Energia Térmica


A energia térmica ou energia interna é definida como a soma da energia cinética e potencial associada aos elementos microscópios que constituem a matéria.

Os átomos e moléculas que formam os corpos apresentam movimentos aleatórios de translação, rotação e vibração. Este movimento é chamado de agitação térmica.

A variação de energia térmica de um sistema ocorre através de trabalho ou de calor.

Por exemplo, quando usamos uma bomba manual para encher o pneu de uma bicicleta, observamos que a bomba fica aquecida. Neste caso, o aumento da energia térmica ocorreu por transferência de energia mecânica (trabalho).

A transferência de calor normalmente acarreta um aumento na agitação das moléculas e átomos de um corpo. Isso produz um aumento da energia térmica e consequentemente, um aumento na sua temperatura.

Quando dois corpos com temperaturas diferentes são colocados em contato, ocorre transferência de energia entre eles. Após um certo intervalo de tempo, ambos terão a mesma temperatura, ou seja, atingirão o equilíbrio térmico.

Energia Térmica
Fogueira, um exemplo de energia térmica.

Energia térmica, calor e temperatura

Apesar dos conceitos de temperatura, calor e energia térmica se confundirem no cotidiano, fisicamente eles não representam a mesma coisa.

O calor é energia em trânsito, desta forma, não faz sentido dizer que um corpo tem calor. Na verdade, o corpo tem energia interna ou térmica.

A temperatura quantifica as noções de quente e frio. Além disso, é a propriedade que rege a transferência de calor entre dois corpos.

A transferência de energia na forma de calor, acontece unicamente pela diferença de temperatura entre dois corpos. Ela ocorre de forma espontânea do corpo de maior temperatura para o de menor temperatura.

Existem três formas de ocorrer a propagação do calor: condução, convecção e irradiação.

Na condução, a energia térmica é transmitida por meio da agitação molecular. Na convecção a energia se propaga pela movimentação do fluido aquecido, pois a densidade varia com a temperatura.

Já na irradiação térmica, a transmissão ocorre através de ondas eletromagnéticas.

Para saber mais, leia também Calor e Temperatura

Fórmula

A energia interna de um gás ideal, formado por apenas um tipo de átomo, pode ser calculada pela seguinte fórmula:

fórmula da energia interna

Sendo,

U: energia interna. A unidade no sistema internacional é o joule (J)
n: número de mol do gás
R: constante dos gases ideais
T: temperatura em kelvin (K)

Exemplo

Qual a energia interna de 2 mols de um gás perfeito, que em um dado instante apresenta a temperatura de 27 °C?
Considere R=8,31 J/mol.K.

Primeiro devemos passar a temperatura para kelvin, assim teremos:

T = 27 + 273 = 300 K

Depois basta substituir na fórmula
exemplo energia térmica

Utilização da energia térmica

Desde os primórdios utilizamos a energia térmica proveniente do Sol. Além disso, o homem sempre buscou criar dispositivos capazes de converter e multiplicar esses recursos em energia útil, principalmente na produção de energia elétrica e transporte.

A transformação de energia térmica em energia elétrica, para ser usada em larga escala, é feita nas usinas termoelétricas e termonucleares.

Nessas usinas, utiliza-se algum combustível para aquecer a água de uma caldeira. O vapor produzido movimenta as turbinas ligadas ao gerador de energia elétrica.

Nas usinas termonucleares, o aquecimento da água é feito através da energia térmica liberada a partir da reação de fissão nuclear de elementos radioativos.

Já as usinas termoelétricas, utilizam a queima de matérias-primas renováveis e não renováveis para o mesmo fim.

Vantagens e desvantagens

As usinas termoelétricas, de uma forma geral, apresentam a vantagem de poderem ser instaladas próximo aos centros de consumo, o que reduz os custos com a instalação de redes de distribuição. Além disso, não dependem de fatores naturais para operar, como é o caso das usinas hidrelétricas e eólicas.

Contudo, também são a segunda maior produtora dos gases de efeito estufa. Seus principais impactos são a emissão de gases poluentes que diminuem a qualidade do ar e o aquecimento das águas dos rios.

As usinas desse tipo apresentam diferenças em função do tipo de combustível utilizado. Na tabela abaixo, mostramos as vantagens e desvantagens dos principais combustíveis usados atualmente.

Tipo de usina

Vantagens

Desvantagens

Termoelétrica a Carvão

• Alta produtividade
• Baixo custo do combustível e da construção
• É a que mais emite gases do efeito estufa
• Os gases emitidos causam chuva ácida
• A poluição ocasiona problemas respiratórios

Termoelétrica a gás natural

• Menor poluição local, em comparação com a de carvão
• Baixo custo da construção
• Emissão alta de gases do efeito estufa
• Variação muito grande do custo do combustível (associado ao preço do petróleo)

Termoelétrica a biomassa

• Baixo custo do combustível e da construção
• Baixa emissão de gases do efeito estufa
• Possibilidade de desmatamento para o cultivo das plantas que darão origem a biomassa.
• Disputa do espaço do solo com a produção de alimentos

Termonuclear

• Praticamente não existe emissão de gases do efeito estufa
• Alta produtividade
• Alto custo
• Produção de lixo radioativo
• As consequências de acidentes são gravíssimas
Rosimar Gouveia
Bacharelada em Meteorologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 1992, Licenciada em Matemática pela Universidade Federal Fluminense (UFF)em 2006 e Pós-Graduada em Ensino de Física pela Universidade Cruzeiro do Sul em 2011.