Pressão arterial


A pressão arterial representa a pressão que o sangue faz sobre as paredes das artérias e está diretamente relacionada ao ciclo cardíaco, que por sua vez envolve a sístole e diástole.

O valor da pressão arterial pode variar de acordo com fatores como stress, atividades físicas e alimentação.

A pressão arterial pode ser classificada como hipertensão ou hipotensão.

Hipertensão arterial

hipertensão_causa
Causas da hipertensão

A hipertensão corresponde à pressão arterial acima dos limites recomendados.

É uma doença crônica que atinge milhões de pessoas, chegando a uma estimativa de 20% de toda a população mundial, sendo um fato de risco para doenças cardíacas, AVC (derrame cerebral), insuficiência renal crônica, aneurismas e lesões nos vasos sanguíneos dos olhos.

Em adultos e adolescentes o valor considerado normal deve ser de 12 por 8, ou seja, 120 mmHg de pressão sistólica e 80 mmHg de pressão diastólica.

Os sintomas costumam aparecer somente quando os valores estão muito elevados, sendo que os mais comuns são: dores no peito, dor de cabeça, dor na nuca, tonturas, fraqueza e sangramento nasal.

Não existe cura para pressão alta, porém é possível realizar tratamento e acompanhamento médico, no qual pode ser indicado o uso de medicamentos aliado a uma alimentação controlada.

A principal causa da hipertensão é genética, porém existem fatores que contribuem para o aumento dos níveis da pressão arterial, como consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, altos níveis de colesterol, estresse e falta de atividade física.

Leia também sobre:

Hipertensão na gravidez

hipertensão na gravidez
Hipertensão na gravidez

Em mulheres grávidas é comum ocorrer o aumento da pressão arterial, devendo esta ser sempre menor que 14 por 9.

Em casos de hipertensão gestacional o acompanhamento médico é fundamental, já que o controle por medicamentos é diferenciado para evitar efeitos colaterais para o feto.

Existem três tipos de hipertensão na mulher grávida:

  • Quando a mulher adquire hipertensão no início e permanece durante a gravidez;
  • Quando a mulher já possui hipertensão antes da gravidez;
  • Pré-eclâmpsia que é quando a pressão arterial fica elevada após a 20ª semana da gestação, podendo permanecer até 12 semana pós-parto.

Leia também sobre:

Hipotensão arterial

A hipotensão arterial corresponde a valores inferiores ao recomendado, podendo ser igual ou abaixo de 9 por 6, ou seja, 90 mmHg de pressão sistólica e 60 mmHg de pressão diastólica.

Os sintomas mais comuns são tontura, sensação de fraqueza e vista escurecida, podendo em alguns casos haver desmaios.

A pressão baixa não traz riscos à saúde, quando comparada com a pressão alta. As causas mais comuns são excesso de calor, ansiedade, jejum, atividades físicas em excesso e alteração brusca de posição.

Não existe tratamento para hipotensão e, nesses casos, recomenda-se a ingestão de água, cautela a se levantar, evitar o uso de bebidas alcoólicas e deitar com as pernas elevadas.

Tabela de pressão arterial

De acordo com o Ministério da Saúde é importante estar atento aos valores apresentados na aferição da pressão arterial.

Os valores podem mudam de acordo com a faixa etária. Em mulheres grávidas, os números da pressão arterial pode sofrer alterações.

Confira na tabela abaixo a relação dos valores considerados normais para adultos.

CategoriaPressão sistólicaPressão diastólica
HipotensãoMenor que 90 mmHgeMenor que 60 mmHg
Pressão arterial normal120 mmHge80 mmHg
Pré-hipertensãoEntre 120 mmHg e 129 mmHgeMenor que 80 mmHg
Hipertensão estágio 1Entre 130 mmHg e 139 mmHgouEntre 80 mmHg e 90 mmHg
Hipertensão estágio 2140 mmHg ou maiorouMaior que 90 mmHg
Crise hipertensivaMaior que 180 mmHge/ouMaior que 120 mmHg

Como medir a pressão arterial?

como medir pressão
Aferição da pressão arterial utilizando esfigmomanômetro

A pressão arterial é medida a partir do uso de um equipamento específico, chamado de esfigmomanômetro. Ele pode ser analógico, que é o mais tradicional, ou digital, utilizado de forma doméstica.

O local mais comum para a aferição da pressão arterial é o braço, no qual também é usado como ponto para auscultar os batimentos cardíacos, que por sua vez, utiliza-se do estetoscópio.

Para que o resultado apresentado seja o mais confiável possível, é importante seguir as seguintes orientações:

  • Não realize exercício físico, não beba café e nem fume 30 minutos antes do exame;
  • Esteja de bexiga vazia;
  • Fique relaxado em uma posição confortável, sentado com as costas apoiadas por 2 ou 3 minutos;
  • Evite conversar durante o exame;
  • Mantenha o braço esticado e apoiado, sempre relaxado.

Você também pode se interessar por: