Sistema de numeração egípcio

Rafael Asth
Rafael Asth
Professor de Matemática e Física

Os egípcios desenvolveram um sistema de numeração há cerca de 3000 anos. Esse sistema possui características próprias e apresentou para a época algumas inovações que usamos até hoje, como a base 10.

Os números representados por hieróglifos eram mais usados em monumentos e templos, pintados ou talhados em pedra. Há sete símbolos, representando os números 1, 10, 100, 1000, 10 000, 100 000 e 1 000 000.

Números hieróglifos egípcios

Números hieróglifos egípcios
Números hieróglifos egípcios

A escrita com hieróglifos não é posicional, ou seja, os símbolos não possuem valores diferentes conforme a posição que foram escritos. Outra característica é ser um sistema aditivo onde os números são compostos por somas dos algarismos.

Exemplos de números hieróglifos

Exemplos de números hieróglifos
Legenda

Números hieráticos egípcios

A escrita hierática era a forma usual, mais utilizada para resolver os problemas do dia-a-dia. Essa forma de números é posicional, pois a ordem em que os símbolos aparecem é considerada, além de possuir uma quantidade maior de símbolos.

A escrita hierática era mais usada e foi encontrada em papiros como o de Rhind, de Berlim e de Moscow que, atualmente, estão em museus. Nesses documentos são descritos diversos problemas da vida cotidiana utilizando os números hieráticos.

Há um símbolo para cada número de um a nove, para as dezenas, centenas e milhares.

Números hieráticos egípcios
Números hieráticos egípcios

Exemplos de números hieráticos

Nos números hieráticos a posição em que são escritos é importante. Para escrever o número 48, da esquerda para a direita, primeiro utilizamos o símbolo para oito unidades e, depois, para quatro dezenas.

Número quarenta e oito escrito em hierático egípcio

Em números maiores, o arranjo das unidades e dezenas se encaixa no algarismo das centenas.

Número dois mil quatrocentos e oitenta e seis em hierático egípcio

Aprenda mais sobre:

Rafael Asth
Rafael Asth
Se graduou em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro e Licenciatura em Matemática pela Universidade Cruzeiro do Sul. É pós-graduado em Ensino da Matemática e Física pela Universidade Cândido Mendes.