Recursos Naturais


Os Recursos Naturais são os elementos que a natureza oferece, que por sua vez são utilizados pelo homem na construção e desenvolvimento das sociedades e portanto, para sua sobrevivência. Dessa forma, são explorados para servir de matéria ou energia aos seres humanos, por exemplo, minérios, petróleo, vegetais, animais, água, solo, ar, luz solar, etc.

Classificação

Os recursos naturais são classificados em quatro grupos, a saber:

  • Recursos Biológicos: são os recursos vegetais e animais presentes no globo terrestre, por exemplo as florestas. São considerados recursos renováveis na natureza, sendo utilizados na alimentação, vestuário, medicina, construção, dentre outros.
  • Recursos Hídricos: são recursos renováveis provenientes da água superficial e subterrânea (rios, lagos e oceanos) do planeta, utilizada sobretudo na alimentação humana.
  • Recursos Energéticos: são os recursos que fornecem energia, por exemplo, os e energia nuclear e os combustíveis fósseis como o carvão, o petróleo e o gás natural, utilizados na produção de materiais, construção, transporte, eletricidade, dentre outros. Esse tipo de recurso natural pode ser renovável (energia solar, eólica, hidroelétrica, geotérmica, biomassa, etc.) ou não renovável (energia nuclear e combustíveis fósseis).
  • Recursos Minerais: recursos não-renováveis de ordem geológica, composto pelos minerais (ouro, grafite, diamante, ferro, cobre, manganês, níquel, titânio, etc.) e as rochas (areia, argila, calcário, mármore, etc.), sendo muito utilizados para adornos, construções, etc.

Recursos Naturais Renováveis e Não Renováveis

Segundo a quantidade e o tipo de recurso natural existente no planeta, eles são classificados em dois grupos:

Recursos Naturais Renováveis

Como o próprio nome indica, esse tipo de recurso natural é inesgotável e se renova em curto espaço de tempo na natureza, por exemplo a água, o solo, a energia proveniente do sol e do vento. Dessa maneira, os recursos renováveis (biológicos, hídricos e algumas energias alternativas: solar, eólica, geotérmica, etc.) não são poluentes e levam pouco tempo para se formarem novamente pela natureza e por isso, apresentam alta capacidade de renovação. Infelizmente, a exploração dos recursos renováveis em relação aos não renováveis, possui elevados custos de investimento.

Recursos Naturais Não Renováveis

Por sua vez, os recursos considerados não renováveis são limitados na natureza, por exemplo, os minérios, petróleo, gás natural. Nesse caso, o “tempo” torna-se um fator essencial de classificação, posto que os recursos não-renováveis (energéticos e minerais), são consumidos de maneira mais acelerada em comparação ao tempo que levam para se formarem na natureza, ou seja, não apresentam grande capacidade de renovação e se a fonte for extinguida, podem desaparecer.

Esgotamento e Conservação dos Recursos Naturais

Não é de se espantar que os recursos naturais do planeta Terra têm decrescido consideravelmente nas últimas décadas. Ações como a extração desenfreada de recursos, queimadas, desmatamento, poluição da água, solo e ar, são potencializados pelos processos de industrialização, urbanização, agricultura e pecuária, os quais tem potencializado os impactos ambientais, afetando direta e indiretamente nosso ecossistema.

Como consequência, temos a extinção de diversas espécies (animais e vegetais) bem como o desaparecimento de recursos limitados oferecidos pelo planeta, denominados de não-renováveis. Portanto, se a consciência ambiental humana não estiver voltada para a importância de tais recursos, o planeta entrará em colapso em breve.

Problemas como o derretimento das geleiras, consequência do aquecimento global, efeito estufa, inversão térmica e chuva ácida, tem demostrado a gravidade do problema que logo teremos de resolver, se nos for possível.

Não obstante, ambientalistas de todo o mundo, se unem, junto às políticas públicas voltadas ao meio ambiente, para alertar sobre o problema do esgotamento dos recursos naturais bem como da importância de sua preservação.

Por fim, pequenas ações contribuem para a conservação dos bens oferecidos pela natureza, por exemplo, evitar jogar lixo em locais inapropriados, utilização de outros meios de locomoção que não poluam tanto o meio ambiente, por exemplo, bicicletas; diminuição do consumo, dentre outros. Observe que mesmo os recursos considerados renováveis na natureza, devem ser explorados de maneira sustentável pelo homem.

Para saber mais: Sustentabilidade e Impactos Ambientais

Recursos Naturais no Brasil

O Brasil é um país que apresenta diversos recursos naturais, desde recursos biológicos, hídricos, energéticos e minerais. Nosso país possui uma das maiores reservas de água doce do mundo e ainda um solo muito rico em nutrientes, o que favorece a agricultura e pecuária.

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA), promove diversas ações de sustentabilidade pelo país, além de alertar para o uso razoável dos recursos do planeta. Para tanto, a utilização dos recursos renováveis produz baixo impacto ambiental favorecendo assim, o desenvolvimento sustentável das sociedades.

Para saber mais: Meio Ambiente