Espermatozoide

Lana Magalhães

O espermatozoide humano é o gameta sexual masculino ou a célula reprodutora masculina. Eles são células pequenas, móveis e de formato alongado.

Essas minúsculas e leves estruturas são somente vistas através de microscópios.

Os espermatozoides foram descobertos em meados do século XVII pelo cientista holandês Anton van Leeuwenhoek (1632-1723) ao examinar o conteúdo da sua própria ejaculação. Inicialmente, eles eram denominados de "animais minúsculos".

Qual a função dos espermatozoides?

Espermatozoide
O espermatozoide é uma célula móvel e diferenciada

Por ser a célula reprodutiva masculina, a função do espermatozoide é auxiliar na reprodução. Além disso, ele carrega as informações genéticas de origem paterna.

Quando o espermatozoide se junta ao óvulo feminino ocorre a fecundação, o que posteriormente gerará uma criança.

A fecundação consiste no encontro do espermatozoide com o óvulo, originando o zigoto e após sucessivas divisões celulares resultará no embrião.

Porém, existem muitas barreiras até o espermatozoide atingir o óvulo, isso porque o interior do corpo feminino impõe dificuldades para a sobrevivência dos espermatozoides.

Estima-se que apenas uma centena consegue chegar ao local de fecundação. Uma vez no corpo feminino, os espermatozoides podem sobreviver por até três dias.

Fecundação
Momento da fecundação

Produção dos espermatozoides

A produção dos espermatozoides ocorre através de um processo denominado espermatogênese, realizado nos testículos masculinos. A espermatogênese inicia-se na puberdade e prolonga-se por toda a vida do homem.

Cada testículo é composto pelos túbulos seminíferos, constituído por epitélio seminífero, especializado na produção de espermatozoides. Após isso, os espermatozoides migram e ficam armazenados no epidídimo, onde completam a sua maturação.

Cerca de 50 a 200 milhões de espermatozoides são liberados pelo pênis durante a ejaculação masculina.

Tipos de espermatozoides

Existem dois tipos de espermatozoides, ou seja, os portadores do cromossomo x (sexo feminino), e os portadores do cromossomo y (sexo masculino).

Sendo assim, se o óvulo for fecundado por um de cromossomo x, o resultado será uma menina. Do contrário, se fecundado por um de cromossomo y, será um menino.

Estrutura do espermatozoide

Espermatozoide
Detalhes das partes do espermatozoide

O espermatozoide é formado por uma cabeça e cauda. Na cabeça, em formato de ovo achatado, temos o núcleo que abriga o material genético. Essa região é responsável pela transmissão dos caracteres hereditários paternos.

Já a cauda (ou flagelo) é dividida em três partes: peça intermediária, peça principal e peça terminal. Ela facilita a locomoção do gameta sexual masculino até o óvulo.

O acrossoma é uma estrutura mais rígida encontrada na cabeça do espermatozoide que contém enzimas e facilita a penetração dele no óvulo.

Curiosidades

  • Os espermatozoides de outras espécies podem apresentar diferente formas e tamanhos em relação aos do ser humano. Alguns deles são mais arredondados, mais compridos, e ainda têm aqueles que não possuem flagelo, por exemplo, os dos nematelmintos.
  • Antes da descoberta da fecundação, os cientistas acreditavam que os espermatozoides carregavam seres humanos minúsculos, os quais seriam desenvolvidos no interior do corpo feminino.
  • Todo o processo de produção e amadurecimento dos espermatozoides pode durar mais de 60 dias.

Saiba mais, leia também:

Lana Magalhães
Lana Magalhães
Licenciada em Ciências Biológicas (2010) e Mestre em Biotecnologia e Recursos Naturais pela Universidade do Estado do Amazonas/UEA (2015). Doutoranda em Biodiversidade e Biotecnologia pela UEA.