Artérias


As artérias são um tipo de vasos sanguíneos que compõem o sistema cardiovascular. São responsáveis pelo transporte do sangue arterial (com oxigênio e nutrientes) do coração para todos os tecidos do corpo.

ArtériasAnatomia do coração com artérias e outras estruturas

As artérias de maior diâmetro possuem paredes mais espessas e elásticas. Elas se ramificam em outras de menor diâmetro e assim progressivamente até formar as arteríolas.

As artérias têm paredes mais elásticas do que as veias e ajudam a controlar a pressão sanguínea. Enquanto as veias possuem válvulas para evitar que o sangue retorne.

Principais Artérias do Corpo Humano

A aorta é a principal artéria do corpo. É uma artéria de grande diâmetro, de paredes elásticas, que contribui para estabilizar o fluxo sanguíneo. Recebe o sangue oxigenado dos pulmões, que é bombeado pelo ventrículo esquerdo do coração.

Ramifica-se em artérias de menor calibre, que ajudam a distribuir o sangue para as diversas partes do corpo. Logo no começo, há a porção ascendente da aorta de onde se originam as artérias coronárias, que fazem a irrigação do coração.

ArtériasIlustração da Artéria Aorta

A partir da curva da aorta (arco aórtico) partem três ramos principais. São eles: o tronco braquiocefálico arterial (que origina a carótida comum e subclávia direitas), a artéria carótida comum esquerda e a artéria subclávia esquerda.

Depois a aorta desce originando, na região torácica e abdominal, outros ramos que fazem a irrigação dos órgãos aí localizados. Por fim há os ramos terminais da aorta, que se dividem em artérias ilíacas comuns direita e esquerda.

Algumas das artérias que se originam da aorta são:

  • Artérias Subclávias: ramificam-se em outras artérias que distribuem o sangue para a cabeça, pescoço e membros superiores;
  • Artérias Carótidas Comuns (direita e esquerda): ramificam-se em artérias carótidas externas, que irrigam a cabeça e o pescoço, e artérias carótidas internas, que levam o sangue para o cérebro;
  • Artéria Renal: transporta o sangue para os rins;
  • Artéria Ilíaca: distribui o sangue para os membros inferiores e região pélvica.
  • Artéria Femoral: é a principal artéria da perna.

A artéria pulmonar é diferente das outras pois transporta sangue venoso, rico em gás carbônico. O sangue sai do coração (bombeado pelo ventrículo direito) e vai para os pulmões para ser oxigenado.

Tipos de Artérias

As artérias de maior diâmetro possuem paredes elásticas e espessas que se ramificam em outras de menor diâmetro e assim progressivamente até formar as arteríolas. Essas últimas são vasos bem finos que levam o sangue até os capilares.

ArtériasFoto de corte histológico de artéria mostrando as camadas

As artérias são compostas por três camadas distintas: uma interna (túnica íntima), uma média (túnica média) e uma mais externa (túnica adventícia).

As artérias podem ser divididas em três tipos de acordo com o seu calibre (diâmetro), são elas:

Artérias Elásticas (Grande Calibre)

As artérias elásticas, ou grandes artérias, ajudam a manter a pressão arterial e a velocidade do sangue uniforme, à medida que se distanciam do coração. Com isso, essas artérias ajudam a estabilizar o fluxo do sangue.

Suas paredes internas são mais espessas e têm grande elasticidade, devido à presença de várias lâminas elásticas na camada média.

Artérias Musculares (Calibre Médio)

As artérias musculares são compostas por muitas camadas de células musculares lisas. Suas paredes internas são mais espessas do que as das arteríolas. Devido à presença das células musculares lisas, que contraem e relaxam, conseguem controlar o fluxo sanguíneo para os diferentes tecidos.

Arteríolas (Pequeno Calibre)

As arteríolas são as de menor diâmetro, possuem menos do que 0,5mm. Suas camadas são bem finas. Enviam sangue para os capilares.

Leia também:

Doenças Arteriais

ArtériasProcesso que ocorre na aterosclerose

A aterosclerose é um dos problemas que mais mata pessoas nos países desenvolvidos. As artérias entupidas são resultado do acúmulo de placas de gordura (chamadas de ateromas), que interferem na circulação normal do sangue. A formação dos ateromas leva à inflamação das artérias, que se chama aterosclerose.

Outro problema é a arteriosclerose que se relaciona com o processo de envelhecimento natural das artérias. Com o passar do tempo as paredes das artérias perdem elasticidade e se tornam mais espessas. Tornando-se endurecida, a artéria não controla a pressão da mesma forma, e com isso há aumento da pressão arterial, ou seja, hipertensão.