Valores morais

Pedro Menezes

O que são valores morais?

Os valores morais são juízos construídos socialmente, fundamentados na ideia do bem, do que é certo ou errado. O conjunto desses juízos é chamado de moral - um conhecimento comum aos indivíduos de um determinado grupo, que orienta seus sentimentos e ações.

De modo geral, os valores morais representam o que uma sociedade compreende como sendo o correto em um determinado período histórico.

Assim, esses valores servem como uma bússola moral para a orientação das ações, o chamado senso moral - um sentido capaz de gerar sentimentos positivos (admiração, felicidade, orgulho) e negativos (culpa, vergonha, tristeza).

Os seres humanos são dotados de senso moral capaz de construir valores morais com base na experiência de uns indivíduos e universalizada, formando um saber comum.

A transmissão desse conhecimento está relacionado ao processo de sociabilização. São regras (ditas ou não) que normatizam a convivência.

Dos juízos de fato aos juízos morais

Os juízos estão fundamentados na capacidade humana de julgar e atribuir valor às ações. Os juízos de fatos são meras definições acerca da realidade, sem atribuição de valor.

Por exemplo, afirmar que uma casa é verde ou que hoje faz sol são juízos de fatos. Entretanto, os seres humanos são capazes de atribuir valor as coisas.

Julgamentos como "esta casa é linda", "os dias de sol são mais agradáveis" ou "está um calor insuportável", exigem mais que uma interpretação direta da realidade, fundamentam-se na capacidade humana de julgar uma coisa positiva ou negativamente, como desejável ou indesejável.

Essa mesma relação vai tornar possíveis os juízos morais. Os seres humanos, dotados de um senso moral, são capazes de classificar as boas e as más ações, sentimentos, intenções ou pensamentos.

Assim, o senso moral apoiado em princípios éticos (bem/mal, certo/errado) atua como uma régua na medição das ações. Bons comportamentos tendem a ser repetidos, enquanto os maus comportamentos são repreendidos.

A importância dos valores morais na construção de uma sociedade

Para que exista uma vida em comunidade, é normal que os indivíduos de um mesmo grupo compartilhem uma série de valores morais, assim, seus comportamentos e ações assumem uma certa familiaridade.

Diferentes grupos sociais, em distintos momentos históricos, irão possuir códigos morais também distintos. Isso não impede que possuam alguns pontos comuns.

Desse modo, os valores morais estão diretamente relacionados com a ideia do dever, ou seja, de que modo os indivíduos devem agir e os comportamentos inaceitáveis que não devem praticar.

Indivíduos que agem de forma contrária aos valores morais estabelecido terão comportamentos imorais ou amorais e, dependendo do caso, podem sofrer algum tipo de sanção ou punição pelos comportamentos inadequados.

Assim, constrói-se uma moralidade e definem-se os princípios éticos fundamentais de uma sociedade. Essa ética possui influência sobre o surgimento de novos valores morais e novos comportamentos compreendidos como aceitáveis ou indesejados.

As leis, por exemplo, surgem dos valores desenvolvidos dentro de uma sociedade. Em geral, elas consolidam formalmente o que os valores orientam, visando a resolução de possíveis conflitos e a manutenção de uma convivência harmônica entre os indivíduos e os valores morais.

Veja também:

Referências Bibliográficas

Chaui, Marilena. Convite à filosofia. Ática, 1995.
Abbagnano, Nicola. Dicionário de Filosofia. 2ª tiragem. SP: Martins Fontes (2003).

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).