Etruscos


Os Etruscos representam uma das civilizações da antiguidade que habitaram a península itálica a partir do século IX a.C., antes dos Romanos. Eles desenvolveram uma cultura original, e, para a época estavam bem evoluídos em relação a sua arte (artesanato, arquitetura, escultura) e engenharia.

Ainda que os etruscos sejam pouco conhecidos, em relação aos romanos e gregos, eles foram uma das civilizações mais poderosas da antiguidade e que apresentam uma notória herança histórica, artística e cultural.

Sociedade Etrusca

A sociedade etrusca era aristocrática e diferente da civilização grega, as mulheres participavam da vida pública. A estrutura política era baseada na monarquia absoluta, donde reinava um soberano. Abaixo dos aristocratas estavam os artesões e comerciantes, e por fim, os escravos.

A economia etrusca era baseada na agricultura, na mineração, fundição de metais e no comércio. A navegação foi uma das atividades exploradas pelos etruscos sobretudo para expansão do comércio. Com isso, eles influenciaram outros povos da Antiguidade, inclusive os romanos, quando estes venceram diversas batalhas e conquistaram as regiões da Etrúria.

Na religião, a civilização etrusca era politeísta, ou seja, acreditavam na existência de vários deuses dos quais se destacam: Tínia, Uni e Menrva. O alfabeto etrusco era diferente de qualquer uma das civilizações antigas, por exemplo, Roma e Grécia. Supostamente, os fenícios o influenciaram e mais adiante, os etruscos influenciaram a língua grega e parte do latim.

Onde Viviam?

Os etruscos viviam na Península Itálica, mais precisamente na região da Etrúria (atual Toscana), a leste dos Montes Apeninos, entre o Mar Tirreno (oeste) e os rios Arno (norte) e Tibre (sul).

Assim, eles habitaram a região do centro e do norte da Itália, os quais abrigavam diversas cidades-estados (cerca de 15) das quais se destacam: Volterra, Fiesole, Arezzo, Cortona, Perugia, Chiusi, Todi, Orvieto, Veios, Tarquinia e Fescênia.

Segundo as escavações realizadas, as cidades-estados era, altamente civilizadas e possuíam um certo planejamento urbano, com estradas, avenidas, aquedutos, canais, pontes, muralhas, monumentos, casas e templos. Cada uma delas era governada por um soberano e possuía autonomia perante as outras.

Não se sabe ao certo qual a origem dos etruscos. Alguns historiadores acreditam que eles vieram da Ásia, enquanto outros afirmam que os etruscos são originários da Península Itálica.

Arte Etrusca

A Arte Etrusca abriga diversos objetos de cerâmica (vasos, potes, etc.), adornos (joias desde brincos, colares e braceletes), esculturas (estátuas), arquitetura (templos, túmulos, necrópoles, pontes, muralhas, etc.) e pintura (afrescos), sendo que os materiais mais utilizados eram a terracota, madeira, pedra, barro, metal, bronze e marfim.

EtruscosNecrópole Etrusca

Italiotas, Etruscos e Gregos

Embora tenham habitado em diferentes épocas, os italiotas, os etruscos e os gregos foram os primeiros povoadores da península itálica.

Os italiotas chegaram na península em 2000 a.C. ocupando a região central, denominada de Lácio. Já os etruscos habitaram a parte central, expandindo seus domínios para o norte da península a partir de IX a.C.

Por fim, os gregos chegaram na península a partir de 800 a.C. e colonizaram e fundaram algumas cidades na região sul, tal qual Nápoles e Siracusa. Essa região ficou conhecida como Magna Grécia.

Saiba mais sobre a Grécia Antiga.

Os Etruscos e o Surgimento de Roma

Os etruscos exerceram grande influência sobre a sociedade romana, desde cultura, artes, rituais e padrões sociais. Vale lembrar que os Italiotas habitaram a península itálica, a partir de 2000 a. C. e fundaram diversas aldeias.

Em seguida, em torno do século VII a.C., Roma se consolidou como cidade com a chegada dos Etruscos, a partir do aumento do comércio. Embora os etruscos tenham resistido durante muito tempo, sua cidades estados não possuíam união.

Sendo assim, os etruscos, os gregos e os romanos travaram diversas batalhas, no entanto, no século III a.C., os romanos vencem a guerra e detém o poder sobre a cidade. Com isso, a cultura etrusca sofre uma “romanização”, no entanto, diversos aspectos foram preservados os quais foram agregados a cultura romana.

Saiba mais sobre a Roma Antiga, República Romana e Império Romano.

Curiosidade: Você sabia?

Para os etruscos, eles eram os rasena, enquanto os romanos os chamavam de tusci ou etrusci. Por sua vez, os gregos chamavam os etruscos de tirrenos e daí o surgimento do nome do mar Tirreno, a oeste da península itálica.