Como fazer uma boa redação (passo a passo)

Daniela Diana

Para fazer uma boa redação o mais importante é que você elimine a ideia de que escrever é muito complicado.

Escrever um texto, nada mais é do que você pensar sobre um tema e organizar suas ideias a respeito disso.

Pense, por exemplo, que você irá apresentar um seminário na escola, ou dar uma palestra. Claro que antes disso, você irá refletir sobre o tema e como será apresentado. E ainda, de que maneiras as informações deverão ser expostas para que as pessoas que estão assistindo compreendam sobre o assunto.

Dito isso, fazer uma redação segue a mesma lógica, ou seja, é importante saber sobre o tema e organizar todas as informações levando em conta as normas gramaticais.

Isso porque o texto oral é diferente do escrito. Numa redação, por exemplo, devemos usar parágrafos, pontuação e saber muito bem o significado das palavras.

Portanto, segue abaixo algumas dicas essenciais para que você produza um texto bom, coerente e coeso. Bom trabalho!

1. Tema da Redação

Antes de mais nada, você deve focar no tema que está sendo proposto ou pelo professor, no vestibular, ou ainda, num concurso. O tema, é, portanto, o assunto que será tratado.

Geralmente, nesse tipo de avaliação, você tem um limite de palavras e/ou parágrafos. Portanto, esteja atento à isso.

Quanto ao tema, você deve antes de mais nada refletir sobre ele, ou seja, quais as informações que você possui sobre esse assunto, ou se ainda, é necessário pesquisar mais. Fazer um rascunho e enumerar os principais pontos é uma boa maneira de começar.

Para pensar sobre o tema, podemos nos questionar com algumas perguntas e, ao respondê-las, já podemos vislumbrar nosso conhecimento sobre o assunto e ainda, nossa opinião.

Exemplo:

Vamos pensar no tema “Violência nas Escolas”:

  • O quê? Violência nas escolas
  • Como ela acontece? Parte dos alunos sejam entre eles ou entre eles e os professores e diretores.
  • Por que ela acontece? Falta de respeito, de educação, de limites, etc.
  • Quando ou desde quando ela acontece? Atualmente tem se notado mais o aumento da violência nas escolas.
  • Onde ela acontece? Acontece dentro ou fora das escolas.

Sendo assim, um bom começo para refletir sobre o que vamos escrever é reunir nossos conhecimentos sobre o tema com essas perguntas simples: o que, como, por que, quando e onde.

Observação: O “tema” e o “título” são termos que geralmente causam confusão, pois são tratados como sinônimos. A verdade é que o tema é o assunto que será tratado; já o título é o nome que você atribuirá ao seu texto.

Exemplo de Redação:

Tema: Violência nas Escolas
Título: Os problemas e as soluções da violência nas escolas

Se tiver dúvidas sobre os temas, confira abaixo alguns exemplos:

2. Produção do Texto

Passando da primeira etapa de reunir informações e dados sobre o tema que será redigido, adentramos no momento de produção.

Essa é uma fase muito importante onde o rascunho sobre a enumeração dos principais pontos se transformarão, aos poucos, em parágrafos.

Exemplo:

Tema: Violência nas Escolas
Título: Os problemas e as soluções da violência nas escolas

A violência nas escolas acontece entre os alunos ou mesmo com os professores. Esses problemas têm ocorrido com frequência na atualidade. Casos de bullying são exemplos que tem gerado violência nas escolas.

Além disso, a falta de respeito dos alunos com seus superiores, sejam os professores ou os diretores, tem gerado uma onda de violência dentro e fora das escolas.

Essa falta de limites é algo muito notório nos centros educacionais do Brasil, sobretudo, nas escolas públicas.

Comentário

Note que aqui, o que foi colocado no rascunho inicial se transformou em diversos parágrafos. Claro que a ideia deverá ser expandida, seja com exemplos, dados, e ainda algo que seja relevante e que contemple soluções para os problemas propostos.

3. Organização do Texto

Mais do que saber produzir um texto, devemos levar em conta sua organização. Assim, as ideias e as frases precisam apresentar uma sequência lógica. Um recurso importante e que deve ser ressaltado é a coesão.

Com ela, utilizamos os conectivos para que as ideias não fiquem soltas e que o texto não seja um simples emaranhado de frases.

Termos como “assim”, “entretanto”, “dessa forma”, “mas”, etc. são utilizados para oferecer ao texto uma maior ligação entre as frases e as ideias.

Além da coesão, a coerência é algo muito importante e está ligada à lógica textual, ou seja, ao sentido do texto. Dessa maneira, ela facilita o entendimento sobre a mensagem que será transmitida.

O importante é não ser contraditório, ambíguo ou redundante. A certeza sobre a informação também é algo muito importante.

Exemplo: O Brasil é um país muito diversificado e que está localizado no continente africano.

Essa informação está errada, pois como sabemos, o Brasil está localizado no continente americano.

Portanto, se você tem dúvida ou não sabe ao certo sobre determinada informação, não coloque isso no texto. Tenha certeza de tudo o que está sendo redigido, para que você não cometa esse erro.

4. Leitura final do texto

Para finalizar, é importante a leitura do texto, e se possível, em voz alta. Isso porque com a leitura final você pode identificar erros de concordância, falta de pontuação (por exemplo, de vírgulas) ou mesmo algo que seja necessário melhorar em seu texto.

Estrutura da Redação

A redação deve seguir essa ordem para que as ideias fiquem bem organizadas:

1. Introdução

Na introdução, vamos apontar o que será redigido ao longo do texto. Ela não deve ser muito longa (3 parágrafos no máximo), no entanto, deve conter as principais ideias que serão discutidas.

2. Desenvolvimento

O desenvolvimento é a parte mais longa do texto que pode ser escrita em até cinco parágrafos. Nele, vamos nos aprofundar sobre o que será discutido.

Nesse momento, podemos usar a argumentação e a contra argumentação, de forma a mostrar dois caminhos e opiniões sobre o tema (prós e os contras). Isso tudo será definido melhor na conclusão.

3. Conclusão

Por fim, a conclusão, que também não deve ser muito longa (no máximo três parágrafos) você deve focar em como unir todas as ideias e ainda, propor uma solução. Nessa fase, a criatividade é muito importante.

Tipos de Textos

Importante saber o tipo de texto que você deve produzir, por exemplo: narração, descrição ou dissertação.

Apesar de possuírem suas singulares, todos eles apresentam uma organização semelhante: introdução, desenvolvimento e conclusão.

Amplie ainda mais seus conhecimentos sobre redação:

Daniela Diana
Daniela Diana
Licenciada em Letras pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) em 2008 e Bacharelada em Produção Cultural pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 2014. Amante das letras, artes e culturas, desde 2012 trabalha com produção e gestão de conteúdos on-line.