).

Exemplos de derivação prefixal:

  • anti-inflamatório (anti + inflamatório)
  • desleal (des + leal)
  • incapaz (in + capaz)
  • ressalvar (re + salvar)
  • subgerente (sub + gerente)

Derivação sufixal (sufixação) - as palavras são formadas pelo acréscimo de sufixos (elemento que vem depois do radical, por exemplo: -ada, -agem, -ar, - mente, - ista).

Exemplos de derivação sufixal:

  • martelada (martel + ada)
  • folhagem ( folh + agem)
  • entrevistar (entrev + ista)
  • simplesmente (simples + mente)
  • dentista (dent + ista)

Derivação parassintética (parassíntese) - as palavras são formadas pelo acréscimo de prefixos (por exemplo: a-, en- es-) e de sufixos (por exemplo: -ecer, -ar, -oar) no mesmo processo. Isso quer dizer que para haver parassíntese deve ser acrescentado à palavra os dois, um prefixo e também um sufixo.

Exemplos de derivação parassintética:

  • amanhecer (a + manh + ecer)
  • entardecer (en + tar + ecer)
  • esquentar (es + quent + ar)
  • abençoar (a + benç + ar)
  • empobrecer (em + pobr + ecer)

Derivação imprópria - as palavras são formadas sem nenhum acréscimo, mudando apenas a sua classe gramatical (por exemplo: um advérbio que passa a ser um substantivo).

Exemplos de derivação imprópria:

  • Que andar esquisito… (“Andar” é um verbo que, neste caso, tem valor de substantivo.)
  • Sou zero em matemática. (“Zero” é um numeral que, neste caso, tem valor de substantivo.)
  • Já trato do jantar! (“Jantar” é um verbo que, neste caso, tem valor de substantivo.)
  • Sinto falta do azul do mar. (“Azul” é um adjetivo que, neste caso, tem valor de substantivo.)
  • Não lhe dê um não, por favor. (“Não” é um advérbio de negação, mas a palavra “não” em negrito tem valor de substantivo.)

Derivação regressiva - as palavras são formadas pela redução de uma palavra primitiva e, assim, dão origem a uma palavra derivada.

Exemplos de derivação regressiva:

  • ataque (surge do verbo “atacar”, que é a palavra primitiva)
  • agito (surge do verbo “agitar”, que é a palavra primitiva)
  • debate (surge do verbo “debater”, que é a palavra primitiva)
  • mergulho (surge do verbo “mergulhar”, que é a palavra primitiva)
  • trabalho (surge do verbo “trabalhar”, que é a palavra primitiva)

Processos de composição

Composição por justaposição - as palavras são formadas pela união de dois ou mais radicais, sem apresentar alterações nos seus sons, ou seja, sem alterações fonéticas.

Exemplos de composição por justaposição:

  • cachorro-quente (cachorro + quente)
  • pé-de-meia (pé + de + meia)
  • passatempo (passa + tempo)
  • guarda-chuva (guarda + chuva)
  • pontapé (ponta + pé)

Composição por aglutinação - as palavras são formadas pela união de dois ou mais radicais, mas sofrem alterações.

Exemplos de composição por aglutinação:

  • vinagre (vinho + acre)
  • planalto (plano + alto)
  • embora (em + boa + hora)
  • fidalgo (filho + de + algo)
  • aguardente (água + ardente)

Para você saber mais:

Formação de palavras

Exercícios sobre formação de palavras

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.