Ética e moral

Pedro Menezes

De modo geral, a ética é uma área da filosofia, também chamada de Filosofia Moral. Nela, são estudados os princípios fundamentais das ações e do comportamento humano.

Já a moral é uma construção social formada pelo conjunto dessas ações e comportamentos através do entendimento sobre quais são bons e quais são maus, visando criar normas que orientem as ações dos indivíduos pertencentes a um mesmo grupo.

Entretanto, como todos os temas filosóficos, não há um consenso relativo a essa diferença. Alguns autores tratam ética e moral como sinônimos. Isso se dá porque as raízes etimológicas das palavras são semelhantes.

Etimologicamente, os termos derivam da mesma ideia:

  • Ética vem do grego ethos, que significa “costumes”, “hábitos” e, em última instância, “o lugar em que se habita”.
  • Moral tem origem no latim mores, que significa “costumes”, “hábitos” e é raiz também de nossa palavra “morada”, o lugar em que se mora (do verbo morar).
ÉTICA MORAL
Definição Reflexão filosófica acerca dos princípios motores das ações humanas: certo e errado; justo e injusto; bem e mal. Código cultural de normas que orientam as ações dos indivíduos inseridos em um determinado contexto.
Caráter Universal Particular (cultural/pessoal)
Fundamentação Fundamenta-se na teoria (princípios) Fundamenta-se nos costumes e hábitos (comportamentos)
Exemplo
  • Deontologia
  • Bioética
  • Moral cristã
  • Moral grega

O que é ética?

Ética, ou filosofia moral, é uma área do conhecimento dedicada à investigação dos princípios das ações humanas. Em outras palavras, a ética é o estudo sobre as bases da moral.

Ela desenvolve teorias sobre o desenvolvimento do comportamento humano e a construção de valores compartilhados socialmente, que orientam as ações.

A reflexão sobre conceitos-chave como "o bem", "a justiça" e "a virtude", constroem o saber ético, iniciado no período antropológico da filosofia grega marcado pela tríade Sócrates-Platão-Aristóteles.

Principalmente no texto Ética a Nicômaco, de Aristóteles, o filósofo define a ética como uma disciplina da filosofia e busca definir a relação entre os comportamentos humanos, a virtude e a felicidade.

Atualmente, a ética se ocupa da teorização e construção de princípios que fundamentem diversas atividades. A deontologia, por exemplo, é uma área que visa estabelecer as bases éticas para o desenvolvimento profissional. Assim como a bioética - um ramo dedicado a refletir sobre quais princípios a ciência deve se desenvolver, tendo como foco o respeito à vida.

Em que a moral se distingue da ética?

A moral tem como característica fundamental atuar como uma norma que orienta os comportamentos humanos. Ainda que se pressuponha a liberdade dos indivíduos e a impossibilidade de prever todas as ações, a moral vai desenvolver valores nos quais as ações devem estar submetidas.

Diferente das teorias éticas, que buscam as características universais do comportamento humano, a moral estabelece uma relação particular com os indivíduos, com sua consciência e a ideia do dever.

A moral assume um caráter prático e normativo, em que a forma como se deve agir está diretamente relacionada aos valores morais construídos socialmente.

Assim, enquanto a ética propõe questões como: "O que é o bem?", "O que é a justiça?", "O que é a virtude?"; a moral se desenvolve a partir da aprovação ou reprovação de uma conduta. "Esta ação é justa?", "É correto agir de determinada maneria?"

Por exemplo, a moral cristã que serviu de base para a construção da cultura ocidental, considera a liberdade humana em sua relação com o livre-arbítrio. Mesmo assim, a liberdade para agir vai estar condicionada aos valores descritos nos textos sagrados. Sobretudo no evangelho do Novo Testamento, nos ensinamentos de Cristo e em todo o seu desdobramento histórico e cultural.

Assim, a construção do pensamento de uma vida virtuosa toma como base os bons exemplos e a construção de um hábito social. Por isso, a moral, diferente da ética, vai estar sempre inserida em um contexto particular. Cada grupo social em diferentes momentos históricos possuirá valores morais também distintos.

Veja também: Valores morais.

Referências Bibliográficas

Chaui, Marilena. Convite à filosofia. Ática, 1995.
Abbagnano, Nicola. Dicionário de Filosofia. 2ª tiragem. SP: Martins Fontes (2003).

Pedro Menezes
Pedro Menezes
Licenciado em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e Mestrando em Ciências da Educação pela Universidade do Porto (FPCEUP).