Energia Geotérmica


A Energia Geotérmica (ou Energia Geotermal) é um tipo de energia renovável obtida através do calor proveniente do interior do planeta terra. O processo de aproveitamento dessa energia é feito por meio de grandes perfurações no solo, visto que o calor do nosso planeta existe numa parte abaixo da superfície da Terra. Do grego, a palavra "geotérmica" é formada pelos termos “geo”, que significa Terra, e “therme”, correspondente à temperatura.

De tal modo, esse tipo de recurso energético é obtido por meio das rochas quentes, (secas e úmidas) e o vapor quente provenientes do interior da Terra. A energia geotérmica começou a ser explorada no início do século XX, embora já fosse utilizada pelos povos antigos para banhos e cozinhar alimentos nas chamadas fontes termais. Atualmente ela é produzida nas centrais geotérmicas, local em que ela é transformada em energia elétrica.

Por ser um recurso natural renovável produz baixo impacto ambiental, sendo aproveitada atualmente para cozinhar, aquecer casas, edifícios, piscinas e ainda, na produção de estufas para vegetais. Observe que as famosas “termas” de águas quentes, são exemplos da água geotérmica, aquecida no interior da terra pelo contato com rochas muito quentes.

Usinas Geotérmicas

As Usinas ou Centrais Geotérmicas são os locais de produção desse tipo de energia, sendo implantada próxima aos locais onde há grande quantidade de vapor e água quente. Dessa maneira, os reservatórios geotérmicos fornecem a energia necessária para alimentar os geradores de turbina, produzindo assim, a eletricidade. Em 1904, foi construída a primeira Usina Geotérmica do mundo, na cidade de Larderello, Itália.

Vantagens e Desvantagens

Importante observar que, embora a energia geotérmica seja uma energia menos poluente, se retirada de maneira irregular pode causar danos ao planeta, alterando assim sua geologia.

Dessa forma, além do cuidado necessário com a perfuração do solo, a água encontrada abaixo da superfície terrestre deve ser tratada antes de ser lançada nos rios e nos mares, uma vez que muitos minérios encontrados são prejudiciais à saúde, além de diversos gases dissolvidos, por exemplo o ácido sulfídrico (H2S).

Ademais, os altos custos de implementação e a poluição sonora gerada pelas Usinas Geotérmicas são outros problemas encontrados no uso desse tipo de energia. A perfuração no solo é realizada por máquinas muito ruidosas, prejudicando assim, a vida da população circundante.

A despeito de apresentarem essas desvantagens, a energia geotérmica está sendo cada vez mais utilizada por ser uma boa alternativa para obtenção de energia elétrica, visto que é um recurso renovável e, portanto, menos poluente.

Se comparada a energia proveniente dos combustíveis fósseis, que colabora com o aumento do Efeito Estufa, a emissão de gases na atmosfera pela energia geotérmica é praticamente nula, ainda que, se o calor retirado da terra for perdido, sem dúvida, haverá aumento na temperatura da superfície terrestre.

Apesar das centrais geotérmicas não necessitarem de grandes espaços para a produção, ela é muito dispendiosa e se comparada às outras, possui baixa eficiência, sendo portanto, pouco rentável.

Tipos de Energia

Antes de mais nada, vale lembrar que o termo “energia” está intimamente relacionado ao trabalho, ação ou movimento, portanto, qualquer coisa que esteja trabalhando está produzindo energia. Há vários tipos de energia, das quais se destacam:

  • Energia Cinética: relacionada ao movimento
  • Energia Mecânica: relacionada à força
  • Energia Térmica: relacionada à temperatura
  • Energia Elétrica: relacionada ao potencial elétrico
  • Energia Hidrelétrica: relacionada à água
  • Energia Química: relacionada às reações químicas
  • Energia Eólica: relacionada ao vento
  • Energia Solar: relacionada ao sol
  • Energia Nuclear ou Atômica: relacionada à desintegração do núcleo da matéria

Recursos Energéticos

Os recursos energéticos são aqueles que fornecem energia, sendo classificados em: recursos naturais renováveis (energia limpa) e não renováveis (energia suja). Assim, os recursos renováveis são aqueles que possuem menor impacto ambiental, na medida que não se esgotam na natureza pois se renovam em determinado tempo. Como recursos renováveis, destacam-se a energia geotérmica, solar, eólica, hidroelétrica, dentre outras.

Por sua vez, os recursos naturais não renováveis, o próprio nome indica que não podem ser renovados na natureza, ou seja, se aquela fonte é explorada indiscriminadamente, poderá com o passar do tempo, desaparecer sendo a natureza incapaz de renová-lo. Esse tipo de recurso energético causa grande impacto ambiental, desequilibrando os ecossistemas da Terra, por exemplo, a energia nuclear e proveniente dos combustíveis fósseis (petróleo, carvão, gás natural).

Energia Geotérmica no Brasil e no Mundo

Os três países com maior produção de energia geotérmica no mundo são: os Estados Unidos, as Filipinas e a Indonésia. Além deles, outros países têm optado pela produção de energia geotérmica, tais quais a China, Japão, Chile, México, França, Alemanha, Suíça, Hungria, Islândia.

Atualmente, cerca de 25 países do planeta utilizam a energia geotérmica, sendo o Brasil um país que não apresenta grande potencial de energia geotérmica, uma vez que ela é explorada, em maior parte, nos locais do planeta onde surgem as áreas de transição entre as placas tectônicas.