Atividades de Educação Física

A Educação Física é a disciplina que conjuga diversas competências, como o desenvolvimento psicomotor, a saúde, o bem-estar, a sociabilidade e princípios como solidariedade, lealdade, empatia, jogo limpo, etc.

Para isso, fizemos uma lista que serve como inspiração para a realização de atividades voltadas para o exercício dessas competências que, ao mesmo tempo, divertem e entretém pessoas de todas as idades.

1. Alongamento

O alongamento é muito importante antes da prática de qualquer atividade física, prepara os músculos, articulações e evita lesões.

Em geral, todos os grupos musculares devem ser alongados, mas a forma e a intensidade deve variar de acordo com a atividade a ser realizada posteriormente.

É imprescindível a atenção e o respeito aos limites de cada participante, não se deve exagerar sob o risco de lesões.

Exemplos:

  • Alongamento de pernas
  • Alongamento de braços
  • Alongamento abdominal
  • Alongamento das costas (lombar e cervical)

2. Aquecimento

Assim como o alongamento, o aquecimento é importante para evitar lesões e também para o melhor aproveitamento das atividades.

Caminhadas, corridas leves ou de alguma intensidade preparam os participantes para as atividades a serem realizadas.

Exemplos:

  • Corrida livre
  • Circuitos (pode utilizar linhas, cones, bambolês, etc.)
  • Agachamentos
  • Abdominais
  • Polichinelos
  • Flexões

3. Jogos

Os jogos são importantes para desenvolver o espírito de equipe, o respeito às regras, a competitividade e o jogo limpo (fair play). Para isso, são preferíveis os jogos coletivos às práticas individuais.

Todas as práticas podem ser ajustadas de modo intencional para desenvolver alguns aspectos específico. Regras sobre a obrigatoriedade do passe, da participação de toda a equipe nas jogadas, ajustes nas regras de pontuação são sempre bem-vindos quando proporcionam o desenvolvimento de valores.

Exemplos:

  • Vôlei
  • Vôlei sentado
  • Futebol
  • Basquete
  • Handebol
  • Atletismo
  • Queimado

Veja também: Jogos cooperativos: o que são e exemplos

4. Brincadeiras

Assim como os jogos, as brincadeiras possibilitam o exercício de uma série de fatores que vão para além da atividade física. Entretanto, as brincadeiras possuem um valor lúdico, importante para o desenvolvimento da criatividade e da empatia.

Em geral, as brincadeiras atuam como um universo fechado, com suas próprias regras, possibilitam o desempenho de papéis, importantes para o desenvolvimento social dos participantes. Ainda atua como uma quebra na rotina de jovens e adultos.

Exemplos:

  • Piques (pique-cola, pique-esconde, pique-bandeira, etc.)
  • Cabra-cega
  • Morto e vivo
  • Estátua
  • Cabo de Guerra
  • Bobinho
  • Altinha
  • Circuito com obstáculos
  • Gincana

Veja mais em: Brincadeiras para educação infantil

5. Atividades em sala

As atividades em sala, normalmente, são momentos difíceis para professores de educação física e seus estudantes.

Habituados a atividades em espaços mais amplos, o uso da sala de aula seja por necessidade, seja por uma estratégia pedagógica pode encontrar dificuldades para o engajamento e para a participação.

Entretanto, as atividades em sala podem ser divertidas, um importante espaço de troca e uma boa oportunidade para desenvolver alguns valores e princípios importantes para o desenvolvimento integral de todos.

Exemplos:

  • Quiz sobre esportes e conhecimentos gerais
  • Brainstorming para projetos na escola
  • Passeio vendado com guia vidente (tema: inclusão, solidariedade e confiança)
  • Adedanha/Adedonha/Stop!
  • Montagem de estruturas com material reciclado
  • Damas
  • Xadrez
  • Jogos de tabuleiro
  • Jogos cooperativos

Veja também:

Atualizado em