ASEAN Bloco Econômico


A ASEAN (Associação de Nações do Sudeste Asiático), criada em 8 de agosto de 1967, é um bloco econômico regional formado por países asiáticos. A sigla do bloco foi definida pela língua inglesa: Association of Southeast Asian Nations.

Embora tenha sido implementado em meados da década de 60, foi em 1976 com o “Tratado de Amizade e Cooperação” que foi definida as diretrizes para sua atuação. Basicamente ficou definida a cooperação e o diálogo entre os estados, a paz entre eles bem como a independência e soberania de cada Estado membro.

Vale lembrar que os blocos econômicos representam sistemas de interação e integração entre países do mundo, de forma a assegurar e dinamizar as relações diplomáticas, econômicas e políticas de determinadas regiões e ainda promover a paz.

ASEAN Bloco EconômicoBandeira da ASEAN

O objetivo central da criação da ASEAN é o estreitamento dos laços entre os países membros visando sobretudo, o desenvolvimento econômico, social, cultural da região.

De tal modo, a ASEAN promove a união entre os países, estabilizando o campo político e econômico dos envolvidos, a partir do fomento da competitividade e produção de produtos dos países aderentes.

Para tanto, o bloco focou no desenvolvimento do comércio e na intensificação das trocas comerciais entre os países integrantes, a partir da diminuição de tarifas alfandegárias e a criação da zona de livre comércio, em 1992.

A sede da ASEAN fica na capital da Indonésia, Jacarta, um dos primeiros países a aderir ao bloco. O conjunto de países que formam o bloco contam com aproximadamente 530 milhões de pessoas.

O Bloco possui um PIB de 725,3 bilhões de dólares sendo um dos blocos econômicos mais ricos do mundo. Ele possui um acordo de cooperação com a União Europeia e ainda com países como o Japão, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, Austrália, Índia, Paquistão, dentre outros.

Saiba mais sobre os Blocos Econômicos.

Países Membros

Ainda que tenha sido fundada por somente 5 países, atualmente 10 países fazem parte da ASEAN, a saber:

A partir de 1967:

  • Tailândia
  • Filipinas
  • Malásia
  • Singapura
  • Indonésia

A partir de 1984:

  • Brunei

A partir de 1985:

  • Vietnã

A partir de 1987:

  • Myanmar
  • Laos

A partir de 1999:

  • Camboja

Dois países são considerados observadores do bloco e que posteriormente podem vir a fazer parte. São eles a Papua-Nova Guiné e o Timor Leste.