Segunda Geração Romântica


A segunda geração romântica no Brasil é o período que corresponde de 1853 a 1869. Denominada “Ultrarromântica” ou a Geração “Mal do Século” os principais temas dessa fase são: morte, amor não correspondido, tédio, insatisfação, pessimismo.

No Brasil, tem como marco inicial a publicação da obra Poesia (1853), de Álvares de Azevedo (1831-1852).

Nessa fase, a literatura sofreu forte influência do poeta britânico George Gordon Byron (1788-1824). Isso porque os escritores absorvem um estilo de vida boêmio e noturno, além do pessimismo romântico presente na literatura de Byron.

Por isso, essa geração ficou conhecida também por “Geração Byroniana”.

Características

A Segunda Geração Romântica tem como principais características:

  • Profundo subjetivismo
  • Sentimentalismo exacerbado
  • Pessimismo e melancolia
  • Egocentrismo e individualismo
  • Fuga da realidade
  • Escapismo
  • Saudosismo

Principais Autores

Alguns escritores brasileiros que se destacaram nesse fase:

Manuel Antônio Álvares de Azevedo (1831-1852)

Álvares de Azevedo foi escritor contista, dramaturgo, poeta e ensaísta brasileiro. Destacam-se as obras publicadas postumamente: Três Liras (1853) e Noite na Taverna (1855).

Casimiro José Marques de Abreu (1837-1860)

Casimiro de Abreu foi poeta brasileiro, autor do célebre poema "Meus Oito Anos" (1857). Ademais, podemos destacar as obras: As Primaveras (1859), Saudades (1856) e Suspiros (1856).

Luís Nicolau Fagundes Varella (1841-1875)

Poeta brasileiro e patrono na Academia Brasileira de Letras, Fagundes Varela foi um importante escritor da literatura romântica brasileira. Mesmo sendo considerado byroniano já apresentava em sua obra, características da terceira geração romântica. De sua obra podemos citar: Vozes da América (1864), Noturnas (1860).

Luís José Junqueira Freire (1832-1855)

Junqueira Freire foi um monge, sacerdote e poeta brasileiro. Com uma obra, muitas vezes considerada conservadora, abordou temas como: horror, desejo reprimido, sentimento de pecado, revolta, remorso e obsessão de morte. Podemos citar: Inspirações do Claustro (1855).

Pedro Luziense de Bittencourt Calasans (1837-1874)

Foi um poeta, crítico e jornalista brasileiro. Publicou seu primeiro livro de poesias Adeus! (1853) com apenas 16 anos. De sua obra poética podemos citar: Páginas Soltas (1855), Últimas Páginas (1858), A Morte de Uma Virgem (1867), A Rosa e o Sol (1867).

Quer saber mais sobre as gerações românticas? Leia: Primeira Geração Romântica e Terceira Geração Romântica.

Curiosidades

  • O Spleen é um termo em inglês muito utilizado na literatura romântica, que significa o tédio, a insatisfação, o desencanto e a melancolia, características marcantes dessa fase.
  • Os principais autores da segunda geração romântica portuguesa são: Camilo Castelo Branco (1825-1890) e Soares Passos (1826-1860).
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.