Complemento Verbal

Márcia Fernandes

O complemento verbal tem exatamente a função de completar o sentido dos verbos transitivos diretos e transitivos indiretos.

São eles o objeto direto e o objeto indireto. Esses complementos verbais são importantes porque há orações cujos verbos não têm sentido completo em si.

Objeto Direto

O objeto direto é o termo da oração que completa o sentido de um verbo transitivo direto, ou seja, aquele cuja preposição não é obrigatória.

Exemplo:

Eu quero um vestido.
Quem quer, quer alguma coisa. Quero um vestido, logo "um vestido" é o objeto direto.

Objeto Indireto

O objeto indireto é o termo da oração que completa o sentido de um verbo transitivo indireto, aquele que obrigatoriamente vem precedido de preposição.

Exemplo:

Obedecemos aos nossos pais.
Quem obedece, obedece a alguém. Obedecemos aos nossos pais, logo "aos nossos pais" é objeto indireto.

Objeto Direto e Indireto

Por vezes, o verbo pede mais de um complemento. Nesses casos, ele é chamado de transitivo direto e indireto.

Exemplo:

Ofereceram esmola ao mendigo.
Quem oferece, oferece alguma coisa a alguém. Assim "esmola" é objeto direto e "ao mendigo" é objeto indireto.

Objetos pleonásticos

Os objetos pleonásticos são aqueles que se repetem com o objetivo de chamar a atenção.

Exemplos:

A vida, o vento a levou.
A vida é objeto direto. O a de "a levou" é objeto direto pleonástico.

Ao indiscreto, não lhe confio nada.
Ao indiscreto é objeto indireto. O lhe de "não lhe confio" é objeto indireto pleonástico.

Agora que você já sabe o que é Complemento Verbal, que tal conhecer também o Complemento Nominal?

Exercícios

1. (Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante) No período: "As cartas, enviei-as, ontem, pelo portador da Companhia." A função sintática do termo destacado é:

a) objeto indireto pleonástico
b) sujeito
c) objeto indireto
d) objeto direto pleonástico
e) objeto direto

Alternativa e: objeto direto.

2. (Febasp)
E agora, José?
A festa acabou
A luz apagou
O povo sumiu
A noite esfriou...

(Carlos Drummond de Andrade)

Em relação aos verbos destacados, pode-se afirmar que:

a) Os verbos são todos transitivos diretos e estão no pretérito imperfeito
b) Os verbos são todos transitivos diretos, embora o objeto direto não esteja expresso; e os verbos estão no pretérito perfeito
c) O primeiro e o segundo verbo são transitivos diretos e os dois últimos são transitivos indiretos e estão no pretérito mais-que-perfeito
d) Todos os verbos destacados são intransitivos e estão no pretérito perfeito

Alternativa d: Todos os verbos destacados são intransitivos e estão no pretérito perfeito.

3. (UGF) Assinale o único caso em que o pronome oblíquo átono exerce a função de objeto indireto:

a) Contive-me.
b) Ele aguardava-me desde cedo.
c) Isto me agrada.
d) O aluno me viu.
e) Socorram-me.

Alternativa c: Isto me agrada.

Márcia Fernandes
Márcia Fernandes
Professora, pesquisadora, produtora e gestora de conteúdos on-line. Licenciada em Letras pela Universidade Católica de Santos.